Barulho com Haddad é “fogo amigo” para matar o candidato do povo

Por Wellington Calasans, para o Duplo Expresso

Nas últimas 48 horas há um frenético movimento para tentar “vender” Haddad como um candidato com condição de ser apresentado como um “Plano B” com o aval de Lula. Uma piada que, se fosse verdadeira, seria o mesmo que decretar a morte política, e não só, do próprio Lula.

Desistir com mais de 40% (33% do IBOPE são uma farsa) de apoio popular seria trair o povo. Lula se rendeu ou esse barulho é “fogo amigo”? Por que não param logo com essa palhaçada? Vão lutar por Lula ou vão se jogar nos braços dos bancos?
O velho truque da tabelinha PIG/Globosfera já não engana mais ninguém. Repercutir matéria, até da Veja, que apresenta Haddad como “o candidato de Lula” é recado dessa esquerda frouxa para Lula se entregar? Lula se entregou? Ou é apenas o “fogo amigo” querendo destruir o nordestino?

Esse filme de “Plano B” com Haddad é ridículo. Quem é Haddad? A cúpula do PT pensa mesmo que vai ser algo sem Lula? Enquanto qualquer partido no mundo que tivesse um candidato com mais de 40%, como é o caso do PT com Lula, desafiaria o STF, os bancos e até o Pentágono, essa turma que convenceu Lula a ir para o presídio tenta normalizar um estupro contra a soberania popular. Vai lutar, cambada de frouxo!

Será que esses personagens desconhecidos, que só chegaram ao poder porque tiveram uma foto com Lula nas campanhas locais, têm o direito de trair o povo brasileiro? Será que podemos chamar isso de esquerda? O festival de mentiras com o nome de Lula ultrapassou todos os limites de traição. Tudo isso para força-lo a se render.

Tentaram primeiro dizer que a defesa de Lula teria pedido a Fachin (o Fraquinho) para avaliar se Lula era inelegível. Festival de canalhice e desinformação! Os advogados Waleska e Zanin negaram esta manipulação da tabelinha PIG/Globosfera e deixaram claro que nunca pediram para Fachin verificar isso.

É um absurdo vermos que além da direita, da CIA, STF, etc. muitos petistas ainda usem canais que se apresentem como “alternativo” para que contribuam, na condição de coautores, para a prática deste crime contra Lula e, pior!, contra os mais de 40% que querem Lula presidente, mesmo estando preso.

Diante dos últimos acontecimentos, os cenários mais prováveis apontam para um Lula isolado, abandonado e sendo rifado pelos “companheiros”. Por isso, vamos às perguntas incômodas (perguntar não ofende!) e comentários necessários:

1 – Por que o PT não se mobiliza em defesa de Lula colocando o povo na Rua?
2 – Onde estão os sindicatos, CUT, etc.? Sobretudo agora com a não obrigatoriedade da contribuição sindical votada pelo SL – Supremo Legislador. O Congresso Nacional não existe? Hoje quem legisla são 11 togados sem voto? Ninguém faz nada?
3 – Está visível, dentro do PT e da “esquerda”, o preconceito e ódio a Lula:
a) Raiva porque Lula não escolhe um sucessor;
b) O discurso de “mandar Lula às favas” que diz “o PT deveria se preocupar em eleger deputados e senadores”;
4 – Lula virou claramente uma pedra no sapato do PT e da esquerda!
5 – Parte da cúpula do PT quer um partido burocrata, punitivista, sectário, Quixotesco, não gosta e não quer Lula. Esses bananas chegam até a falar em apoiar Ciro;
6 – Lula está rodeado de inimigos e traidores dentro do próprio PT que ajudou a fortalecer. De um lado os autointitulados intelectuais de São Paulo, que apoiam Hadadd e que culpam Lula pela baixa performance de Haddad nas pesquisas. Do outro lado os “Petistas Ciristas” que estão chateados por Lula estar atrasando e prejudicando o processo eleitoral e Ciro Gomes. Há até quem diga que Lula estaria prejudicando o Brasil;
7 – O mais incrível é essa esquerda podre querer rifar um ex-presidente, uma figura política de destaque e influência internacional, o último líder popular do Brasil. E o mais estarrecedor com mais de 33% das pesquisas do IBOPE (que sempre puxa para baixo), com chances reais de vitória esmagadora em turno único, que é vítima de um processo ilegal e é refém de forças inimigas!
Onde estão esses que querem Lula presidente? A resposta é muito simples: é cada um por si, feito cego em tiroteio, porque quem deveria mobilizar e articular a resistência está cruzando os braços! Numa espécie de operação tartaruga até o dia em que o STF ou TSE o tire da disputa. Dessa forma, Lula voltará para casa e a vida segue. É assim que essa turminha frouxa da esquerda está pensando!
8 – O processo de fritura de Lula começou no Governo Dilma, pois ele era grande demais e não daria espaço para outras lideranças “emergentes”. Mercadante era o caçador dos corruptos e o seu sonho era ser o candidato a presidente. A própria Dilma, “a mãe da Lava Jato” fechou questão e não deixou Lula ser candidato em 2014. Seu ministro da Justiça, o “Laranja Podre do PT”, deixou a Lava Jato avançar em cima de Lula! Permitiu busca e apreensão na casa dele, e muito mais… É muito estranho um presidente sair do governo com um dos maiores índices de popularidade do mundo, mais de 80% e no governo da sua sucessora virar um pária!

A Rede Globo e as forças inimigas, à espreita, aproveitaram e tomaram conta do Brasil! Não podemos eximir Dilma Rousseff, agora candidata ao senado, de ter contribuído – seja por incompetência ou por manipulação de terceiros – para o inferno astral do Lula;

O que pesa contra os frouxos é a biografia, o espírito de povo e o fato do ex-presidente Lula ter tirado milhões de brasileiros da miséria. O que mantém Lula cada vez mais forte é esse “tapa do povo” contra todos que odeiam Lula, dentro ou fora do PT. Como diria Nietzsche, “o que não mata fortalece.”

Lula é experiente o suficiente para saber quem são os inimigos – do outro lado – que querem o seu fim. Estes tiros todos sabem de onde virão. O que pode “matar” Lula é o “fogo amigo”. É preciso que o povo fique atento aos movimentos dos que tentam realizar uma eleição sem povo, pois Lula é o vice do povo. O resto é “farinha do mesmo saco”.

Acha o nosso trabalho importante? Reforce a nossa causa em apenas 2 segundos: apoie a sua divulgação tornando-se um Patrono do Duplo Expresso

Facebook Comments

Wellington Calasans

Jornalista, Radialista, Ativista Político, Sonha com um Brasil parecido com a Suécia e uma Suécia com o sol do Brasil, o sonho é livre.