O satânico Projeto de Lei (PL) 1595/2019 – Como instaurar um regime de terror e medo no Brasil contemporâneo (parte 2)

O PL 1595/2019 também traz várias normas que possibilitarão a legalização/ampliação de um Estado de Vigilância Total sobre os cidadãos (digo “legalização” porque muito dessa vigilância já é feita ilegalmente pelas forças de segurança/inteligência brasileiras; com o PL a coisa vai se acirrar pesadamente). Leia e compartilhe, o povo brasileiro precisa saber disso.

Ler mais

A Era das Guerras Econômicas – origem, estrutura e razão no atual cenário global

A Escola de Guerra Econômica Francesa iniciada em meados de 1997, através da realização de estudos organizados por Henri Martre, concebe o atual cenário globalizado mundial como a Época ou Era da Guerra Econômica, muito antes do cenário atual de radicalização entre China e EUA que deixa isso patente. Ou seja, caracteriza o momento atual como de uma nova época em que a tensão entre um modelo que se vinha impondo de unipolaridade é tensionado com um atores de grande força econômica e militar de tal sorte que o atual cenário global deveria ser caracterizado estruturalmente como tempo de Guerra Econômica generalizada. 

Ler mais

“Guerra híbrida” (“do atraso”?): mais uma reação — no PT — ao D.E.

Precisamos muito falar de “guerra híbrida” no Brasil.
Quanto mais, melhor!
Mas não como “limited hangout”…
Uma tentativa de “fogo de encontro” para estancar questionamentos e hemorragia nas bases, cada vez mais ligadas em manipulações concertadas com o outro lado e “Telecatch”.
Assim, não vai ter jeito: o pessoal vai continuar vindo ao D.E., para saber o que REALMENTE acontece… rs

Ler mais

O satânico Projeto de Lei (PL) 1595/2019 – Como instaurar um regime de terror e medo no Brasil contemporâneo (parte 1)

Aqui vamos falar sobre um desses PLs, dos mais brutais e descarados: o PL 1595/2019. Isso porque falar dele mais uma vez faz sentido AGORA, NESTE MOMENTO (já estamos falando dele há um bom tempo, em diversas transmissões do DE e, mais especificamente, destrinchando-o em um DE de domingo, dia 20/10/2019).

Faz sentido falarmos urgentemente desse PL porque o seu autor, Major Vitor Hugo (deputado federal pelo PSL/GO) tuitou, no último dia 03 de janeiro de 2020, a informação de que está pressionando pela aprovação com urgência de seu satânico PL, dados os “recentes fatos internacionais” (em especial o ilegal, covarde e irresonsável assassinato, pelo imperialismo estadunidense, do general Qassem Suleimani, então chefe da Força Quds da Guarda Revolucionária iraniana).

Ler mais

Mais do que um crime, uma desonra

O período Bolsonaro talvez fique registrado como aquele em que a corrupção, os desvios, as farsas foram tão longe que foi necessária a ruptura geral, a construção do nunca concluído Estado Nacional Brasileiro para termos um país e uma cidadania. Dizer com orgulho, parodiando o poema de Maiakovski: sou um cidadão brasileiro.

Ler mais

A queda dum Anjo – A súbita mudança de Bento Albuquerque

Em outubro de 2017, o atual Ministro de Minas e Energia, o almirante de esquadra Bento Costa Lima Leite de Albuquerque Junior – então diretor-geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico da Marinha – concedeu entrevista à revista Carta Capital. O assunto era o Programa de Desenvolvimento de Submarinos da Marinha do Brasil (Prosub), do qual o principal empreendimento era a construção do submarino nuclear.

Ler mais

A última razão do crime

As duas grandes guerras da primeira metade do século XX recolocaram este poder no outro lado do Atlântico e na proximidade dos Montes Urais. As finanças deixaram de dar as cartas e se subordinaram, por breves décadas, ao capital industrial, então indissociável do Estado-nação, à época comprometido com a compatibilização entre acumulação privada e cidadania.
Leia, debata, compartilhe.

Ler mais

Militarismo em países dependentes e subdesenvolvidos

Essa mesma visão de desenvolvimento interno para países em desenvolvimento ou dependentes político e economicamente deveria ser base para gestar entre os mesmos objetivos que visassem a ampliação de sua soberania a frear processos de lobbies intervencionistas (políticos e de desenvolvimento). Também deveria impulsionar uma nova “consciência” entre setores civis e militares (o que dependeria da articulação de ambos setores), gestando uma visão nova de desenvolvimento nacional, industrial, de inteligência e soberania nacional. Esta não é nossa realidade atual.
Leia, debata, compartilhe.

Ler mais

A Foreign Affairs e o retorno da (nunca abandonada) questão nacional

  Por Felipe Quintas   Os meios acadêmicos norte-americanos despertam para a atualidade e a importância da questão nacional.  

Ler mais

Um projeto de Revolução Brasileira no pré-1964

Imagine-se um brasileiro comum, vivendo em pleno ano de 1962, tomando contato com o seguinte texto: Por que os ricos não fazem greve?, seguido do texto Quem pode fazer a revolução no Brasil? E, ainda: Quem dará o golpe no Brasil?. Ou então, imagine-se em pleno ano de 1963, tomando contato com o texto: Como seria o Brasil socialista?, seguido de Como atua o imperialismo ianque? e depois Como são feitas as greves no Brasil? ou Que são as Ligas Camponesas?. Ou também os seguintes temas: Por que existem analfabetos no Brasil?, A Igreja está com o povo?, Quem faz as leis no Brasil?, De que morre o nosso povo?.

Ler mais