Hy-Brazil: o auto-golpe do “foda-se”

em 04/10/2018:

– Bolsonaro é despreparado demais, inflexível demais e com acesso demais ao poder militar. seu governo trará mais imprevisibilidade do que as agências de risco julgam ser razoável. se vencer, será descartado oportunamente pela classe dominante assim como foi Collor, em prol de um sucessor mais adequado, como foi FHC – ou de um sucessor “puro-sangue”;

desde a espionagem da NSA revelada por Snowden em Junho de 2013, sabemos estarem tudo e todos no sistema de poder brasileiro mantidos como reféns.

pela continuada chantagem, garantida pela abundância de cadáveres sobrando no armário, assim como por muito pouco tapete em cima do excesso de sujeira, a falência institucional se tornou completa.

ninguém larga o rabo de ninguém, porque todos tem um rabo imenso e o rabo de cada qual está amarradinho no rabo dos demais.

uma pérfida ciranda começando com a lumpenburguesia e seus mais de 300 serviçais picaretas no balcão de negócios do Congresso Nacional;

passando por um Judiciário classista, seletivo, corporativo, partidarizado, venal e fora da lei;

para ir até uma Ex-querda fisiológica, clientelista, burocrática e comprometida pelo financiamento empresarial de campanhas eleitorais.

mas ainda incluindo:

– gestores de fundos hedge, proprietários de cassinos virtuais e doleiros de doleiros;

– pecuaristas do “boi branco”;

– comércio varejista dublê de financeiras;

CEO da Teologia da Prosperidade com sua fogueira santa purificadora de patrimônio venal;

– “aviãozinho” dentro do avião da comitiva presidencial;

– oficiais de alta patente das FFAA “pais” dos padrastos dos Petit Minustah gerados no pó de Cité Solei;

– milicianos de baixa patente, narco-traficantes sem qualquer patente;

– quem mandou matar Marielle;

– etc, etc, etc…

todos juntos, misturados e embrulhados com o mapa da mina do Golpeachment e das Eleições de 2018.

todos paridos e criados por uma maldita genealogia de pactos, acordos, conchavos:

– a Lava Jato & Associados se ergueu da supressão da Operação Satiagraha, sendo esta o retorno do reprimido no Caso BANESTADO, o qual, por sua vez, vem a ser a consequência natural da não apuração do escândalo dos anões do orçamento.

se com Bolsonaro os Porões da Ditadura Civil-Militar agora ocupam o Palácio do Planalto, até que ponto tamanha exposição é conveniente para a estabilidade do sistema de poder no Brasil: conseguirão se enraizar ou mais uma vez serão defenestrados?

o clã Bolsonaro muito bem se sabe como uma última cartada eleitoral do setor dominante brasileiro, o qual decididamente não morre de amores pelo Capitão-Presidente e seus Três Primeiros-Filhos.

subservientes, carreiristas, bajuladores, fisiológicos e incompetentes, precisam estar sob o guarda-chuva de algum “padrinho”.

e agora, quando se pegam na condição de serem eles o “Poderoso Chefão“?

não é apenas pela coerência política o motivo de Bolsonaro se atirar nos braços dos EUA e bater continência à bandeira norte-americana, trata-se de necessidade de sobrevivência imposta pela lógica hierárquica da Famiglia: obedecer e servir com lealdade para ganhar como recompensa a proteção.

encarregado da gestão da Casa Grande, o Capitão do Mato dispensa os intermediários locais e faz seus negócios diretamente com a matriz.

no caso de Israel a lógica seguida é a mesma de com Brother Sam, através da aliança com o “povo eleito” receber as benções de quem manda, o Senhor dos Exércitos: o D-us Todo-Poderoso Ele próprio.

em outra frente de batalha, o agora tido como “sensato” General-Vice ganha terreno rapidamente. sem encontrar resistências, avança para ser impor ele próprio como a solução do “auto-golpe”.

não sem motivo, o General Heleno dá um “Foda-se” para o Congresso e urge Bolsonaro a convocar sua tropa de Bolsominions às ruas.

esta é a veloz conjuntura da luta de classes no Brasil, no âmbito de uma fatal crise estrutural do Capitalismo globalizado.

frações e segmentos da classe dominante disputam cada um por si, e todos contra nosotros, a hegemonia na construção de um novo sistema de poder.

o setor dominante rachado, os militares divididos, uma oposição inapetente para se opor, a estagnação econômica se prolongando, a população abatida pelo desalento, o caos social se agravando, o apartheid se aprofundando, a desintegração em marcha: seguimos “caminhando de forma muito rápida para um colapso”.

como num último baile da Ilha Fiscal, no qual tudo se complica ainda mais por conta de um inesperado penetra: o nCoV19.

e agora? quem dará o golpe dentro do golpe? qual “Foda-se” soará mais alto?

“Bolsonaro está no meio de um furacão. Pela primeira vez, estamos num momento em que é imprevisível. Fratura no Judiciário, no Legislativo e no Executivo. Todas essas estruturas estão trincadas. Nós estamos em um momento no Brasil em que não temos nada. Até a oposição não existe.”

ex-presidente José Sarney – 19/05/2019

.

arkx é um nickname presente na Internet desde seus tempos primevos, na época dos BBS antes da Web. algumas poucas vezes arkx é nosotros, nunca é anônimo mas sempre não é um autor.

.

anteriormente em Hy-Brazil:

quando o Carnaval passar.

anotações sobre a geopolítica do fim de um mundo.

América Latina e a Revolução negada: da Colômbia ao Brasil.

.

*

*

*

Canal do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/grupoduploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube:
https://www.youtube.com/DuploExpresso

Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/643347
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Romulus Maya no Twitter: https://twitter.com/romulusmaya
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Romulus Maya no Facebook: https://www.facebook.com/romulus.maya
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Romulus Maya no Instagram: https://www.instagram.com/romulusmaya/
Duplo Expresso no VK: https://vk.com/id450682799

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments