Maria Eduarda Freire denuncia o Estado de Exceção que vivemos no Brasil

Da Redação do Duplo Expresso

Maria Eduarda Freire em seu comentário denuncia o Estado de Exceção que vivemos no Brasil relativamente ao sistema carcerário que funciona como instituição de exclusão dos grupos humanos em situação de vulnerabilidade social, os jovens pobres negros moradores das favelas.

Ela denuncia o maior crime contra a humanidade que é o genocídio dessa população inteira pelo Estado aplaudido por uma sociedade punitivista que tem a mídia como mentora de incitamento do ódio contra os marginalizados.

Denuncia também a indiferença moral dos políticos de esquerda e de direita em relação à calamidade carcerária, uma chaga aberta na nossa sociedade.

Assista ao vídeo da participação de Maria Eduarda Freire no Programa Duplo Expresso de 10/08/18

 

 

Acha o nosso trabalho importante? Reforce a nossa causa em apenas 2 segundos: apoie a sua divulgação tornando-se um Patrono do Duplo Expresso

Facebook Comments