Debandada: “Marxistas” deixam Duplo Expresso (o affair Jones Manoel)

Publicado 14/fev/2020 — 9:32
Atualizado 15/fev/2020 — 16:45 — mais um resolve entrar neste baile sujo: pior para ele; “Batom na cueca”: o orientação para que a reunião fosse gravada; a instigação (final)

Se bem que o lastro “concreto” — muuuito concreto, digamos… — para a “divergência teórica” (sic) que Jones Manoel cavou com Nildo Ouriques merecia vir a público, sim, para que se veja bem o que, exatamente, anima certo tipo de “marxista revolucionário nacionalista terceiro-mundista latino-americano pseudo ‘Malandro'”…
Chocou a minha “moral pequeno-burguesa”, digamos…

 

Do Facebook de Romulus Maya:

 

 

Trilha sonora deste post: Astrud Gilberto, “How insensitive” (versão de “Insensatez”)

?What can you say when a love affair is over??
?What is one to do when a love affair is over??
?Over…?

 

Bossa nova?

Em inglês ainda por cima?!

Super pequeno-burguês o rapaz!

*

Bem… isso (print 1) resume, graficamente, o que estava rolando nos bastidores.
E algo sobre o que eu vinha sendo discreto.
(Nota: a numeração dos prints diz respeito à ordem na postagem do Facebook; alguns são postados de forma redundante abaixo, para maior facilidade de consulta na referência feita no texto aos mesmos)

 

Basicamente, depois de me pilharem – eles – para publicar o vídeo (bombástico, reafirmo!) da reunião com Jones Manoel (o suposto “Malandro” (que na verdade é Mané – ver prints finais)) – o que eu me neguei a fazer pela minha “culpa de classe/ raça/ católica” (não querendo reforçar o estereótipo racista do “negro malandro”), quando chegou a hora de publicar a gravação porque Jones, de forma de todo previsível (mas lamentável), apelou para a cartada do “racismo” (“played the race card“, como se diz em inglês), os “marxistões” do “Estado Maior do D.E.” (expressão deles e não minha) deram uma incompreensível guinada de 180 graus (!).
Antes, eis o Mané que se acha “Malandro” em toda a sua “manezice”:

 

 

 

 

Mas… depois do encontro com Daniel Dantas, digo, Leonardo Attuch (perdão!), eis que…

 

E, depois do programa em que Romulus Maya jogou a merda no ventilador

 

 

 

(segue, ainda, trecho do artigo: “Preto no branco”: D.E. “racista”? “Não, Iracema! Eu NÃO perdi o seu retrato”!, de Romulus Maya, 6/fev/2020)

 

 

Minhas perguntas sobre “cadê o vídeo?” dirigidas ao tal “Estado Maior” – dessa vez, excepcionalmente, não gravado por mim (Lei de Murphy, claro! – print 2) – …

 

Repetindo: Minhas perguntas sobre “cadê o vídeo?
Eram visualizadas e não respondidas.
Por mais de uma semana.
Linha do tempo: no domingo 2/fev Jones Manoel começa a espalhar mentiras e a incentivar boatos (print 15)…

 

… para encobrir o fato de que, malandramente, operou o convite para vir ao D.E. para arrancar do “Brasil 171” termos melhores (grana? Horário melhor? Ambos?) para ele lá – informação essa vinda de dentro do próprio… PCB (!).
Depois de Jones se oferecer unilateralmente – na reunião fechada conosco anterior à entrevista que não houve (ocorrida na véspera, 3a feira, 28/jan, por aproximadamente 2h – print 2) – para ser “comentarista fixo” do D.E. (!) (ver print 3)…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Repetindo: depois de Jones se oferecer unilateralmente para ser “comentarista fixo” do D.E. (!) – algo para o que ele nunca fora convidado (!), gerando enorme constrangimento para mim e para os demais presentes (?), Luiz Ferreira Jr., “Caos Soberano” (que gravava a conversa por impossibilidade técnica minha) e Fernando Nogueira Martins Jr. -, o “Malandro” (que era Mané), Jones Manoel, começa no domingo a espalhar nas suas redes sociais (print 15) que “não iria ao D.E., não” (!). E por “razões ocultas, que não poderiam ser expostas em público” (!).

 

Obviamente, já em linha com os ataques que sofremos por parte de vendidos/ infiltrados na “esquerda” de que seríamos “patrocinados pela CIA”, “lobista da Trafigura”, “bolsonaristas de alcova”, etc.
Notar: Jones muda então sua primeira versão, publicada em suas redes, de que teria furado com o DE “porque teve insônia e não acordou na hora” (prints 9, 10, 11, 12); …

 

 

 

 

… mudou para essa lacônica “explicação conspiratória” (rsrs) não sem antes aparecer (na sexta-feira 31/jan) no programa carro chefe do Brasil 171 com Attuch para comentar – não mais “LozurdoZzZZzzzz” em horário que dá traço mas… – “a (sexy!) conjuntura!” (print 13).

*
Cortesia do D.E. – que teve operado o seu convite.
(segundo fontes muito bem situadas no PCB de Jones Manoel!)
?
*
Bem, tranquilo que o pseudo “Malandro” tenha nos “operado”.
Bom para ele, uai…
Ficaria tudo por aí.
Mas…
– … tolerância zero, do lado de cá, com quem vem com esse papo “conspiratório”-fake plantado contra o D.E. pelo que de pior há na (suposta) “esquerda”.
(na verdade, infiltrados e cooptados pelo lado de lá na “nossa” trincheira)
Aqui no D.E., “bateu/ levou”, lembra?
Quando fui alertado para o ataque do “Malandro” (#SQN), voltei a pedir – ainda em 3/fev (print 3) – o vídeo a quem o gravou no tal “Estado Maior do D.E.”.
Esperei até sexta-feira passada, 7/fev (prints 7 e 8).

 

(… e passa-se a semana toda, de segunda a sexta-feira, e a paciência… acaba)

 

 

 

Reação?
Bem… mensagens visualizadas e não respondidas.
Várias, ao longo daquela semana.
“Se para bom entendedor pingo é letra, mensagem visualizada e não respondida é tratado” (print 9).

*
Nenhuma explicação, até aqui, para a guinada de 180 graus daqueles “marxistas” que antes me pilhavam para publicar o vídeo e incinerar a imagem pública do “Malandro”-Mané – e foram freados pela minha “culpa de classe/ raça/ católica pequeno-burguesa”.
Nenhuma explicação para esse silêncio, tampouco.
Diante disso, já sem paciência, e sendo cobrado por toda parte pelo vídeo, mandei a real para o “Estado Maior” (prints 7 e 8).
Adivinhem?
Nova mensagem visualizada e não respondida.

 

Na verdade, até hoje.
*
Então, que não me perguntem daqui para frente “onde está o Luiz Ferreira Jr.?”; “onde está o ‘Caos Soberano'”.
Minha resposta será: “Não sei. Estão onde está o vídeo do Jones Manoel (!). Se encontrarem, transmitam por favor a minha estima e melhores votos (!)”
(e vice-versa, para quem perguntar do vídeo)
?
*
Percebe como tem muito mais por trás da(s) “catarse(s)” – em vídeo e por escrito – da semana passada do que supõe a primeira olhada?
E olha que tô longe de publicizar tudo, hein…
*
(e – POR MIM… – paramos por aqui, ok?? ?)

*

*

*

Atualização: infelizmente, apesar da minha súplica (sempre!) — “por favor, não briguem com Cacique Juruna do Séc. XXI!” — reforçada acima (uma vez mais…), ainda não foi desta vez.
E, portanto, não paramos “por ali”, não…
Não… foi necessário trazer à luz novos PRINTS, mais constrangedores, que haviam sido reservados.
E, também, trazer a terceira pessoa — antes poupada — para a roda.
Ver, a esse respeito, abundante troca de mensagens — e prints, muitos prints… — no Grupo do D.E. no Telegram, daqui até aqui.
Aparentemente, depois do dia de hoje, concluo que os três — “Caos”, Luiz e Fernando Nogueira Martins Jr. (antes poupado) — no mínimo se intimidaram com a ameaça de “processo” de Jones Manoel (print lá no Telegram)…

 

Já “no máximo”, bem…
Prefiro seguir não acreditando no que sugerem os “mais céticos e desiludidos que eu”…

*

*

*

(se bem que o lastro “concreto” — muuuito concreto, digamos… — para a “divergência teórica” (sic) que Jones Manoel cavou com Nildo Ouriques merecia vir a público, sim, para que se veja bem o que, exatamente, anima certo tipo de “marxista revolucionário nacionalista terceiro-mundista latino-americano pseudo ‘Malandro'”…
Chocou a minha “moral pequeno-burguesa”, digamos…
Mas aí não é comigo…
Poderia relatar, mas sem o vídeo ficaria palavra contra palavra…)
*
Não desejo mal a nenhum dos dois. Pelo contrário. Acredito – ainda – nas suas boas intenções. “Marxistas” .
[N.E.: não mais depois das — patéticas — “manifestações” de dois dos “Malandros” ontem]
E não acredito na hipótese levantada por algumas pessoas próximas, conselheiros (ainda) mais céticos e desiludidos do que eu, de que a guinada de 180 graus pudesse significar que – por sua vez – eles pudessem ter “operado” o vídeo e a ameaça de publicação do mesmo, buscando um acerto com Jones Manoel (e seus patrocinadores) pelas minhas costas.
[N.E.: e depois das “patéticas ‘manifestações’ de dois dos ‘Malandros’ ontem”? Bem…]
O tempo de trabalho conjunto, nesses intensos 5 meses (parece tão mais, não?), deixa-me convicto do lado em que ambos estão da luta.
[N.E.: idem]
Ajudaram-me muito nesse período.
Entraram numa crise!
E, agora, saem em outra…
*
É uma grande perda para o D.E., não se enganem.
Mas é a vida.
Nos dois anos e meio de existência do D.E., já aprendi que faz parte, afinal.
*
(longo suspiro)
*
Seguimos!
*
*
*
P.S.: sempre apliquei – nas redes sociais e também na vida -, o que era o princípio orientador do Itamaraty quando o Brasil ainda tentava ser soberano: reciprocidade no tratamento dos pares.
Ou, ainda, a máxima do Cristianismo – “ame ao próximo como a ti mesmo”; e o Imperativo Categórico Kantiano – “Aja como se a máxima de tua ação devesse tornar-se, através da tua vontade, uma lei universal”.
O “pequeno-burguês” aqui reivindica todos os três, ok?
Assim sendo, obviamente bloquearei quem me bloqueou nas redes sociais (print 1).

*

*

*

Bis:

Trilha sonora deste post, de novo: Astrud Gilberto, “How insensitive” (versão de “Insensatez”)

?What can you say when a love affair is over??
?What is one to do when a love affair is over??
?Over…?

  

 

Certamente, indicativo muito forte dos meus gostos pequeno-burgueses…

E a “moral” segue junto, ok?

?

*

A “ironia” (até quando?), para com um velho e caro trotskista

*

*

*

Em tempo: diga-me com quem andas — e como “operas” um triângulo para se alavancar com um dos pólos (básico de Mercado, pô…) — e dir-te-ei quem és. “Malandrinho”… (#SQN)

Mandar um abraço para o (“neo-esquerdista”) Leonardo Attuch, para o “financista” (rs) Naji Nahas e para o “banqueiro” (bandido) Daniel Dantas(*), por favor.

((*) segundo o — saudoso! — Paulo Henrique Amorim, Dantas seria o verdadeiro proprietário do “Brasil 171”)

Tutti buona gente… capisce?

*

*

*

Atualização: o processo de instigação do conflito para, depois, “operar” o vídeo e entregar o desarmamento do míssil nuclear com o “outro” (?) lado?

 

 

*

 

 

 

 

*

 

 

 

 

 

*

*

*

Canal do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/grupoduploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube: https://www.youtube.com/DuploExpresso

Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/643347
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Romulus Maya no Twitter: https://twitter.com/romulusmaya
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Romulus Maya no Facebook: https://www.facebook.com/romulus.maya
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Romulus Maya no Instagram: https://www.instagram.com/romulusmaya/
Duplo Expresso no VK: https://vk.com/id450682799
Duplo Expresso no Twitch: https://www.twitch.tv/duploexpresso
Duplo Expresso no Spotify:
https://open.spotify.com/show/5b0tFixIMV0k4hYoY1jdXi?si=xcruagWnRcKEwuf04e1i0g

 

 

 

Autores

Facebook Comments

Romulus Maya

Advogado internacionalista. 12 anos exilado do Brasil. Conta na SUÍÇA, sim, mas não numerada e sem numerário! Ativista, jornalista e Editor-chefe do @duploexpresso.

Romulus Maya has 1799 posts and counting. See all posts by Romulus Maya