Sua liberdade, sua privacidade e o coronavírus… o roteiro seguido à risca

Sua liberdade, sua privacidade e o coronavírus… o roteiro seguido à risca

Por Cláudio Abreu.

Se bem a pandemia tem neste momento nossa total atenção, ela é apenas um evento passageiro se olharmos esse fenômeno desde a perspectiva da história das civilizações; evidentemente é um evento importante tanto por coloca em risco vidas humanas como por estar (talvez desde sua origem) vinculada com os jogos de poder, com as dinâmicas de interesses, com a estrutura doo tipo de sociedade global, regional e local que efetivamente temos. Como bem nos mostra Pepe Escobar em sua coluna A China engalfinhada em uma guerra híbrida com os Estados Unidos, seguimos em um cenário no qual, em termos globais e de longo prazo, podemos ver claramente uma disputa entre E.U.A., por um lado, e China (com o apoio da Rússia), por outro, pelo posto de primeira nação do planeta.

Quanto aos E.U.A., sabemos que necessitam proteger sua estrutura econômica para o bem do capital imperialista que representam. Isso implica que, frente a perda de espaço em outros continentes, a exploração da América Latina é o que resta. Por essa razão, temas como energia, alimentos, biodiversidade, drogas, minérios, empresas estatais etc. se tornam muito importantes e passam a ser o foco de algumas ações dos E.U.A, que não pode abrir mão do controle da população do continente para atingir seus objetivos.

Pois bem, como salientado em O mundo e a América Latina, está em curso uma nova Operação Condor. No Brasil, a sociedade está à beira do caos. Chegamos ao ponto de não mais acreditar nas instituições, nas lideranças, no futuro próximo etc. Some-se a isso a pandemia e temos um cenário propício para a consolidação de uma ditadura jurídico-tecnológica. Como alertaram a meses, no DE de 11 de junho de 2019, Pepe Escobar, Piero Leirner e Romulus Maya, essa seria a posta para o Brasil: gerar o caos absoluto para abrir caminho para uma solução de ordem. Falta muito pouco!

Neste cenário, começam a aparecer as alternativas que nos salvariam do inimigo externo, do inimigo interno e, agora, do muito conveniente inimigo invisível. Na luta de todos contra o Coronavírus, o inimigo invisível, pelo App do SUS permitimos que o governo saiba nossa localização precisa (pela rede de telefonia e GPS) ou aproximada (pela rede de telefonia), permitimos que grave áudio, que consulte, modifique e até elimine conteúdo da SD. Mas não termina nisso, pois se permite também acesso total à rede, as conexões de rede, além de permitir que seja possível impedir que o telefone seja colocado em modo avião.

A pandemia gera a possibilidade perfeita para um plano piloto, um balão de ensaio. Depois virá uma ameaça terrorista ou mesmo um atentado (possivelmente uma bandeira falsa) para que então seja aceito este tipo de controle sobre a população de modo permanente? Assim estaríamos seguros e protegidos do inimigo externo (o comunismo terrorista, por exemplo) e do inimigo interno (os perigosos comunistas m diálogos cabulosos com o PCC, infiltrados na sociedade brasileira). Pronto, estará consolidada o que se pode chamar de A estrutura da ditadura digital brasileira.

É evidente que o cruzamento de dados pessoais é um ataque direto à privacidade, pois possibilita traçar um perfil de controle total da vida do cidadão. Pois bem, é disso que tratam os decretos 10.046/2009 e 10.047/2019, editados no governo Bolsonaro. O trabalho fica completo com:

PL 2418/2019 – Legalização do monitoramento de aplicativos de troca instantânea de mensagens;

PL 3389/2019 – Acaba com o anonimato na internet;

PL 1595/2019 – Estabelece forças “antiterroristas”, com doutrina de ataque preventivo;

– PLs443/2019 (substitutivo do relator) e 5327/2019 – Transformam crimes comuns, militância política e coisas como ato público/ ocupação em “terrorismo”.

Com a eclosão da crise econômica global, é agora mais urgente a retirada das riquezas naturais e de direitos do cidadão. Só assim a América Latina poderá contribuir para a salvação (ou reconstrução) da economia dos E.UA. Mas esse processo requer controle da população. A pandemia, parece, ao final das contas contribuirá em muito com a Operação Condor II.

Frente ao que vivemos nestes dias desde o governo federal, surgem algumas perguntas:

– Seria o desatino de Bolsonaro proposital? Ele já teria assegurado seu paraquedas dourado? Estaria colaborando para sua queda? Autogolpe?

– Ou será que seu desatino é uma forma de proteção? Seria seu instinto de político atuando para salvá-lo? Há um conflito entre a família e outros setores do governo e sua base?

Seja como for, parece haver alguma certeza:

– No que se refere a entregar as riquezas do Brasil, com ou sem Bolsonaro, o caminho será o mesmo;

– A consolidação de uma nova estrutura de Estado seguirá em curso, quase imperceptível;

– O coronavírus será vencido, mas tanto a liberdade como a privacidade serão direitos concebidos de modo distinto. Aqui é que mora o perigo: normalizar a flexibilização das noções de liberdade individual e de privacidade.

A reconstrução econômica da América Latina depois do coronavírus e da crise econômica já está sendo preparada no marco da disputa entre E.U.A. e China pelo posto de primeira nação do planeta. No Brasil, talvez necessitemos de uma nova Constituição (de notáveis) para consolidar o novo pacto nacional. Se inicia uma nova era, um tempo no qual, vencidos o coronavírus, a crise econômica e as ameaças ideológicas, o Brasil poderá ser efetivamente o país do futuro, um país em vias de desenvolvimento (leia-se, uma grande fazenda, como tal muito próspera).

Cláudio Abreu, filósofo, doutor em epistemologia e história da ciência, professor da Universidade Nacional de Tres de Febrero, Argentina.

*

*

*

Canal do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/grupoduploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube:
https://www.youtube.com/DuploExpresso

Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/643347
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Romulus Maya no Twitter: https://twitter.com/romulusmaya
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Romulus Maya no Facebook: https://www.facebook.com/romulus.maya
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Romulus Maya no Instagram: https://www.instagram.com/romulusmaya/
Duplo Expresso no VK: https://vk.com/id450682799

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments