“Vista preto”, hoje, mesmo. Afinal, a “esquerda” teve morte cerebral!

A maior derrota da esquerda nestes 8 meses e pouco de Bolsonaro – e Generais – no poder é contribuir, de forma indispensável, para que esses continuem alimentando nas suas bases – sobretudo militares e forças auxiliares – a ideia de que eles são os nacionalistas e a esquerda, anti-nacional. O último episódio, em que UNE e PT chamam seus membros a saírem de preto hoje, 7 de setembro, a Data Nacional, é exatamente o tipo de simbologia que Bolsonaro e Generais usam para reforçar ainda mais o vínculo com a sua base. Fica o simbólico e sai de cena o concreto: Alcântara, Petrobras, Pré-sal, Eletrobras, Correios, Embraer. 7 de setembro: mais nacionalismo popular, menos lacração.

Extrato do D.E. de 6/set/2019. Integralidade aqui.

 

 

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments

Romulus Maya

Advogado internacionalista. 10 anos exilado do Brasil. Conta na SUÍÇA, sim, mas não numerada e sem numerário! Co-apresentador do @duploexpresso e blogueiro.