O elo entre Eduardo Cunha, Paulo Pimenta, Wadih Damous e Luis Nassif: xeque do Duplo Expresso

– Tudo começou quando, no final de 2017, Wellington Calasans e Romulus Maya abordaram com bastante ceticismo um pequeno “artigo” de Luis Nassif publicado com toda a discrição (sem qualquer destaque em seu site) em que esse reforçava algo que ambos os apresentadores sabiam – e provaram (com documentos e imagens) – ser mentira: Eduardo Cunha estaria, naquele momento, “preso” em Curitiba. Mais que isso, “humilhado e ofendido”, não mandaria mais nada na política brasileira (segundo Nassif!).
– Foi justamente diante de pressões – vindas de onde menos esperávamos! – para que não mais abordássemos o tema da “prisão” (fake) de Eduardo Cunha – e também o “Caixinha unificado suprapartidário da ALERJ” – que Wellington Calasans e Romulus Maya, um par de semanas depois, criaram página própria: este Duplo Expresso. Com total independência e ausência de rabo preso.
– E, nessa mesma pegada, que venha 2019! Estamos todos juntos, na mesma trincheira. E já sabemos quem, nela, está na realidade trabalhando para o outro lado. Pelo menos para isso valeu 2018, não é mesmo?

Ler mais

Duplo Expresso: antes ser “ingênuo” a ser “sabido” (com rabo preso!)

Exatamente um ano atrás – no programa de 20 de dezembro de 2017 – nossa “ingenuidade”, como bem classificou o Marc Nt, ficava evidente.
“Inocentes”, fomos fortemente surpreendidos, ao ponto do choque, com a constatação do tamanho da infiltração do Golpe na (suposta) “esquerda” brasileira.
“Dissonância cognitiva” e “vieses (ou defeitos) cognitivos”, em especial viés de confirmação, viés de representatividade, viés de otimismo e viés retroativo (hindsight bias). Junte isso às bolhas algorítmicas das redes sociais, ao comportamento de manada e ao anonimato na rede e…
– … sente no chão e chore.
Ou então…

Ler mais

Desenvolvimento e soberania: uma relação necessária

Segue o resumo do comentário desta semana do cientista político Felipe Quintas no Programa Duplo Expresso, com o tema “Desenvolvimento e soberania: uma relação necessária”. O início da fala de Quintas já está marcado na janela de vídeo, bastando clicar play para inicia-la.

Ler mais

Sessão das dez: o Golpe e “A praga do Duplo Expresso” (e da cultura!)

Olha que legal: o curta “A praga do cinema brasileiro”, premiado no Festival de Brasília, tem no final um agradecimento ao Duplo Expresso!
O diretor disse que serviu de inspiração.
E o nosso Sama já o convidou para outro festival, lá no Porto!

Ler mais

“São muitos os senhores que podem entrar na concorrência por uma alma subordinada”

Duplo Expresso, almas rebeldes, que condensam o espírito dos subversivos, como aqueles do “Círculo Petrachévski” que faziam oposição ao severo regime militar e burocrático do czar Nicolau I e que se reuniam às sextas-feiras para discutir as grandes questões libertárias, dedicadas a libertar o campesinato russo da escravidão e fundar uma nova Era de Justiça Social na Rússia. Mas, assim como eles, o Duplo Expresso, deixou a pretensão de “melhorar” o mundo nos sonhos infantis.

Ler mais

Globo coloca Duplo Expresso na linha de tiro: alvo é Lula!

A revista Época, da Globo, publicou artigo ontem assinado por Pablo Ortellado e Márcio Moretto Ribeiro que acusa este Duplo Expresso de ser um site disseminador de “fake news”. Tratamos extensamente desse desdobramento no programa de hoje, reconhecendo nele um recibo de que nosso trabalho está a incomodar exatamente quem tínhamos como alvo. Afinal, como reza a regra de ouro de Brizola: “quando vocês tiverem dúvidas quanto a que posição tomar diante de qualquer situação, atentem: se a Rede Globo for a favor, somos contra. Se for contra, somos a favor!”
A Globo – e o candidato a censor digital Pablo Ortellado – arremetem contra o Duplo Expresso. Logo, o Duplo Expresso anda fazendo a coisa certa…

Ler mais

Lula e o povo contra o resto

É vergonhoso o esforço de algumas pessoas para justificar o abandono da luta por justiça e democracia. O povo dá sinais claros de que não reconhece a justiça brasileira como digna de julgar Lula, pois a parcialidade é escancarada. A justiça brasileira tem “bandidos de estimação” e, não satisfeita, forja crimes para condenar os seus desafetos.

Ler mais

“Plano B” nervoso: a base – e Gleisi – impedem sabotagem a Lula

Atualizado em 9/mai/2018 – 13:23
O fato de Gleisi e a base terem fechado questão em torno da candidatura de Lula forçou os apoiadores do “Plano B” – na política e na “GloBosfera” – a saírem do armário. É evidente que todos, por conveniência político-eleitoral, queriam poder seguir dizendo, ad eternum, que “lutaram” pela candidatura de Lula, mas… “não deu”. Acreditavam que seria fácil dobrar o Presidente com a prisão.
Na verdade, o apoio a Lula em vez de arrefecer só faz é crescer. Com isso, o binômio Gleisi-Lula segue tendo em suas mãos a última cartada para tentarmos derrotar o Golpe nesta geração política: colocar em xeque o projeto de eleições fraudulentas – em que o Golpe deseja escalar os times… hmmm… “adversários” (aspas!), à direita e à “esquerda” (novas aspas!).
Paradoxalmente, quanto mais os partidários do “Plano B” veem-se forçados a expor – já agora, mais de 3 meses antes do registro das candidaturas – a sabotagem que vinham fazendo (até aqui insidiosamente) a Lula, mais dependentes ficam do “dedazo” do ex-Presidente para levarem a indicação do PT. Isso porque mais se queimam com as bases fieis a Lula. Que ironia!

Ler mais

Temer – mais Lula – e o inimigo (comum) a neutralizar: Barroso!

O – verdadeiro – alvo: Barroso tenta fazer Temer refém, através da prisão de seus dois operadores, para virar votos no STF em favor da prisão de Lula. O inimigo de Barroso é a política. Toda ela. Pouco se lhe dá – no longo prazo – se oligárquica ou popular, sujinha ou cheirosa. O projeto é a substituição da democracia, o governo da maioria, pela “noocracia à brasileira”, o governo de um triunvirato não eleito: finança internacional (mais Deep State americano), cartel midiático brasileiro e, como operadores de campo, os “juristocratas”.

Ler mais

Duplo Expresso 28/mar/2018

Destaques:
– A arquiteta mestra em Engenharia Civil e doutoranda em Administração de Empresas, Patrícia Vauquier, fala sobre: “Lição para o PT: como Hollande e Macron destruíram o Partido Socialista francês”
– O especialista em políticas energéticas, Roberto Araújo, comenta a situação atual deste setor no Brasil.
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais