Duplo Expresso 29/nov/2018

Destaques:
– O sociólogo, escritor e analista internacional Lejeune Mirhan fala sobre: “Frente Brasil Popular: embrião da Frente Ampla do Brasil?”
– O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães comenta a atualidade política do Brasil e do mundo.
– O politólogo e analista internacional Eduardo Jorge Vior fala sobre: “Brasil e Argentina no G20″
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

O que é o G20 e para que serve a reunião na Argentina?

O politólogo Eduardo Jorge Vior explica o quem-é-quem dentro do G20, e expõe o porquê da reunião deste próximo final de semana na capital portenha. Parece que o encontro do grupo de vinte países (expandido pelos convites regulares à participação de outras nações) estará restrita a uma formalidade protocolar, pois há um compasso de espera internacional sobre a queda de braço entre Trump e Jinping pelas diferenças no comércio mundial e na aceitação do tratados sobre as mudanças climáticas. Nós, como mariscos, assistiremos a tudo com grande expectativa de que algo se decida. E nossos “hermanos”, ao que tudo indica, estarão preocupados mais com o que ocorrerá nas reuniões bilaterais e na visita oficial do líder chinês, que se estenderá pela outra semana.

Ler mais

Duplo Expresso 28/nov/2018

Destaques:
– A arquiteta, mestre em Engenharia Civil e doutora em Administração de Empresas Patrícia Vauquier comenta: “O ‘movimento espontâneo’ dos coletes amarelos na França. O paralelo com Maio de 68 e as primaveras coloridas no mundo”
– O presidente do Instituto de Estudos Latino-Americanos da UFSC, doutor pela Universidade Autônoma Nacional do México – UNAM Nildo Ouriques fala sobre: “América Latina: por que o nosso norte está ao Sul?”
– O professor, advogado e mestre em Filosofia do Direito Samuel Gomes comenta: ”Nacionalismo e esquerda no Brasil contemporâneo: desafios e oportunidades”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Duplo Expresso 27/nov/2018

Destaques:
– O cientista político Felipe Quintas comenta: “Populismo e social-democracia: o que esses rótulos escondem?”
– A socióloga Thais Moya fala sobre: “Pobres e negros limpam o chão enquanto herdeiros se formam bacharéis: a destruição do projeto lulista de Ensino Superior Público e Popular”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Ceci Juruá – Geisel e o Fortalecimento das Empresas Nacionais no Mercado Internacional

As políticas de incentivo às nossas empresas brasileiras para que participassem do mercado internacional, são originadas no penúltimo governo militar do regime de exceção anterior – o de Ernesto Geisel (1974-1979). A partir de tão acertada política de estímulo, viu-se o surgimento de campeãs nacionais. Entre elas, talvez a mais importante seja a ODEBRECHT que, por isto, parece ter atraído a ira dos grupos entreguistas, aqueles que pregam a vassalagem dos brasileiros frente aos estadunidenses. Até quando serviremos como vassalos no feudo da economia internacional?

Ler mais

Brasil 2018: Para Além do Fascismo

As candidaturas de Jair Bolsonaro e de Fernando Haddad foram apresentadas pela direção do PT como confronto geral entre a civilização e a barbárie, o fascismo e a democracia. Propôs-se a necessidade de campanha eleitoral que reunisse, sem exceções, todos os tidos como democratas, mesmo os mais conservadores, em torno da candidatura do professor. No segundo turno, os partidos de esquerda e centro-esquerda – PSOL, PDT, PSB – abraçaram essa proposta, alguns deles muito formalmente.

Ler mais

Duplo Expresso 26/nov/2018

Destaques:
– O especialista em Minas e Energia, PhD em Engenharia na área do petróleo, Paulo César Ribeiro Lima comenta: “O processo de desnacionalização da Vale – Parte II”
– A Economista, doutora em Políticas Públicas e mestre em Planejamento e Desenvolvimento Econômico Ceci Juruá fala sobre: “A guerra híbrida atual”

– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

O “Holocausto dos Nordestinos Pobres” – O papel da comunicação social

No Brasil, quando falamos em comunicação social, imediatamente lembramos da Rede Globo. Obviamente que há outros órgãos de imprensa com poder de manipulação e que praticam este poder sem o menor pudor. Nunca é demais lembrar do papel que cada um jogou antes e durante a ditadura de 1964 e como conseguiram sair incólumes daquelas práticas horrendas e foram capazes de manchar apenas a imagem da instituição Forças Armadas. Ainda que as Forças Armadas, sobretudo o Exército, tenha “dado a cara”, todos sabemos que foi apenas um dos tentáculos daquela fase nefasta da nossa história.

Ler mais

Cessão Onerosa: O que é? Quanto Custa?

A geóloga da Petrobras Ana Patrícia Laier explica a “Cessão Onerosa” – um contrato entre a União e a Petrobras mediante o qual “a União cedia à Petrobras o direito de explorar e produzir até 5 bilhões de barris que encontrasse em 6 blocos definitivos e um bloco contingente”, assinado após a aprovação de uma lei no Congresso brasileiro que autorizava a celebração deste contrato.

Ler mais

Experiências de Frente Ampla no mundo e no Brasil

Há muito casos em todo mundo de frente políticas, amplas ou não, que são formadas em determinados momentos da história, para combater determinados inimigos. As frentes formadas para defender a República durante a guerra civil espanhola é um exemplo, como é também o belo exemplo da resistência contra o nazismo, estabelecida nos países sob ocupação nazista durante a II Guerra Mundial (1939-1945). O objetivo deste artigo é tratar de frentes políticas, mas que se comportam como frentes eleitorais. Vou apresentar a seguir vários exemplos no mundo, falar dessas experiências. Em especial sobre a Palestina, África do Sul e Uruguai, que são os modelos que mais estudei e tenho especial carinho e admiração por todos eles. Sobre o Brasil, infelizmente, em toda a nossa história, não registro nenhum caso de frente política e eleitoral. As poucas que existiram, vou também dar registro. Ao final, vou falar da experiência recente da Frente Brasil Popular.

Ler mais

Mobilização Contra o Desvio da Arrecadação – URGENTE – PARTICIPE!

Vocês devem ter acompanhado a importante iniciativa de entregar INTERPELAÇÃO EXTRAJUDICIAL a todos os líderes de todos os partidos na Câmara dos Deputados e para o presidente da Casa, Dep. Rodrigo Maia, para que ninguém possa dizer que votou sem saber os enormes danos que estão por trás do texto cifrado do PLP 459/2017, que trata da chamada “Securitização de Créditos”:
– Desvio de arrecadação tributária;
– Geração ilegal de dívida pública de forma disfarçada;
– Ofensa a toda a legislação de finanças do país
– Enormes prejuízos aos cofres públicos e às gerações atuais e futuras
A sociedade precisa agir e mostrar que não admite a aprovação do PLP 459/2017.

Ler mais

Escola Sem Partido

Uma das grandes observações do professor e antropólogo, Darcy Ribeiro, é: “A crise da educação no Brasil não é uma crise; é um projeto”. Nada mais moderno do que esta afirmação.
Dentre a onda conservadora que atinge inapelavelmente o Brasil, o movimento ultra-obscurantista denominado “escola sem partido” segue o intuito nefasto da edificação de um Estado policial e autoritário.
O controle do pensamento e a censura sempre foram objetos dos ditadores e déspotas que se utilizam destes meios para doutrinação e amordaçamento dos seus subjugados.

Ler mais

O xeque de Cuba em Bolsonaro: A crise do Mais Médicos ameaça a agenda golpista

A partir do cancelamento da participação de Cuba no Programa Mais Médicos, desenvolve-se um caminho reflexivo por meio das problemáticas que levaram tanto a criação do programa, quanto ao desfecho citado. A reflexão intenta-se uma meta-análise por meio da constatação do contexto da guerra híbrida imposta ao Brasil e das suas táticas; por fim, propõe uma resistência que se liberta da condição reativa às emergências elaboradas pela agenda golpista que tem assolado os diretos sociais, políticos e civis dos brasileiros.

Ler mais

Álbum Branco – 50 Anos

50 anos do ícônico Álbum Branco dos Beatles. Para quem viveu aquele ano de 1968, parecia que havia no ar uma esperança de mudança para um mundo melhor. Infelizmente, o álbum registra a “bonanza antes da tempestade”, e o mundo ocidental acirrou as diferenças sociais, ideológicas e políticas na década seguinte. A própria banda não conseguiu ingressar nos anos 70 com a mesma unidade que marcou sua trajetória nos 60, e acabou por desfazer-se. Agora, o registro lançado naquele 22/nov/1968 continua marcante.

Ler mais

Duplo Expresso 22/nov/2018

Destaques:
– O sociólogo, escritor e analista internacional Lejeune Mirhan fala sobre: “Experiências de frente ampla no mundo e no Brasil”
– O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães comenta a atualidade política do Brasil e do mundo.
– O politólogo e analista internacional Eduardo Jorge Vior comenta: “Brasil, Argentina e o G20”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Manifestações de Vento

Esse texto apresenta o movimento coletes amarelos – o que reivindica e quem começou –, e discute a sua legitimidade fazendo um paralelo com as manifestações “espontâneas” e “apartidárias” que vêm pipocando nos últimos tempos no Brasil.

