Diários da Pandemia: quarentena e reflexão (6)

A Comunidade Cristã Gerando Vida está localizada no Morro do Sossego, em Duque de Caxias (RJ).

Acreditamos no Evangelho libertador, sem jugo, sem controle ou dominação.

Em tempos de Covid-19 percebemos a importância dos ensinos de Jesus. E como a forma que são compartilhados pode ser de grande valia ou de vergonha.

“Porque hão de surgir falsos cristos e falsos profetas,

e farão sinais e prodígios para enganar, se possível, até os escolhidos.”

(Marcos13.22-23)

Sabemos que os templos evangélicos em territórios periféricos tem um papel importante para os moradores, pois são neles que ocorrem as atividades culturais (teatro, dança e canto), grupos de apoio (grupo de mulheres, homens, idosos, jovens e crianças), doações de alimentos e, claro, apoio espiritual para aguentar a luta diária.

Mas, o que temos visto por aqui, durante a quarentena, por parte das lideranças evangélicas, é um discurso vazio e de pouca ação, ou quase nenhuma.

“Meus irmãos, que aproveita se alguém disser que tem fé, e não tiver as obras. Porventura a fé pode salvá-lo? E, se o irmão ou a irmã estiverem nus, e tiverem falta de mantimento cotidiano, E algum de vós lhes disser: Ide em paz, aquentai-vos, e fartai-vos; e não lhes derdes as coisas necessárias para o corpo, que proveito virá daí? Assim também a fé, se não tiver as obras, é morta em si mesma.

(Tiago 2.14-17)

 

Percebemos que os cristãos estão perdidos como devem proceder diante da pandemia , já que a única discussão percebida entre eles, em sua maioria, é se devem se reunir ou não nos templos para cultuar a Deus, depois que foi decretada a quarentena.

Parece que esqueceram que: “O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da terra, não habita em templos feitos por mãos de homens.” (Atos 17.24 )

Por aí, já percebemos que não há nenhum esforço de se falar dos perigos e consequências dessa pandemia, como se os cristãos estivessem imunes ao vírus, pouco se fala sobre a prudência e meios de prevenção.

“O tolo não tem prazer na sabedoria,

mas só que se manifeste aquilo que agradece seu coração.”

(Provérbios 18.2 )


Ou seja, não temos mobilização e/ou organização das igrejas evangélicas do bairro no combate ao Covid-19.

Nós, da Gerando Vida, juntamente com a iniciativa MALOCA, estamos articulados com outros coletivos e Redes com o objetivo de arrecadar alimentos, produtos de limpeza e higiene para atender as famílias das crianças participantes da igreja e do MALOCA.

Aliados à essas ações tentamos demonstrar que o Evangelho de Jesus Cristo vai além dos cultos nos templos, que precisamos transformar o amor em ação, principalmente, nos momentos de dificuldades.

O próprio Jesus nos ensinou que não veio para ser servido e sim para servir.

“Jesus os chamou e disse:

Vocês sabem que aqueles que são considerados governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas.

Não será assim entre vocês.

Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo; e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo de todos.

Pois nem mesmo o Filho do homem veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos”.

(Marcos 10. 42-45)

Por: Lindomar Machado e Ana Felix (Pastores da Comunidade Cristã Gerando Vida).

M.A.L.O.C.A. – Movimento Alternativo Libertário e Organizado em prol da Cidadania é um coletivo de mulheres da periferia de Duque de Caxias.

https://www.facebook.com/pg/malocadacidadania/about/?ref=page_internal

 

ver também:

Rede de Solidariedade (2)

Diários da Pandemia: uma Rede de Solidariedade (1)

 

Diários da Pandemia: quarentena e reflexão (5)

Diários da Pandemia: quarentena e reflexão (4)

Diários da Pandemia: quarentena e reflexão (3)

Diários da Pandemia: quarentena e reflexão (2)

Diários da Pandemia: quarentena e reflexão (1)

 

Diários da Pandemia: na linha de frente (2)

Diários da Pandemia: na linha de frente

 

Diários da Pandemia: Movimenta Caxias (1)

Diários da Pandemia: chegou a hora de ir para casa

Diários da Pandemia: num condomínio de alta classe média

Diários da Pandemia: Pesquisa e Desenvolvimento na luta pela saúde

Diários da Pandemia: o Brasil não vai falir

Diários da Pandemia: Complexo da Maré (RJ)

Diários da Pandemia: junto ao Povo da Rua no Rio de Janeiro (RJ)

Diários da Pandemia: Morro do Sossego, Duque de Caxias (RJ)

*

*

*

Canal do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/grupoduploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube:
https://www.youtube.com/DuploExpresso

Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/643347
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Romulus Maya no Twitter: https://twitter.com/romulusmaya
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Romulus Maya no Facebook: https://www.facebook.com/romulus.maya
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Romulus Maya no Instagram: https://www.instagram.com/romulusmaya/
Duplo Expresso no VK: https://vk.com/id450682799

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments