Expresso da Meia-Noite: Caderno Semanal

Por Ricardo Guerra

Caros Expressonautas,

Sejam bem vindos a 19° edição do nosso Caderno Semanal (período de 27.08 a 02.09 de 2020). O embarque está liberado.

A semana começou com uma desastrosa notícia para a economia do País: as compras de bens para as Forças Armadas e as polícias do Brasil serão feitas preferencialmente nos Estados Unidos. Assim, os militares “brasileiros” enterraram a nossa Indústria de Defesa Nacional. “Fogo amigo… um tiro de morte no coração da nossa indústria… assumiram, de papel passado, que somos uma colônia”, reagiram os Expressonautas.

Com o entreguismo a todo vapor, neste final do mês de agosto, os debates e comentários estabelecidos no grupo do Duplo Expresso no Telegram, foram bastante fervorosos. Dentre os temas mais discutidos e compartilhados, destacaram-se:

  • A imprensa vem reforçando a ideia de polarização interna no governo, divulgando uma falsa condição de isolamento de Paulo Guedes. O ministro “estaria” sendo fritado por ser o promotor de uma agenda ultraliberal, a qual, querem nos fazer crer, os generais “seriam” contrários. “O mecanismo de distração utilizado pelo governo, agora funciona assim: enquanto os militares fazem pose de defensores de uma bandeira ‘protecionista’ e aproveitam para reforçar o estereótipo de ‘nacionalistas’ (que na verdade não são), o projeto entreguista em favor do imperialismo está ocorrendo na mais perfeita sinergia entre Guedes e os generais (os que realmente comandam o governo)”. 
  • O “Expressonauta sabe que essas propagadas “polarizações internas” são apenas estratégias do governo. A criação dessa cismogênese, agora entre Guedes e os Generais, serve exclusivamente como ação diversionista, dentro do planejamento entreguista, e tem por objetivo cumprir (à risca) a agenda neoliberal no Brasil. “O que as forças armadas fazem pelo País? entregaram nossa base de Alcântara, a Embraer e querem entregar o pré sal… acabaram de destruir a indústria de defesa… e o governo ainda se transformou num cabide de empregos para eles entregarem toda a nossa Soberania”, foram os comentários.
  • A agenda entreguista segue avançando voraz: o Conselho da Petrobrás autorizou a venda do restante da BR Distribuidora (com Supremo e tudo) e o Serpro anunciou que vai abandonar a política de uso de software livre e que está implementando um estudo para o fechamento de suas unidades regionais. “Quem paga o preço somos nós… o Brasil perde a oportunidade de ser um pólo desenvolvedor de tecnologia e os trabalhadores perdem os empregos… a Petrobrás abdica de refinar óleo bruto para importar combustíveis… os acionistas ficam com os lucros da venda desse importante ativo… e o povo com o prejuízo e o preço mais elevado nas bombas”,  comentaram os Expressonautas.
  • O (des)governo Bolsonaro/Guedes anunciou redução na estimativa de crescimento e um rombo maior nas contas públicas, ao mesmo tempo em que enviou para o Congresso Nacional uma proposta de salário mínimo sem aumento real, pelo segundo ano seguido. Enquanto isso, o inepto ministro do Meio Ambiente (Ricardo Salles) anunciou a suspensão de todas as ações de combate às queimadas e ao desmatamento no território Nacional, alegando falta de verbas. E, em plena Pandemia, Bolsonaro, Petrobrás e FUP querem impor acordo encarecendo a assistência médica aos petroleiros. 
  • Batendo cabeças, o governo segue demonstrando total descaso com o Povo, irresponsabilidade com a administração dos Bens Públicos e com a preservação do Patrimônio Nacional, e um despreparo assustador para o exercício da função. “Quem sobreviver… não terá condições de se manter na velhice… raros serão aqueles que conseguirão se aposentar, e, mesmo assim, terão que viver (ou morrer) com menos de 1 salário mínimo e sem qualquer tipo de assistência… nem fazem mais questão de esconder a incompetência para gerir o País”, repercutiu-se no grupo.
  • E Guedes, querendo eximir a culpa do governo e expressar um (falso) otimismo com a economia do país, disse que a queda no PIB seria como a luz das estrelas, emitida há milhões de anos. “Que ‘poeta’: a luz que ele conhece é a do fogo do inferno!”, comentou indignada uma Expressonauta.
  • Diante de tudo isso o ministro Marco Aurélio (STF) ainda sai com uma dessas: “é preciso deixar o presidente trabalhar”. Com o País se desfazendo, ele resolveu virar o sinal, surtou e entrou na onda do golpe. Diversionismo ou  kompromat? “O Brasil está para piadas?” perguntou Romulus Maya.
  • O Deputado Federal Glauber_Braga, encampando a sugestão de Romulus, protocolou requerimento solicitando a abertura dos arquivos da CPI do Banestado e que fossem retiradas (imediatamente) qualquer atribuição de sigilo sobre os mesmos. O ex-Senador Requião publicou, via Twitter, a importância de desentranhar dos porões o destino do dinheiro do escândalo Banestado CC5 (ocorrido no governo FHC), e nos alertou: “os ladrões de ontem são os mesmos ladrões de hoje e ainda operam o dinheiro público roubado naquela ocasião”. “Glauber entrou no jogo para cobrar providências, foi justamente respondendo no twitter a questão levantada por um Expressonauta. Foi na base da insistência, do bom assédio… com inteligência, sem agressão. Funcionou! Funciona. Nós aqui no D.E. estamos aprendendo e colocando em prática uma nova maneira de fazer política”, declarou um Expressonauta.
  • Neste contexto, é importante destacar que o Coletivo Pátria Soberana divulgou o arquivo final com a transcrição dos 3 volumes em PDFs das contas CC5, relacionados ao escândalo do “Caso Banestado”, onde aparece citado, na lista de quem fez remessas ilegais de dinheiro para o exterior, utilizando o esquema, o nome do ministro do STF Luis Roberto Barroso.
  • As notícias relacionadas ao ambiente da juristocracia brasileira apontam que Dallagnol vai deixar o comando da Lava Jato e que Dario Messer (o doleiro dos doleiros) ganhou um presente do juiz Bretas. Após delação, Messer foi posto em liberdade e sem tornozeleiras. “Faz parte do acordo das sinergias?… Dallagnol foi liberado dos processos em troca de deixar o cargo?… projeto político? Ele sai do “holofote”… e se lançar como senador ou como vice na chapa do Moro para presidente?… já Bretas (figura próxima de Bolsonaro) quer uma vaga no STF?… tem em mãos um dossiê com a delação de Messer… vai esperar cair no esquecimento e alegar falta de provas?”, conjecturaram os Expressonautas.
  • E, em mais uma disputa, no jogo da política nacional (isto é, o que se entende hoje por isso) o afastamento de witzel levantou interrogações no grupo: “Vitória contra um canalha? Vitória da juristocracia? Ou telecatch?”
  • Quanto a Pandemia, o Brasil vai se aproximando de 4 milhões de casos e ultrapassando o número de 120 mil mortes por covid-19, enquanto o mundo chega a marca de 25 milhões de pessoas contaminadas. Em nível federal, nada tem sido feito em benefício da saúde das pessoas e o presidente, desprezando os indicativos médicos e científicos, ainda minimizou a gravidade da situação em favor de um alegado prejuízo para a economia, para o qual, também, não se estabeleceu qualquer tipo de planificação. 
  • Sem planejamento para o enfrentamento da Pandemia e sem criar estratégias para a manutenção das atividades econômicas, o presidente atuou contra a instituição do isolamento social preventivo, sugeriu falsa possibilidade de cura – indicando medicamentos sem eficiência comprovada – e ainda forçou a antecipação do fim da quarentena. Dessa forma, o governo institucionalizou um verdadeiro genocídio no País, ao mesmo tempo que fez o Brasil amargar o maior fracasso econômico já visto na sua história. E a situação da economia, que já estava muito ruim antes da Pandemia, só fez piorar, denotando falta de competência gerencial e um completo desprezo pela vida das pessoas.

E a presente edição finaliza com mais um momento de reflexão promovido por um Expressonauta: “Estamos numa guerra. E só existe uma pauta; 1% contra 99%… quem irá derrotar o capitalismo?  Jesus Cristo reencarnado, um punhado de iluminados ou os trabalhadores nas ruas?

Um forte abraço e até a próxima edição!

_________________________________________
Canal do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/grupoduploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube: https://www.youtube.com/DuploExpresso
Romulus Maya no Twitter: https://twitter.com/romulusmaya
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Romulus Maya no Facebook: https://www.facebook.com/romulus.maya
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Romulus Maya no Linkedin: https://www.linkedin.com/in/romulo-brillo-02b91058/
Romulus Maya no Mastodon: https://mastodon.social/@romulusmaya
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Romulus Maya no Instagram: https://www.instagram.com/romulusmaya/
Romulus Maya no VK: https://vk.com/id450682799
Duplo Expresso no Twitch: https://www.twitch.tv/duploexpresso
Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Áudios no Spotify:
https://open.spotify.com/show/5b0tFixIMV0k4hYoY1jdXi?si=xcruagWnRcKEwuf04e1i0g
Áudios na Rádio Expressa: https://t.me/radioexpressa
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/643347

 

Facebook Comments