“Jogo pesado” – membro da Executiva do PT sobre articulação (moribunda!) do “Plano B”

Por Romulus Maya, para o Duplo Expresso

  • O Duplo Expresso seguirá dando nome aos bois. Falando o que as pessoas precisam ouvir, em vez de o que querem ouvir. Por óbvio, verdades inconvenientes não desaparecem pela sua simples negação. Mais uma vez: não somos assessoria de comunicação nem de políticos individuais nem de partidos. Somos independentes. Aliás, independência e emancipação: o mesmo por que o Brasil – e os seus pobres – anseiam. E por isso nos bateremos. Todos juntos com Lula. “Até as últimas consequências”.
  • Membro da Executiva do PT sobre articulação (moribunda!) do “Plano B”: “jogo pesado”

 

Discute-se hoje nas redes a (não!) “notícia” – 100% fake news – da Folha de São Paulo de hoje, tentando dar sobrevida ao moribundo “Plano B”: a B’ola nas costas que Fernando Haddad – e outros no PT – davam não só no lombo do ex-Presidente, mas também do povo brasileiro, que quer “Lula de A a Z”, “até as últimas consequências” (apud – Presidenta nacional do PT – Gleisi Hoffmann).

Não cansamos de repetir: o Duplo Expresso não faz o jogo do Cartel Midiático brasileiro. Assim, não reproduzimos o seu conteúdo apenas – à guisa de “contraponto” (sic) – trocando o seu sinal. Ou seja, fazendo com que o que sai na Globo como “bom” vire “ruim”. E vice-versa. Em vez de fazer parte – deliberadamente (?) ou não – da “pinça” que manipula, com a perna da direita e da esquerda atuando concertadamente, o rumo do debate político, limitando-o a (A) vs. (-A), preferimos falar de B, C, D… Z. Afinal, como sempre disse Roberto Marinho, muito mais importante do que o que o Jornal Nacional dava era o que não dava.

Certo?

Dessa forma, em vez de nos deixarmos pautar pela fake news da Folha, constituindo a perna “esquerda” da pinça (como veículos da GloBosfera prontamente fizeram), não nos limitaremos a multiplicar o seu conteúdo por (-1). Aliás, como veremos adiante, teve veículo da GloBosfera que, malandramente, multiplicou-a por… (-1)2 ! Em vez disso, como costumamos fazer, partimos para uma meta-análise desse “noticiário” (sic). Isso porque aqui, como sói acontecer em política, o subtexto é muito mais importante que o texto.

Todos da comunidade Duplo Expresso bem conhecem os ataques pesados que este recém-nascido site enfrentou por, obedecendo ao seu assumido engajamento político (em favor do pobre e de um Brasil soberano), “ousar” (?) expor – e detonar – exemplo de deslealdade no PT para com Lula, no episódio “Haddad – Plano B”. Nada que se comparasse aos ataques que vieram na sequência quando, dado esse nosso engajamento, mais uma vez “ousamos” (?) exigir lealdade no PT para com Lula, desta vez requerendo que parlamentares – eleitos pela sigla – se empenhassem de fato na defesa dos seus interesses em Brasília – para além de muito gogó, intercalado por hits das paradas musicais, em lives de Facebook (by DJ Paul PepperTM). Ao contrário disso, o que se seguiu foi uma até agora não explicada campanha – em arremetida estilo kamikaze – para implodir documento que publicáramos que constitui, “singelamente”, prova de crime de Sergio Moro. E que, não fosse a Justiça no Brasil capturada pela Finança e pelo Deep State americano, teria o condão não apenas de anular processo que esse “juiz” toca contra Lula como também de colocá-lo, cautelarmente, na prisão.

Diante da cobrança, em vez de defesa – real – de Lula por parte dos parlamentares em questão, o que veio foi uma blitzkrieg contra o Duplo Expresso, contando com o sequestro de parte da máquina do PT e a cooptação, via aluguel de pena, de sites da GloBosfera. Emulando o que tanto criticam no chamado PIG – o Partido da Imprensa Golpista – Luis Nassif, O Cafezinho, Conversa Afiada, DCM, Revista Fórum e Brasil247, entre outros, agiram em cartel, partindo para tosca tentativa de assassinato de reputação. Sem, é claro, direito de resposta. Afinal, o dossiê fajuto fabricado – em Porto Alegre! – por um dos deputados e “envenenado” com enxertos fake por Luis Nassif não resistem a 15min de buscas no Google – e (somente alguns) printscreens acumulados com muito empenho desde 2016.

“Printscreens”?!

– A-do-ro!

Desafiando a brutal disparidade de armas, na melhor tradição David vs. Golias, deu Duplo Expresso na parada. Ou melhor: deu “os fatos”. Os “hakctivistas” – hackers + ativistas – que nos assessoram garantem ter sido nada menos que uma lavada nas redes sociais: 75/ 25% em favor do DuplEx.

E antes que reclamem mais uma vez os que pedem “união”: se voltamos ao tema hoje não é para espezinhar. E, sim, para mostrar para os mais lentos como tudo sempre esteve encadeado: Moro refém/ Eduardo Cunha clandestino/ Plano B – Haddad/ prisão de Lula/ “esquisitices” na GloBosfera/ ataques ao DuplEx. Premidos pelo imperativo do ativismo e do engajamento mencionado, nós do DuplEx demos a nossa cara para bater. Poderíamos muito bem termos sucumbido, dada a assimetria avassaladora no poder de fogo. Mas tínhamos ao nosso lado os fatos. E, tão importante quanto, uma aguerrida rede de apoio – a comunidade Duplo Expresso – que vestiu a camisa e fez a verdade prevalecer nas redes. Por isso, quando com o passar do tempo as coisas ficam claras, sentimo-nos obrigados a agradecer a vocês todos pelo apoio na hora mais difícil.

Acreditem: assim como o Presidente Lula – e o Brasil invadido! – venceremos no final. Mas nunca esquecendo, é claro, os ensinamentos milenares do General Sun Tzu: o imperativo de conhecer a si, ao inimigo e ao terreno. Sem saber quem é, de fato, amigo ou inimigo, impossível vencer uma batalha sequer, garante o General chinês. Que dirá então derrotar a sofisticada guerra híbrida tocada contra o Brasil – em “PPP” – pela Finança internacional juntamente com o Deep State americano.

Viva Lula!

RIP Plano B!

Sun Tzu neles!

*

Para os mais lentinhos: como tudo está ligado

*

    • Quem ri por último…

 

    • Perguntem ao Sun Tzu o que ele acha de “união” com quem não se sabe, de fato”, se é “amigo”…

*


*

Compartilhe:

Acha o nosso trabalho importante? Reforce a nossa causa em apenas 2 segundos: apoie a sua divulgação tornando-se um Patrono do Duplo Expresso

Facebook Comments

Romulus Maya

Advogado internacionalista. 10 anos exilado do Brasil. Conta na SUÍÇA, sim, mas não numerada e sem numerário! Co-apresentador do @duploexpresso e blogueiro.