Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães e “as etapas da resistência”

Da Redação do Duplo Expresso,

No seu comentário da quinta-feira (10 de maio), no programa matinal que deu nome a esta página, o Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães destacou o papel histórico dos trabalhadores no processo de construção da democracia.

O seu raciocínio permitiu ao público uma reflexão sobre as etapas que devem ser seguidas para que os resultados esperados sejam atingidos. Muito além do embasamento teórico, o Embaixador Samuel iniciou com a citação de dois caminhos: “organizar e mobilizar”. Posteriormente acrescentou o ato de “informar” como parte da estratégia.

O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães sugeriu também a “interpretação” como possível tarefa nesta luta pelo resgate democrático e da nossa soberania.

O que honra o Duplo Expresso é ter recebido espontaneamente deste importante quadro da nossa política o atestado de que estamos a cumprir estas etapas mencionadas.

O nosso colega Carlos Krebs encontrou na palavra “ação” a síntese daquilo que foi sugerido pelo Embaixador Samuel e que tem sido a norteadora dos nossos trabalhos diários.

Transcrição de Camila Govedice – Trecho da fala do Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães no Duplo Expresso de 10 de maio de 2018

…os trabalhadores, o Partido dos Trabalhadores, os indivíduos que defendem os interesses do povo brasileiro, são duas tarefas: organizar e mobilizar. Se você quiser, pode acrescentar mais uma que é informar, que é o que, três tarefas que o Duplo Expresso cumpre, quer dizer, ele se organiza, ele procura mobilizar e ele procura informar as pessoas sobre os fatos que estão ocorrendo e interpretar esses fatos. Se quiser, além de informar, interpretar. Quatro tarefas. Essas tarefas são permanentes. Se o presidente Lula for eleito, como eu confio, essas tarefas permanecem. Organizar, mobilizar, informar e interpretar a camada da população que é tão [inaudível] desinformada e sofre a interpretação falsa da realidade que se procura desmobilizá-la, Então é isso que aparenta. Essa tarefa não terminou, nunca terminou, deve continuar, terá que continuar porque os grupos que se opõem à maioria, camadas que eu chamo de classe hegemônica, perseguirão, na defesa de seus interesses de se apropriar da maior parte do produto nacional. É isso que estão fazendo, estão se apropriando de uma parcela maior do produto, reduzindo a parcela que vai para o trabalho.

 

Acha o nosso trabalho importante? Reforce a nossa causa em apenas 2 segundos: apoie a sua divulgação tornando-se um Patrono do Duplo Expresso

Facebook Comments

Wellington Calasans

Jornalista, Radialista, Ativista Político, Sonha com um Brasil parecido com a Suécia e uma Suécia com o sol do Brasil, o sonho é livre.