Verdades inconvenientes: Duplo Expresso escancara “pinça” PIG vs. GloBosfera

Por João de Paiva Andrade

(comentário ao artigo “Carmen Lúcia, lésbica enrustida, mantém Brasil refém desse seu ‘segredo’ (?)” – 22/ago/2018)

Em 1997 o decano do jornalismo político brasileiro, Alberto Dines, fundou o Observatório da Imprensa, portal pioneiro de crítica de mídia na internet, que depois ganhou as telas da TVE-RJ (depois da TV Brasil e até mesmo da TV Cultura). O bordão usado por Dines era “Acompanhando o Observatório da Imprensa pela internet, pela televisão ou pelo rádio, você nunca mais vai ler jornal do mesmo jeito”. Com as ressalvas que precisamos fazer em relação a AD – que apoiou o golpe de 1964, mas depois parece ter se arrependido, como tantos outros profissionais do jornalismo – é fato que o OI sacudiu as estruturas da velha mídia, ao propor aos leitores, ouvintes e espectadores visões críticas e dissonantes em relação ao noticiário difundido pelo oligopólio midiático brasileiro.

Com muito mais intensidade, o Duplo Expresso está fazendo, em menos de um ano de existência, o que o OI levou mais de uma década para levar ao público: expor os bastidores da notícia, os interesses, as manipulações, as fraudes e mesmo os crimes cometidos por prestadores de serviço público (sejam profissionais de mídia/imprensa ou servidores públicos nas diferentes esferas – federal, estaduais ou municipais). O foco do DE não é exatamente a crítica de mídia, mas a política. Mas mídia e política estão estreitamente relacionadas, sendo difícil separar uma da outra; ademais o Duplo Expresso, por estarem seus editores radicados em países mais democráticos e não alinhados/subservientes aos interesses econômicos e geopolíticos dos EUA e dos sabujos golpistas que lhes lambem as botas em Pindorama, ao atacar de forma frontal e veemente o sistema judiciário brasileiro (cooptado, corrompido, comprado pelo Deep State estadunidense e finança transnacional – o alto comando internacional do golpe), faz um trabalho que seria impossível para os blogueiros e jornalistas investigativos que atuam no Brasil pós-golpe e sob uma ditadura da toga.

Alguns pseudomoralistas que fazem críticas a este Duplo Expresso por escancarar esses segredos de polichinelo dos togados do STF (no caso em questão a homossexualidade enrustida e as chantagens feitas a Carmen Lúcia) procuram razões para desacreditar o portal e seus editores, já que o DE não aceitou compactuar com as farsas, fraudes e traições no seio da esquerda aburguesada, burocratizada, corrompida, que por meio de células podres sequestraram a direção nacional do outrora Partido dos Trabalhadores e querem o espólio do maior líder político brasileiro, o Ex-Presidente Lula, para conquistar cadeiras no parlamento, legitimando o golpe de Estado, seja perdendo uma eleição farsesca ou fraudada, seja vencendo o pleito, mas sem o compromisso de desfazer os retrocessos implantados pelo governo golpista e quadrilheiro que assaltou o Executivo Federal desde meados de 2016.

Nenhum de nós é infalível e o Duplo Expresso também comete seus erros e excessos. A meu ver o maior erro de análise e avaliação dos editores do DE foi acreditar que aquele “movimento” (um misto de locaute, greve de caminhoneiros autônomos e turba que pedia intervenção militar, repleto de P2 e outros infiltrados, todos interessados em produzir um motivo para fechamento do regime ditatorial já em vigor, adiando as eleições deste ano, permitindo assim o término do desmonte, do saque e da rapina das riquezas brasileiras) de caminhoneiros fosse a “oportunidade” para a Esquerda aproveitar, convocar o povo, ocupar as ruas e derrubar os golpistas. Na verdade, aquele “movimento” foi uma cilada, uma casca de banana atirada para que a Esquerda nela escorregasse. Felizmente a ficha da maior parte da esquerda caiu (e não foi apenas pela pesada multa imposta aos petroleiros) e o “movimento caminhoneiro” foi, finalmente, entendido como o que de fato era.

Como o índice de acertos do Duplo Expresso é imensamente maior que o de erros, a credibilidade está em alta e crescendo.

*

*

*

Sim, o Duplo Expresso incomoda:

*

*

*

Ainda sobre as ‘tesouradas’ de ‘Carminha’, trancadas dentro do armário. Junto com – “apenas” – toda a República Federativa do Brasil:

 

*

*

*

Por Romulus Maya

A “PINÇA” PIG VS. GLOBOSFERA:

(2/mai/2018)

(…)
Nada de se estranhar muito nessa “parceria” entre Estadão e 247. Trata-se, como vimos insistindo, de clara aplicação da tática da pinça para a manipulação do debate político. Nela, controla-se, de maneira concertada, a pauta que alimentará o embate entre os polos rivais, tanto à direita como à esquerda:

(24/mar/2018)
Não cansamos de repetir: o Duplo Expresso não faz o jogo do Cartel Midiático brasileiro. Assim, não reproduzimos o seu conteúdo apenas – à guisa de “contraponto” (sic) – trocando o seu sinal. Ou seja, fazendo com que o que sai na Globo como “bom” vire “ruim”. E vice-versa. EM VEZ DE FAZER PARTE – DELIBERADAMENTE (?) OU NÃO – DA “PINÇA” QUE MANIPULA, COM A PERNA DA DIREITA E DA ESQUERDA ATUANDO CONCERTADAMENTE, O RUMO DO DEBATE POLÍTICO, LIMITANDO-O A (A) VS. (-A), PREFERIMOS FALAR DE B, C, D… Z. Afinal, como sempre disse Roberto Marinho, muito mais importante do que o que o Jornal Nacional dava era o que não dava.

Certo?

Dessa forma, em vez de nos deixarmos pautar pela fake news da Folha, constituindo a perna “esquerda” da pinça (como veículos da GloBosfera prontamente fizeram), não nos limitaremos a multiplicar o seu conteúdo por (-1). Aliás, como veremos adiante, teve veículo da GloBosfera que, malandramente, multiplicou-a por… (-1)2 ! Em vez disso, como costumamos fazer, partimos para uma meta-análise desse “noticiário” (sic). Isso porque aqui, como sói acontecer em política, o subtexto é muito mais importante que o texto.

*

(11/abr/2018)
O diversionismo da vez. Seguindo a TÁTICA DA PINÇA, MÍDIA DE DIREITA E DE “ESQUERDA” (ENTRE ASPAS MESMO) PROMOVEM SEQUESTRO DE PAUTA. Em vez de falar do calvário de Lula nas mãos de Moro e da CIA, da mobilização das bases para resistir (i.e., a de verdade!), incensam áudio plantado pela Rede Globo com mensagem de desmobilização.
Por quê?
(pergunta retórica, claro)

*

Não há choque sequer. Afinal, todos já testemunhamos, meses atrás, ação concertada ainda mais desabonadora na mesma “GloBosfera”. Refiro-me, evidentemente, ao flagrante que registrou – santo print! – o DCM “republicando” (aspas) “notinha” da Lava Jato plantada n’O Antagonista (!) ANTES mesmo de esse último publica-la… em “primeiro lugar” (!)

 

*

(11/abr/2018)

A tática da pinça explicada a partir do min 7:45:

O diversionismo da vez. Seguindo a tática da pinça, mídia de direita e de “esquerda” (entre aspas mesmo) promovem sequestro de pauta. Em vez de falar do calvário de Lula nas mãos de Moro e da CIA, da mobilização das bases para resistir (i.e., a de verdade!), incensam áudio plantado pela Rede Globo com mensagem de desmobilização.
Por quê?
(pergunta retórica, claro)

  • Extrato do Duplo Expresso de 26/mar/2018. Integralidade aqui.

