Índia, história, tradições e eleições parlamentares de abril de 2019 – Parte Final

Da Redação do Duplo Expresso,

Na sequência do comentário anterior (veja neste link: https://duploexpresso.com/?p=104130) o Professor Lejeune Mirhan fala sobre o segundo país mais populoso do planeta, a Índia. Prepare-se para conhecer o “caminho das Índias” como nunca antes imaginou.

Por Lejeune Mirhan*, para o Duplo Expresso

A Índia é país continental. Além de ser o sétimo maior do mundo é o segundo em PIB se levarmos em conta o poder de paridade de compra (PPC). Também é o segundo mais populoso, com 1,1 bilhão de habitantes (perde apenas da China em população).

A Índia é membro importante da articulação de países chamado BRICS, criada em 2006, onde o presidente Lula e o Brasil tiveram papel destacado. Fortalecer ou não os BRICS está diretamente relacionado com o tempo que caminharemos ainda para a multipolaridade do mundo que vivemos, ainda fortemente unipolar.

Neste comentário eu exponho a história da Índia, as suas principais religiões, a presença inglesa no país, sua independência e chego aos dias atuais com as eleições.

Eu menciono os seis principais partidos – e sabemos que existem centenas por lá – e registro que a oposição, do Partido do Congresso, da família Gandhi, tenta voltar ao poder e destronar Narendra Modi, do Partido Janata (do Povo da Índia), de linha conservadora e que recentemente filiou-se à União Internacional Democrata, de linha conservadora.

São as maiores eleições no mundo, com 900 milhões de eleitores, dos quais em torno de 70% (630 milhões), comparecem para votar (por lá o voto não é obrigatório). Modi fez 52% do parlamento (282 cadeiras em 545) nas eleições de 2014 (o regime é parlamentarista). Governa a Índia sozinho.

As eleições tiveram início em 11 de abril e irão até o próximo domingo, 19 de maio (são sete etapas aos domingos). A apuração terá início no dia 23 de maio, quinta-feira que vem. Seguramente o Janata não repetirá a sua performance de 2014, mas será ainda o maior e poderá seguir governando o país em aliança com outros partidos.

Assista ao vídeo:


Lejeune Mirhan é sociólogo, escritor e analista internacional. Foi professor de Sociologia da Unimep (por 20 anos). Presidiu a Federação Nacional dos Sociólogos do Brasil (1996-2002).  É colaborador dos portais Fundação Grabois, Vermelho, do Duplo Expresso, entre outros, e da revista Sociologia, da Editora Escala.

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments