“Crise”: os sinais… DECIFRADOS! – D.E. 20/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, faz a análise da conjuntura política. Hoje com destaque para mais um C.Q.D. (“como queríamos demonstrar”) do Duplo Expresso: a administração da “informação”, “sobre o coronavírus”, para o pastoreiro dos mercados para baixo e para cima (mais para baixo que para cima, note-se: saldo de mais de 40%!), alternadamente, nas últimas semanas. Quem sabia antes ficou (ainda mais) rico.😉
*
(ii) De São Paulo, capital financeira do país, o economista e professor da FGV Paulo Gala dá testemunho: “A crise, sob duas lentes: o operador, no mercado; o brasileiro, em busca de um projeto de desenvolvimento”.🧐
*
(iii) Do Ceará, Daniel Simões, pesquisador independente português radicado no Brasil, segue expondo os segredos mais bem guardados da (mais) Alta Finança Transnacional. Hoje: “coronavírus, engenharia social, controle psicossocial”.🧐
*
(iv) Da França, o antropólogo João de Athayde comenta: “teremos mais gente falida que… falecida!”
*
Imperdível!

Ler mais

40%! O desabamento das bolsas vai além? – D.E. 19/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, analisa a conjuntura política no momento em que as Bolsas no mundo, e no Brasil, já acumulam perdas na faixa de 40% (!). O que vem por aí?
*
(ii) De Santa Catarina, o economista Mauricio Mulinari, do IELA/ UFSC, comenta: “a natureza da crise brasileira e o papel dos trabalhadores”.
*
(iii) De Portugal, o historiador Mario Maestri lança a sua navalha, afiadíssima, sobre a política brasileira. Hoje com o tema: “fora Bolsonaro-Morao é uma questão de saúde pública”.
*
(iv) De algum ponto (deliberadamente) não identificado da América Latina, Alejandro Acosta, uruguaio editor da Gazeta Revolucionária, comenta: “o coronavírus na América Latina”.
*
Imperdível!

Ler mais

Líderes nacionalistas: Mohammed Mossadegh

Com base na renda obtida pela nacionalização do petróleo, Mossadegh instituiu um conjunto de reformas sociais igualitárias, como a libertação dos camponeses do trabalho obrigatório nas terras dos senhorios, a criação de direitos trabalhistas, de um sistema de previdência pública e do imposto de 20% sobre a renda fundiária para financiar projetos de infraestrutura social, como controle de doenças, habitação rural e banhos públicos.

Ler mais

“Crash continuado”, PCC e Guerra Híbrida: chegou o “reboot”? – D.E. 17/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, atualiza o expressonauta o “rolling crash” nos mercados: um crash continuado. Trump já admite recessão nos EUA e Europa entra em confinamento. E o Brasil?
*
(ii) De Santa Catarina, o economista Nildo Ouriques, do IELA-UFSC e da RB/PSOL, comenta: a crise global e o colapso no Brasil.
*
(iii) De São Paulo, Piero Leirner, antropólogo da UFSCar, o nosso “Professor Doutor Titular de Guerra Híbrida”, comenta os últimos disparos nesse conflito.
*
Imperdível!

Ler mais

Quarentena: o dia em que o mundo parou — D.E. 16/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya — agora também em quarentena —, Editor-chefe do Duplo Expresso, analisa a conjuntura política na semana que começa com os mercados desabando. De novo. “Cof-cof”!
*
(ii) Do Rio de Janeiro, Felipe Quintas, cientista político e doutorando da Universidade Federal Fluminense, comenta: “O dia em que o mundo parou”.
*
Imperdível!

Ler mais

Hy-Brazil: mortes em série

agora, Bebianno. semanas atrás, Adriano da Nóbrega. exatamente há dois anos, em 14/03/2018, Marielle e Anderson.
com Bolsonaro, os Porões da Ditadura enfim ocupam o Palácio do Planalto, para operar não mais sob as trevas de alguma Guerra Suja, e sim em plena luz do dia numa Guerra de Famiglias.
sem distinção entre si, facções criminosas e frações de classe disputam não apenas pela função de gestores executivos da crise do Capitalismo no Brasil, como, principalmente, por uma necessidade de sobrevivência.

Ler mais

Rebelião no Chile hoje. Brasil e América Latina amanhã. Papel da esquerda

O imperialismo quer implementar o modelo pinochetista chileno no Brasil, como modelo para toda a América Latina. A preparação da estrutura jurídica policial militar e o ascenso dos generais ao controle dos postos chave do governo tem como objetivo impor brutais ataques contra os brasileiros e todos os latino-americanos.
A manifestação dos bolsonaristas em 15.3 faz parte de uma manobra de Donald Trump para impulsionar a Jair Bolsonaro como uma liderança da extrema direita em América Latina, dada a brutal crise de Macri, Piñera, Duque e Guaidó.

Ler mais

“Cof-cof”: é o coronavírus tocando fogo nos mercados? – D.E. 13/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, faz a análise da conjuntura política diante do crash dos mercados em nível global.
*
(ii) De Belo Horizonte, o jurista Luiz Moreira, constitucionalista, professor e ex-Conselheiro do CNMP, discute saídas para o Brasil: estagnação econômica, constituição e desenvolvimento.
*
(iii) Da França, o antropólogo João de Athayde comenta: “população e território, em tempos de coronavírus”.
*
Imperdível!

Ler mais

Reflexões sobre a criação do Estado Nacional: um modelo próprio

Também como toda organização, o Estado Nacional possui um objetivo, cuja persecução é sua razão de existir. E o que dá existência de um Estado Nacional? Sua soberania, isto é, a soberania da Nação a qual representa e governa. E o que seria a soberania? A capacidade de gestão autônoma, independente de restrições que não sejam as do território onde exerça seu Poder. Uma colônia – política, econômica, tecnológica, religiosa, ideológica – não constitui um Estado Nacional: as independências, o conjunto de todas elas, constituirão a efetividade do Estado Nacional.

Ler mais

“O crash e o segundo mergulho”: cara, o D.E. não erra uma? – D.E. 12/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, analisa a conjuntura política quando o D.E. acerta mais uma: o segundo mergulho nos mercados. Mais: quebra dos mercados deixa clara a diferença no plano de rapina da Finança Transnacional para a periferia do capitalismo, onde está o Brasil, e o centro, desenvolvido. É você quem vai pagar a conta!
*
(ii) De São Paulo, a socióloga Angelica Lovatto, Professora da UNESP, em tempos de conjuntura brasileira que caminha perigosamente para a transição/fechamento clandestino de regime, comenta: “A contrarreforma da previdência em São Paulo e no Brasil: hora de re-organização dos trabalhadores”.
*
(iii) De Portugal, o historiador Mario Maestri lança a sua navalha, afiadíssima, sobre a política brasileira. Hoje com o tema: “Dino, Maranhão: o capital imperialista chinês é revolucionário?”.
*
Imperdível!

Ler mais

Hy-Brazil: o colapso como sistema

migramos de uma governamentalidade sob o modelo da economia política para um paradigma cibernético. no qual a mercadoria mais importante é a informação. seu processamento ocorre num fluxo incessante, através de uma coleta e análise 24×7 de dados, para produzir informações e gerar  inteligência. produção-distribuição-consumo já não são instâncias delimitadas, e sim superpostas e interconectadas. a palavra cibernética em sua origem grega tem o significado de “governança”.

Ler mais

Mercados: quem ganha – e faz – o crash? – D.E. 10/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, faz a análise da conjuntura política, quando Bolsonaro rouba outra bandeira que deveria ser nossa: um sistema seguro de votação. Por que agora? Mais: em mais um dia de decepção com os constrangimentos da política partidária atual, faz-se necessária mais uma conversa franca com o expressonauta. Volta a campo o “Romulão Sincerão”. Que será desta vez?
(ii) Do Ceará, Daniel Simões, pesquisador independente português radicado no Brasil, segue expondo os segredos mais bem guardados da (mais) Alta Finança Transnacional. Hoje: “Documentos: a (maçônica) República Federativa do Brasil é uma Corporação-Estado registrada na SEC (a Comissão de Valores Mobiliários dos EUA) desde 2002: ligações diretas com a Petrobras e a emissão de R$ 260 bilhões em Títulos de Dívida”.
*
Imperdível!

Ler mais

O preço do petróleo e o sinal dos tempos

As oscilações nos preços do petróleo têm impactado a economia. A frequência e a amplitude dos movimentos são maiores nos últimos dez anos do que aquelas observadas historicamente. As interpretações sobre o comportamento dos preços variam de acordo com a formação do analista e da sua capacidade, mas também dos seus interesses.
Pretendo evidenciar que com o fim do petróleo barato de se produzir e a incapacidade dos assalariados em pagar por mercadorias relativamente mais caras, o sistema econômico, de natureza concentradora, não funciona. A produção de petróleo mundial tende a cair, e assim a economia e o sistema financeiro também colapsam.

Ler mais

“Petróleo | Coronavírus”: pânico nos mercados hoje — D.E. 9/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, faz o inventário das forças que efetivamente querem combater o Imperialismo no Brasil. Tá tudo dominado?
*
(ii) Do Rio de Janeiro, Felipe Quintas, cientista político e doutorando da Universidade Federal Fluminense, traz mais um capítulo do inventário que vem apresentando de líderes nacionalistas da periferia do capitalismo que ousaram enfrentar o Imperialismo no interesse do seu povo. Hoje: “General Velasco Alvarado e o nacionalismo militar peruano”.
*
Imperdível!

Ler mais

Brasil: a semana em que Lula jogou a toalha – D.E. 8/mar/2020

Destaques:
(i) Diretamente de Berna, a capital da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, atualiza o expressonauta sobre o que fazer para desmascarar o Golpe, na semana em que ficou claro que Lula jogou a toalha.
*
(ii) Do Rio de Janeiro, Felipe Coutinho, Presidente da AEPET, a Associação de Engenheiros da Petrobras, e, do Espírito Santo, Claudio Oliveira, economista aposentado da Petrobras, comentam os últimos desdobramentos na geopolítica do petróleo no contexto de desmonte da Petrobras;
*
(iii) De Belo Horizonte, o jurista Luiz Moreira, constitucionalista, professor e ex-Conselheiro do CNMP, discute saídas para o Brasil: estagnação econômica, constituição e desenvolvimento.
*
Imperdível!

Ler mais