Os adversários de Lula, por Lula

Por Wellington Calasans, para o Duplo Expresso

Para entender o pensamento de Lula, melhor do que qualquer entrevista, onde frequentemente o entrevistador quer ser o protagonista, ou longos discursos de palanque, feitos muitas vezes cercado de “muy amigo(s)”, visitar o perfil “Lula pelo Brasil” no Twitter pode ser a maneira mais autêntica de captar o verdadeiro pensamento deste “Patrimônio do Povo Brasileiro”.

É ali, com poucas palavras, com a preocupação de dizer tudo sem muitas explicações que captamos a verdadeira essência das mensagens de Lula. Não é preciso voltar muito no tempo. No caso deste texto, por exemplo, a “consulta” foi feita no dia 22 deste mês. Veja só como é bom ir direto ao ator, sem intermediários:

Observe que o “se”, no início do texto, diz muito mais do que toda a mensagem, velha conhecida dos palanques e entrevistas. Como vimos, neste caso o “se” funciona como uma condicional. A pergunta que se faz é: o que levaria Lula a questionar a certeza de que o PT pretende responder ao anseio do povo (esmagador nas pesquisas de opinião pública)? Ou resumidamente: o que faz Lula tornar pública esta dúvida?

A resposta está nos “inimigos externos”, mas a mais importante estaria no assanhamento de algumas figuras do partido que, antes de lutar, abandonaram o “Plano A”? Nos “guerreiros” que não guerreiam? Na turma do “Plano B”? Aquela que constrange intelectuais a assinarem manifestos em defesa de outro nome que não o de Lula. Ou seria a “turma da ‘Mandelização’ de Lula”? Composta por parlamentares ou pleiteantes a este posto que querem fazer do martírio de Lula uma alavanca para garantir votos e mandatos?

Longe de querer provocar celeuma, estamos a expor o “grito de alerta” de Lula através das redes sociais. O Duplo Expresso defende a bandeira “Lula de A a Z”, pois a nossa equipe entende que Lula é um “Patrimônio do Povo Brasileiro”, maior que o PT, e, por isso, é o caminho e o atalho para a reconstrução nacional pós-guerra híbrida. Se “todo poder emana do povo”, tirar Lula das eleições é o mesmo que tirar do povo o direito de participação na construção da democracia.

A Presidenta Nacional do PT, Senadora Gleisi Hoffmann, tem sido uma fiel escudeira da candidatura de Lula. Em diferentes momentos desautorizou qualquer quadro do partido a falar pelo PT, isolando a ideia de “Plano B”. “Lula até as últimas consequências” é sinônimo de “Lula de A a Z”. Por isso, apoiamos e encorajamos a Senadora a manter esta bandeira que é a única que traduz o verdadeiro desejo da maioria dos brasileiros.

Lula até onde der”, como já abordado neste post do Duplo Expresso, significa normalizar os crimes de Moro contra Lula. Significa que Lula aceita passivamente uma condenação visivelmente forjada para excluir o seu nome das urnas e que pretende humilhá-lo aos olhos do mundo. É o que também chamamos de “Pacto Corvino”.

O bom da independência editorial do Duplo Expresso é que quanto mais tentam desqualificar os nossos argumentos, mais despertam nas pessoas a curiosidade pelo nosso trabalho. Sabotagens, difamações (públicas ou na “surdina” dos gabinetes e corredores) são desmontadas apenas com o “se” de Lula no Twitter ou com o “até as últimas consequências” da Senadora Gleisi.

Levar ao público a possibilidade de reflexão sobre cada tema publicado e rejeitar trabalhar como se cumpríssemos o papel de assessor de imprensa de partido ou político, estes são os nossos compromissos. A bizarra disputa de quem aparece mais ao lado de Lula nas fotos e vídeos é tão condenável quanto as articulações unilaterais, inclusive com banqueiros em New York, para a herança do espólio de um Lula vivo. E bota vivo nisso!

O tempo é o maior aliado de quem expõe com clareza as metas que pretende atingir. Lula deixou claro: “eu quero voltar”. Gleisi Hoffmann promete “Lula até as últimas consequências”. O Duplo Expresso quer “Lula de A a Z”. E você? Sabe o que quer ou se esconde na falácia do “Plano B” (de “bola nas costas” ou de “bancos”)?

  • Extrato do Duplo Expresso de 23/mar/2018. Integralidade aqui

Facebook Comments

Romulus Maya

Advogado internacionalista. 10 anos exilado do Brasil. Conta na SUÍÇA, sim, mas não numerada e sem numerário! Co-apresentador do @duploexpresso e blogueiro.