Quem simula “enfrentamento” ao Golpe? – D.E.1/set/2020

Destaques:

Diretamente da Suíça, Romulus Maya, Editor-chefe do Duplo Expresso, recebe Nildo Ouriques, economista e liderança da tendência Revolução Brasileira, do PSOL, Gabriel Cassiano e Wendel Pinheiro, ambos do PDT. O primeiro, graduando em economia, Vice-Presidente da sigla em SP, e o segundo, historiador e membro do Diretório Nacional.

*

Minutagem inteligente:

Links — diretos — para cada tema, com redirecionamento instantâneo para o respectivo minuto no vídeo

00:00:00 Abertura: Prorrogação do auxílio emergencial; queda recorde do PIB; relato pessoal de RM no contexto da economia; impressão de dinheiro para desova de “micos” financeiros; o discurso udenista de Tereza Cruvinel; PT contra o auxilio emergencial?; conservadorismo popular; “Lacração” indenitária em decadência; o diversionismo para não falar do projeto de destruição nacional de Guedes; o ônus de Leonel Brizola no RJ; Barroso “tenta” (?) legalizar o aborto no “canetaço”; STF cria tipos penais para as minorias; Witzel destituído por um “canetaço”, articulação da “Aliança da Soja” entre Rússia e China: O DE avisou 1 ANO ANTES!; Retrospecto do navio iraniano impedido de embarcar pelo BR; BR e EUA vão levar uma banana; Clã Messer e a rede kompromat; O papel da pressão nas redes; Oferta de Zé Dirceu à RM;

00:32:21 o Golpe “em Dilma”; Meirelles e Guedes não superaram Joaquim Levy; A “Petra em Vertigem”; informação de Felipe Coutinho; A foto do conchavo, no dia do impeachment; José Eduardo Cardozo é operador do Deep State no BR; O DE denuncia falsificação historiográfica

00:38:55 Entrada de Nildo Ouriques (NO); fala sobre balanço dos acertos das previsões do DE; Digressão sobre os avanços dos direitos sociais; a ditadura conviveu com liberalização dos costumes; avanço de pautas de liberalização dos costumes concomitante com a ordem liberal/super exploração no âmbito da economia; J. Levy e Armínio fraga surgem com pautas liberais; pautas apropriadas pela direita

00:46:55 NO comenta o tema da soja; déficits são instrumentalizados pela elite; o oportunismo do sistema PTucano; o conservadorismo de massas; Comparação do Bolsa Família nos tempos da Dilma e agora com Bolsonaro; Guedes continuará turbinado no cargo; Bolsonaro encampa o Bolsa Família; o PT e a digestão moral da pobreza; a atuação do PT nos marcos da ordem; PL da partilha do petróleo

00:54:00 RM comenta os bastidores desse PL e a (não-) atuação de Dilma no impeachment; relato de um ex-senador a Piero; operação de Lista; Dilma “jogou” para ser destituída; e desce com “cara de bunda” a rampa do planalto; o impeachment foi uma etapa do Golpe transnacional; os risos de Dilma com Aécio

01:01:29 Nildo fala do imperialismo; NO comenta o livro “A Conquista do Estado”; falta de interesses de classes dos atores políticos; A cordialidade do PT no Golpe – no BR; a inação dos sindicatos; as ilusões eleitoreiras continuaram no liberalismo de esquerda; Lula e Dilma não convocaram o povo uma vez sequer; e faz paralelos com outros partidos latinos; a justiça libera Dario Messer; a classe político-juristocrata está “pega pelo saco”; RM lembra a proximidade entre clã Messer e Israel

01:07:35 RM comenta sobre Eduardo Cunha; um certo alugador de pena contesta decisão de 2ª turma do STF!; o esquema de #DarioMesser e sua alavancagem sobre a LJ de Curitiba;

01:12:50 Nildo comenta sobre o sionismo dentro do bolsonarismo; RM fala da situação da Palestina; o papel de Júlio Messer; Nildo faz considerações sobre a prisão de 400 membros do PCC e soltura de Messer; Argumento ad nauseum da necessidade de um acordo com a elite; O bom mocismo e a falta de enfrentamento alimentam a consciência ingênua; o conservadorismo de massas; RM pontua a questão da soja

01:23:54 RM mostra cautela quanto à proximidade de uma revolução brasileira de cunho marxista; cita a reestruturação da dívida externa da ARG; Nildo discorda sobre essa reestruturação; a esquerda não renuncia à luta dentro da ordem/ingenuidade; a digestão moral da pobreza; o diversionismo; Nilda critica “o mandato coletivo”; os partidos não exercem a prática de pedagogia; NO faz uma “ode” à crítica; o projeto de empreendedorismo da direita;

1:42:32 NO mostra um livro de Marx de publicação do governo boliviano e analisa; compara com a educação do brasil; RM faz comentário sobre a atuação de Evo Morales no golpe BOL; NO fala da “covardia” de Dilma, traçando um paralelo com seu passado de guerrilheira; RM e NO discutem o não julgamento moral de quem sofre tortura;

01:54:01 NO afirma que Bolsonaro continua tensionando; a “esquerda” continua buscando as virtudes republicanas; Bolsonaro diz “eu não tenho compromisso com esses políticos que estão aí; RM relembra o “caixinha” unificado suprapartidário da ALERJ; a direita dará um “verniz” ideológico” no conservadorismo de massas; a esquerda precisa abandonar as ilusões liberais; o convite do DE ao deputado Glauber Braga; Nildo conclui ressaltando importância da crítica; como a direita constrange os políticos; RM evidencia os resultados da pressão digital do DE; Nildo diz que a crítica é a forma contemporânea do diálogo;

02:14:44 Wendel Pinheiro (WP) se apresenta, concordando com a pressão do DE; WP usa o requerimento de Glauber Braga para pressionar o seu PDT; Gabriel Cassiano (GC) entra com o “gancho” de NO sobre a importância da crítica;

02:21:03 RM fala da lógica (a entourage) do “mandato”; o gosto por puxa-sacos de políticos de destaque; WP faz um digressão histórica sobre a burocracia partidária; RM faz digressão sobre a “Lei Cancellier” relatada por Requião; Pannunzio segue atacando o DE

02:31:00 RM pergunta a GC se o mesmo informou Ciro Gomes sobre o #BanestadoLeaks; GC afirma que vai fazer pressão no PDT para que os políticos do partido subscrevam o requerimento de Glauber Braga; GC enfatiza o papel de enfrentar o rentismo; a necessidade de uma reestruturação das forças armadas; Angela Merkel completa 20 anos cooptando o parlamento!; GC fala da prorrogação do auxílio emergencial e da popularidade de Bozo

02:38:01 RM passa a “bola” sobre a atualização do discurso udenista pela “esquerda”; WP faz a retrospectiva histórica; a direita demonizou o populismo; crítica da USP aos líderes carismáticos

2:43:43 GC comenta sobre o que Nildo disse a respeito do bolsa família encampado pelo governo atual. Comentários sobre a burguesia e a soberania nacional

2:58:14 Wendel e Gabriel comentam sobre o papel do BNDES e direito de veto a medidas de desnacionalização

3:03:41 Romulus fala da tática da China de não ter que depender do Brasil para o fornecimento de soja

3:06:33 Wendel fala sobre a oligarquia rural e sobre o PTB, PSD e PCB

3:13:35 Gabriel comenta sobre a dependência brasileira dos bens primários e a hipocrisia do discurso liberal

3:31:01 Gabriel torna a falar da questão do assistencialismo encampado pelo governo e outras estratégias encaminhadas

3:42:11 Romulus pergunta a Wendel sobre como encaminhar ações nas bancadas partidárias

3:45:21 Wendel solta o verbo sobre analfabetização do trabalhismo

4:00:11 Gabriel acrescenta ao comentário anterior de Wendel

4:05:05 Gabriel comenta que falaria a língua do povo e abordaria as pessoas de modo respeitoso e disposto a ouvi-las

4:12:39 Romulus pede que os convidados comentem sobre a eleição municipal de São Paulo, PT e Boulos. Wendel fala sobre a pauta identitária

4:23:43 Romulus fala contra a lacração gratuita e aborda uma fala de Roberto Jefferson

4:30:49 Gabriel também discute a questão identitária

4:36:49 Wendel cita o apoio do PDT aos trabalhadores dos Correios e finaliza abordando o espaço que é proporcionado pelo DE

4:41:19 Gabriel finaliza falando da decisão do Lula de não demonstrar apoio nas eleições, de Boulos citando Getúlio e Brizola, e da Associação Filhos do Pai Eterno (Afipe)

4:47:33 – Romulus encerra com um CQD (como queríamos demonstrar) do Duplo Expresso: a ação do PCC avançando no RJ

*

Vídeo:


 

*

*

*

Os que nos atacam:

Aqui, aqui, aqui e aqui, a ficha dos que nos atacam, na figura de Leonardo Attuch “Dantas Nahas”, levantada por, entre outros, Paulo Henrique Amorim — e estranhamente deletada de seu site após a sua morte.

DOSSIÊ LEONARDO ATTUCH – VOL. 1: SUPOSTO LARANJA DE DANIEL DANTAS, REFÉM DA JURISTOCRACIA “VIRA A CASACA” 180 GRAUS….

Posted by Romulus Maya on Tuesday, August 11, 2020

 

 

 

 

*

O que temem:

FINALMENTE: baixe as CC5 do Banestado, depois de quase 30 anos!

#BanestadoLeaks: o escândalo de lavagem de dinheiro no Brasil dos infernos

? #BANESTADOleaks: “a lista”, finalmente! ?

 

*

Governo Dilma operando para os EUA (ver os respectivos fios no twitter):

 

 

 

*

NÃO TEM IDEIA DO QUE FOI O ESCÂNDALO DO BANESTADO?
Eis resumão fornecido por Romulus Maya no distante mês de janeiro do Ano do Senhor de 2018, em seu antigo blog:

As contas “CC5” foram criadas em 1969 pelo Banco Central para permitir a estrangeiros não residentes a movimentação de dinheiro no Brasil. Essas contas também eram o caminho para multinacionais remeterem lucros e dividendos ou internar recursos para o financiamento de suas atividades. Por dispensarem autorização prévia do BACEN, as CC5 viraram o canal ideal para a evasão de divisas e lavagem de dinheiro. A movimentação ilegal usando as CC5 somou 179 BILHÕES. De dólares! Ajustando pela inflação em dólar do período (1998-2020), o equivalente a 281 BILHÕES DE DÓLARES em valores atuais. De longe, o maior escândalo de evasão de divisas e lavagem de dinheiro de todos os tempos.

Uma vez estourado o escândalo Banestado, a operação abafa para encerrar de vez os trabalhos de investigação começou em 2001. Durante esse período, milhares de inquéritos foram abertos em todo o País. Contudo, nenhum político importante ou dirigente de grande empresa foi condenado de forma definitiva. A maioria das empresas envolvidas conseguiu negociar com a Receita Federal o pagamento de impostos devidos e, assim, encerrar os processos tributários e penais abertos contra si.

Em relação às empresas de mídia que usaram as contas CC5 para praticar evasão de divisas e lavagem de dinheiro, não se tratou apenas da Globo e dos Marinho. A quebra dos sigilos bancários revelou que o Grupo Abril fez uso frequente das contas CC5, tendo movimentado um total de 60 milhões de Reais. Já o Grupo SBT, do empresário Silvio Santos, movimentou 37,8 milhões de Reais segundo a investigação.

Se na esfera judicial o caso Banestado teve o seu fim escrito pelas mãos do juiz Sergio Moro, no Parlamento a apuração conduzida pela CPI do Banestado teve o mesmo destino. De maneira totalmente inabitual, essa Comissão Parlamentar encerrou os seus trabalhos sem sequer votar a minuta de relatório final!

Explica-se: o esquema das CC5 pegava de A a Z do sistema político, embora em proporções bastante diferentes. O maior implicado, evidentemente, era o PSDB. Afinal, desde 1994 o partido tomara conta da máquina federal bem como de várias máquinas estaduais relevantes, como São Paulo, Rio de Janeiro e Minas Gerais. Isso sem contar grandes municípios. No que tange ao PT, que acabara de chegar ao poder na esfera federal, o partido administrara até ali algumas prefeituras relevantes, como a de São Paulo, bem como os Estados do Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e Acre. Portanto, embora com graus bastante diferentes de exposição ao escândalo das CC5, ambos, PSDB e PT, acabaram atuando no sentido de enterrar, o mais breve possível, os trabalhos da investigação.

O que se viu nessa CPI foi a tentativa de se proteger os cardeais de ambos os partidos, bem como de blindar aliados citados na investigação. Por fim, registre-se que o encerramento da apuração se deu em dezembro de 2004. Já no ano seguinte, em 2005, surge o “escândalo” seguinte, o caso do “Mensalão”. Na prática, em termos editoriais, tratou-se de uma tentativa bem-sucedida da Globo de fazer “subir a pauta”, sepultando de vez o interesse em se investigar as contas CC5. Afinal, como dito acima, esse sistema fora utilizado pelos próprios irmãos Marinho para retirar dinheiro “frio” do grupo, como caixa dois, do Brasil.

(artigo completo, atualizado, aqui)

*

*

*

Canal do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/grupoduploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube: https://www.youtube.com/DuploExpresso

Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/643347
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Romulus Maya no Twitter: https://twitter.com/romulusmaya
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Romulus Maya no Facebook: https://www.facebook.com/romulus.maya
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Romulus Maya no Instagram: https://www.instagram.com/romulusmaya/
Duplo Expresso no VK: https://vk.com/id450682799
Duplo Expresso no Twitch: https://www.twitch.tv/duploexpresso
Duplo Expresso no Spotify:
https://open.spotify.com/show/5b0tFixIMV0k4hYoY1jdXi?si=xcruagWnRcKEwuf04e1i0g

 

 

 

Facebook Comments