Suecos celebram o “sol da meia-noite”

Por Wellington Calasans, para o Duplo Expresso,

O “sol da meia-noite” é uma festa celebrada na Suécia em um momento próximo ao solstício de verão. A tradição popular diz que a festa tem origem pré-cristã, mas não há evidência de que seja uma festa escandinava pré-cristã, principalmente porque não há nada que justifique ser celebrada em torno do 24 de junho.

A versão mais aceita está diretamente ligada à Igreja Cristã que celebra o nascimento de João Batista no dia 24 de junho desde os anos trezentos depois de Cristo, mas que foi trazida para a Suécia somente no século IX.

Em termos populares, o “sol da meia-noite” costuma ser celebrado na Suécia com música e dança em torno de um mastro – uma haste adornada de folhas e flores, frequentemente sob a forma de uma cruz com grinaldas penduradas nos dois lados.

Eu fui ao povoado de Folkärna na província sueca de Dalarna, a mais tradicional nesta celebração, para ver de perto a festa. Vi as pessoas dançando ao redor deste mastro, enquanto cantavam músicas infantis tradicionais deste país nórdico.

É comum que crianças e adultos usem uma coroa de flores na cabeça, principalmente entre crianças e mulheres. A música é acompanhada por um acordeom e dois violões.

Na Suécia a venda de bebidas alcoólicas é estatal, pois é um assunto visto como “de saúde pública”.

Após a dança, todos os presentes costumam tomar um fika, nome dado pelos suecos para uma pausa onde café ou chá, acompanhados normalmente por algum bolo ou biscoito, são consumidos para a socialização (interação) das pessoas.

Este ano (nesta sexta-feira, 22) os moradores deste pequeno povoado estavam orgulhosos por terem registrado a visita de pessoas de diferentes países, entre eles estavam Japão, Alemanha, Dinamarca, Islândia, Finlândia, Nova Zelândia e o Brasil – com este representante da “Comunidade Duplo Expresso”, como gosta de falar o nosso colega Romulus Maya.

A festa de Midsommar, como é chamado em sueco o “sol da meia-noite”, é caracterizada também por uma forte tradição de consumo acima da média de álcool. Por isso, tem sido realizada com mais intensidade durante o dia, com a presença de crianças. O que aumenta a responsabilidade dos adultos e reduz os excessos com as bebidas.

Veja aqui alguns recortes do evento deste ano, filmados em Folkärna – Dalarna, nesta sexta-feira (22 de junho):

 

Acha o nosso trabalho importante? Reforce a nossa causa em apenas 2 segundos: apoie a sua divulgação tornando-se um Patrono do Duplo Expresso

Facebook Comments

Wellington Calasans

Jornalista, Radialista, Ativista Político, Sonha com um Brasil parecido com a Suécia e uma Suécia com o sol do Brasil, o sonho é livre.