*

*

*

Humildemente, Duplo Expresso seguirá exemplo da Rádio BBC na Europa ocupada por nazistas

(originalmente publicado em 9/mar/2018)

Por “Domingos Vandenberghe”
(pseudônimo – com cujo respeito o Duplo Expresso se compromete solenemente!)
Professor de Economia de uma Universidade Federal

Caro Romulus,

Comecei a acompanhá-lo nos tempos em que você era publicado por Luis Nassif, no GGN (passado “subitamente” esquecido pelo próprio nesta semana). Com muita tristeza, vi as barbaridades que fizeram com você nos últimos dias. Fiquei consternado e preocupado hoje quando você demonstrou, no Programa Duplo Expresso, estar desestimulado, refletindo sobre o significado do que está fazendo e sobre os próximos passos.

A luta de vocês em defesa de Lula e do Estado de Direito esbarrou em  barreiras inesperadas nas últimas semanas, especialmente nos últimos dias, depois da publicação do documento do Min da Justiça. Sua frustração é compreensível, ainda mais diante de tanto esforço e sacrifício nos últimos meses.

Mas note que seu trabalho, em parceria com Wellington, Camila, Rubens e os demais colaboradores e entrevistados, continua a ser muito importante. Para a defesa de Lula e para a resistência democrática, mas não apenas. A fala de Rubens hoje de manhã, no programa, resumiu muito bem: vocês estão colaborando para que todos nós possamos nos municiar de informações e argumentos que nos serão úteis nas próximas eleições, e mesmo fora do período eleitoral – nas palavras do Rubens, seremos “multiplicadores” de tudo o que extraímos do Duplo Expresso. (Quando se sentir desestimulado, ouça novamente a fala do Rubens: ele foi muito feliz na formulação).

O trabalho de vocês tem uma qualidade que não se encontra em nenhum outro meio de comunicação. Não é retórica vazia minha, não. É impressionante o quanto se aprende a cada programa e a cada texto publicado no blog. Vocês estão informando muito bem as pessoas, estão politizando muita gente, abrindo nossos olhos sobre situações e personagens, motivando progressistas a lutarem, mas de uma forma mais inteligente, com visão, com estratégia, com mais realismo.

Você, em particular, tem capacidades de análise e de expressão muito acima da média. São brilhantes suas intervenções, Romulus. Se Lula é um patrimônio do povo brasileiro, como você frequentemente nos relembra, neste momento você também é. A resistência precisa da sua mente trabalhando a pleno vapor!

Provavelmente esta tentativa recente de te abalar não será a última. Não se deixe abalar. Muita gente prosseguirá fielmente com vocês! Gostei muito da imagem que você sugeriu hoje como metáfora, da rádio BBC sendo ouvido na Europa ocupada na Guerra. Excelente: é isto mesmo!

Não sei que importância tem uma mensagem de incentivo como esta. Mas espero que ajude de alguma forma.

Um forte abraço,

“Domingos Vandenberghe”

*

Resposta:

Caro “Domingos”,

Muito obrigado!

Não se preocupe: desânimo comigo dura menos de 24h. Só preciso ficar offline, abraçar as cachorras e zera tudo! rs

Já tô pronto pra outra tendo feito exatamente isso nesta sexta-feira. Mas, de fato, vou descansar neste fim de semana.

Pergunta: você se incomodaria de esse seu texto ser publicado no blog? Crê que poderia causar embaraços? Espero que não!

Grande abraço e muito obrigado pela confiança e pelo apoio,

“Romulus Maya”
(que sempre respeitará o pedido de resguardo com o uso de pseudônimo)

*

*

*

Acha o nosso trabalho importante? Reforce a nossa causa em apenas 2 segundos: apoie a sua divulgação tornando-se um Patrono do Duplo Expresso

Facebook Comments

Romulus Maya

Advogado internacionalista. 10 anos exilado do Brasil. Conta na SUÍÇA, sim, mas não numerada e sem numerário! Co-apresentador do @duploexpresso e blogueiro.