Ler mais

Quem impediu Lula de ir para Embaixada?

Filho feio não tem pai, não é mesmo?

Ler mais

A propósito do projeto da escola sem partido

A direita tem utilizado o termo “escola sem partido”. Eles saíram na frente e se apropriaram de um slogan que tem tido certo apelo popular, pois leva um cidadão com informações medianas a apoiar a proposta por achar que a escola esta sendo “aparelhada” por partidos políticos de esquerda. O projeto eleitoral vencedor no segundo turno das eleições em 28 de outubro é claramente fascista, autoritário. E esta claro que aprovar uma legislação que restrinja as liberdades de discussões nas escolas passa a ser prioritário para esse grupo que venceu o pleito. Na prática, o que eles querem é “uma escola só com um partido, o deles”.

Ler mais

Duplo Expresso 21/nov/2018

Destaques:
– A arquiteta, mestre em Engenharia Civil e doutora em Administração de Empresas Patrícia Vauquier comenta: “O ‘movimento espontâneo’ dos coletes amarelos na França. O paralelo com Maio de 68 e as primaveras coloridas no mundo”
– O professor, advogado e mestre em Filosofia do Direito Samuel Gomes falam sobre: “O que os nacionalistas podem esperar do Congresso Nacional?”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

“Estrategistas” (sic) de calça arriada: Lula em prisão perpétua – depois de derrotado. Garcia? Asilado!

O tamanho da cara de pau daqueles que se juntaram para tentar erradicar o Duplo Expresso tempos atrás não cansa de surpreender. Na melhor tradição orwelliana/ stalinista, tentam agora apagar da foto certos indivíduos e ideias, para que eles mesmos não fiquem tão mal no retrato. Os “tiozões”, mais uma vez, denunciam um certo gap geracional. E mostram não terem compreendido, ainda, a era digital.
– Ora, a internet não esquece. E nem perdoa!
#prints

Ler mais

Tem que ter consciência!

Partindo de uma lembrança de infância e seguindo com sua experiência ao longo da vida, Geuvar Oliveira apresenta o conceito do que seria o ideal para o “dia da Consciência Negra”: uma oportunidade de reflexão para todas as pessoas. Um dia para “botar o dedo na moleira” e pensar em um mundo mais justo. Um dia para a consciência ser mais humana e colorida. Nada desta coisa simplificada de preto no branco…

Ler mais

Desenvolvimento e soberania: uma relação necessária

Segue o resumo do comentário desta semana do cientista político Felipe Quintas no Programa Duplo Expresso, com o tema “Desenvolvimento e soberania: uma relação necessária”. O início da fala de Quintas já está marcado na janela de vídeo, bastando clicar play para inicia-la.

Ler mais

Duplo Expresso 20/nov/2018

Destaques:
– O cientista político Felipe Quintas comenta: “Desenvolvimento e soberania: uma relação necessária”
– A socióloga Thais Moya fala sobre: “O xeque de Cuba em Bolsonaro: Crise do Mais Médicos ameaça agenda golpista”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Que bom! Sou um idiota!

Pedro Augusto Pinho explica como a “banca” faz uso de sua expertise para que todos nós, de forma voluntária e engajada, trabalhemos como verdadeiros militantes para que ela amplie a concentração de renda no mundo. Replicamos a vontade dela e ampliamos seu poder de convencimento cada vez que a alimentamos com nossos metadados. Para isso, a banca precisa apenas daquele instrumento de dominação que carregamos no bolso: o nosso próprio celular…

Ler mais

Desnacionalizada! – como a Vale (ex-CVRD) se tornou uma empresa estrangeira

O especialista em Minas e Energia, PhD em Engenharia na área do petróleo, Paulo César Ribeiro Lima apresenta sua visão sobre o processo de desnacionalização da Companhia Vale do Rio Doce. O “discurso oficial” justifica a migração das ações da empresa para o Novo Mercado (Brasil, Bolsa, Balcão) como a adoção de um conjunto de regras societárias, e de governança, além da divulgação de políticas e existência de mecanismos de transparência, fiscalização e controle. Na verdade, o que está em jogo é a perda do poder de veto do Estado brasileiro sobre ela, bem como transformá-la – convenientemente – em uma sociedade sem controle definido. Será que isso interessaria aos brasileiros?

Ler mais

Duplo Expresso 19/nov/2018

Destaques:
– Participação do especialista em Minas e Energia, PhD em Engenharia na área do petróleo, Paulo César Ribeiro Lima que comenta: “O processo de desnacionalização da Vale”.
– Participação da economista, doutora em Políticas Públicas e mestre em Planejamento e Desenvolvimento Econômico Ceci Juruá que fala sobre: “A questão do alinhamento automático versus soberania nacional“.
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais