Lula candidato: o drible da vaca dele – e de Gleisi – no Golpe (e no Plano B!)

Destaques:
(i) os recibos passados – no PIG e na ‘GloBosfera’ – de que Lula é, sim, o candidato do PT – viva!;
(ii) a volta do “documento-bomba do Duplo Expresso” incriminando Sergio Moro; mas agora – 190 dias depois! – na mão de site da ‘GloBosfera’ (DCM) que, comprovadamente, combina publicações com o… Antagonista (?!);
(iii) o drible da vaca que Lula e Gleisi deram ontem no Golpe – e no Plano B: nomeada advogada do ex-Presidente no TSE e no STF, Gleisi não só (A) by-passa a “juizeca” (apud Renan Calheiros) do Paraná que a impedira – desde a semana passada – de ver o ex-Presidente, portanto voltando a levar informações (fidedignas!) a Lula e a trazer a sua palavra (de forma também fidedigna!) para nós, do lado de fora; como (B) passa a ser os olhos de Lula tanto nas Cortes Superiores como, tão importante quanto, também sobre a equipe de “defesa” (?) que lá atua, que parece favorecer o Plano B – em vez de Lula – como candidato; e
(iv) o rio de dinheiro – não declarado? – em que nadam certas candidaturas da corrente “Mensagem ao Partido”, do PT. A mesma que, ao longo de anos, preparou a cama de gato para pegar Lula.
Quem banca?
Cui bono?
Ou, para quem ela trabalha?
Por que, em seu financiamento eleitoral, não temem a mesma perseguição que a Justiça dirige a outros quadros da sigla?

Resumo político do Duplo Expresso de hoje. Integralidade aqui.

*

Mais um – excelente – comentário no Youtube:

 

Depois do desta manhã:

*

E, no twitter, já tem “novidades” (#SQN):

 

 

*

 


*

*

*

 

*

*

*

 

 

 

 

*

 

 

*

*

*

P.S.: atualização à tarde, em live especial

Exclusivo: a escala e a duração da infiltração no PT (de Lula!)

Live especial levada ao ar nesta tarde, com informações exclusivas sobre a ascensão “meteórica” da corrente “Mensagem ao Partido” dentro do PT, em prejuízo da de Lula, popular e sindical (CNB). Dá-se na base da tática “pedagógica” do porrete combinado com a cenoura: de um lado, garantia de perseguição do Judiciário a quem não adere; e, do outro, financiamento abundante para quem, ao contrário, adere.

Inclusive, sem medo de receber caixa 2, em vista das costas quentes que membros da “Mensagem ao Partido” têm com a “Juristocracia”, antinacional e anti-povo. Em comum entre ambos? A demofobia. E, como resultado, o antagonismo com relação à soberania popular, sob o primado do princípio “1 homem, 1 voto” – matador para quem não tem cheiro de povo.

Portanto, “Mensagem ao Partido”, Juristocracia e Finança ($) unem-se para, com seus fartos meios, subverter tal princípio – “1 homem, 1 voto” – tanto (i) na escolha da chefia do Executivo nacional (com a cassação de Lula); como (ii) dentro do próprio PT, apertando cada vez mais o garrote no pescoço da ala popular e sindical do partido (“porrete” + “cenoura”).

*

*

*

Acha o nosso trabalho importante? Reforce a nossa causa em apenas 2 segundos: apoie a sua divulgação tornando-se um Patrono do Duplo Expresso

Facebook Comments