Duplo Expresso 1º/mar/2019

Áudio:

*

Links sugeridos:

A Universidade de São Paulo (USP) disponibiliza gratuitamente mais de 3.000 livros grátis para descarga. Você encontrará livros raros, documentos históricos, manuscritos e imagens que são parte do acervo da Biblioteca Brasiliana Guita e José Mindlin, doada à universidade.

Documentário La vie extraordinaire de Fernand Legros, roi des faussaires (“A extraordinária vida de Fernand Legros, rei dos falsários”), de Laurent Bergers, França (2012).

Série El Ministerio del Tiempo (“O Ministério do Tempo”), criada por Javier Olivares e Pablo Olivares, Espanha (2015 – ).

Livro de quadrinhos e ilustrações “Mondo Sama”, de E. F. Sama pela Editora Noir (2018).

Documentário Jodorowsky’s Dune (legendado em turco), sobre a lendária série de ficção científica Dune, escrita por Frank Herbert, que seria filmada por Alejandro Jodorowsky (antes da versão de David Lynch, em 1984). Segundo o documentário, Jodorowsky tinha uma grande paixão por Dune, ,mas se entende porque o projeto não foi efetivado, apesar de ter influenciado diversos filmes clássicos do gênero ao longo dos anos 70 e 80.

O livro de ficção científica mais vendido em toda história “Duna”, de Frank Herbert (1965). Pode ser encontrado aqui.

O livro de ficção científica The Long Tomorrow, de Leigh Brackett (1955), coincidentemente tem o mesmo nome do conto homônimo escrito por Steve O’Bannon que foi adaptado para os quadrinhos por Moebius (nome artístico de Jean Giraud) em 1976 – que pode ser vista e lida em inglês aqui. Essa pequena adaptação oferece o aspecto visual explorado alguns anos depois no filme Blade Runner.

Dentro da Coleção Moebius, a LP&M gaúcha apresentou em 1984 “O homem é bom?”, onde dizia “…encontra-se alguns dos grandes clássicos criados pelo gênio francês dos quadrinhos. Começando pela HQ-título (a qual o autor considera sua primeira no gênero da ficção científica e da fantasia), essa edição traz ainda ‘Balada’ e ‘The Long Tomorrow’, histórias que marcaram época. Sua influência é sentida desde mangás japoneses a filmes de Hollywood. Muita poética e desenhos arrebatadores, numa edição com ótima produção gráfica, no formato europeu original.”

O livro de ficção científica “Andróides sonham com ovelhas elétricas?”, de Philip K. Dick (1968) dá origem ao filme Blade Runner (“Blade Runner – O Caçador de Andróides”), de Ridley Scott (1982), cuja ação retratava o mundo em 2019.

A continuação, Blade Runner 2049, de Denis Villeneuve (2017).

O livro em quadrinhos Valerian, de Pierre Christin e Jean-Claude Mézières pode ser encontrado aqui.

O filme de ficção científica Valerian e a Cidade dos Mil Planetas, de Jean Luc Besson (2017).

Um clássico da animação futurista – Heavy Metal (“Heavy Metal – Universo em Fantasia), de Geraldo Potterton (1981) – baseado em uma antiga série de quadrinhos franceses que foram adaptados e publicados nos Estados Unidos. Muitos anos depois, a série original foi recuperada e transformada em uma pequena série de curta-metragens de produção independente franco-belga e falada em inglês: Metal Hurlant Chronicles, criada por Jean-Pierre Dionet (2012).

A Atlântida Cinematográfica, do Rio de Janeiro, fez um total de 66 filmes entre 1941 e 1962.

Carmen Miranda era uma estrela emergente do rádio no Brasil quando ganha destaque ao fazer o número final na comédia musical Alô, Alô Carnaval, de Adhemar Gonzaga (1936) para a Cinédia. De todos os filmes que ela fez no Brasil, esse é o único que ainda pode ser visto (a versão gratuita disponível está aqui). Destaque para os maravilhosos cenários modernistas do “cassino”, criados por Emilio Casalegno e J. Carlos, sob direção de arte de Ruy Costa.

Uma das irmãs de Carmen Miranda – a também atriz e cantora Aurora Miranda –, contracena com ela em Alô, Alô Carnaval, mas vem a ganhar destaque por ser a primeira atriz a interagir em um filme com personagens de animação, na produção da Disney The Three Caballeros (“Você já foi à Bahia?”), de Norm Ferguson (1944). Neste filme, os três amigos são o Pato Donald (USA), Panchito (MEX) e Zé Carioca (BRA). Como uma metáfora para nossa realidade, os amigos latino-americanos aparecem nos sete quadros que compõem o filme oferecendo presentes ao personagem estadunidense…

Um clássico do cinema nacional, Nadando em Dinheiro, de Abílio Pereira de Almeida e Carlos Thiré (1952) é a continuação do primeiro filme estrelado por Amácio MazzaropiSai da Frente, de Abílio Pereira de Almeida (1952), produzido pela Companhia Cinematográfica Vera Cruz.

Imitadores de Elvis Presley no Japão.

O filme britânico The Wicker Man (“O Homem de Palha”), de Robin Hardy (1973).

*

Vídeo:


Watch live video from duploexpresso on www.twitch.tv

 

Para assistir, curtir as páginas e compartilhar, temos no Programa Duplo Expresso desta sexta-feira, 1º/03, os seguintes destaques:

– O PhD em Antropologia João de Athayde conversa sobre “O sistema hollywoodiano de entretenimento e hegemonia”.
– O artista visual e ativista político Sama discorre sobre a epígrafe “Foda-se, é Carnaval!”

– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

 

Na fanpage do Duplo Expresso e na página duploexpresso.com

#LulaVivo
#LulaLivre
#LulaValeALuta
#ReferendoRevogatório
#ReconstruçãoNacional
#SoberaniaNacional
#DarioMesser
#CadeCunha
#MoroNaCadeia
#GloboPropineira
#FimDaMeganhagem

Programação do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/joinchat/GOxnBRLORaIl09qkS2rKsw
Canal Duplo Expresso no YouTube: https://www.youtube.com/DuploExpresso
Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/expresso-da-manha
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Duplo Expresso no VK: https://vk.com/duploexpresso1
Duplo Expresso no Instagram: https://www.instagram.com/duploexpresso/

 

 

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments