Crivella x Globo

Por Luiz Carlos de Oliveira e Silva

1. Em longa reportagem que foi ao ar há pouco, o Jornal Nacional denunciou uma prática organizada de intimidação – algo como os assim chamados “escrachos” – contra seus jornalistas e as pessoas entrevistadas por eles diante de hospitais da cidade do Rio de Janeiro.

Ouça o artigo no player abaixo ou na Rádio Expressa:

 

2. A atuação dos “escrachos”, mostrou a reportagem-denúncia, é organizada e monitorada de perto a partir de grupos do WhatsApp, tudo a serviço do prefeito Marcelo Crivella.

3. Crivella, sabemos todos de quem se trata: um aliado de Bolsonaro que, como o chefe, está a serviço dos piores interesses e não vacila em lançar mão de hordas fascistoides, como neste caso.

4. O que dizer do jornalismo praticado pelo Grupo Globo? Na longa matéria que quis se apresentar como reportagem-denúncia, os “escrachadores” eram chamados, reiteradamente, de “funcionários públicos”, por estarem na folha de remuneração da Prefeitura.

5. O JN se “esqueceu” de dizer que os “escrachadores” não são concursados – e, por isto, não fazem parte do corpo funcional permanente da Prefeitura – e sim apaniguados do prefeito…

6. Cabe notar ainda que a pretensa reportagem-denúncia se seguiu a uma, também longa, que dizia que 97% dos recursos do orçamento federal são gastos para pagar o funcionalismo público.

7. Captaram a mensagem?

8. A ação dos “escrachadores” apaniguados do prefeito, e pagos com recursos públicos, é condenável, por certo, mas o que dizer da permanente manipulação do noticiário levada a cabo pelo jornalismo do Grupo Globo, como esta pretensa reportagem-denúncia prova mais uma vez?

9. Quando o jornalismo do Grupo Globo tentou interferir diretamente nos resultados da eleição de 1982, contra Brizola, no famigerado escândalo da Proconsult, muitos dos seus veículos foram virados por indignados, nas ruas do Rio de Janeiro.

10. Esta ação de indignação nada tem a ver com a ação dos “escrachos” a soldo do prefeito Marcelo Crivella, já que estes de agora não passam de guerra de quadrilhas…

Luiz Carlos de Oliveira e Silva é professor de filosofia.

PS:
1. Marcelo Freixo acaba de se solidarizar com o jornalismo da Globo e de condenar Crivella. Um fofo, né?
2. Freixo se “esqueceu” de notar a manipulação do noticiário que chamou, reiteradamente, os “escrachadores” de “funcionários públicos”… Um fofo, né?
3. Recomendo a quem ainda não viu o documentário “Muito além do Cidadão Kane“, onde está explicado, dentre outras coisas, o escândo da Proconsult.
_________________
Canal do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Grupo de discussão no Telegram: https://t.me/grupoduploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube: https://www.youtube.com/DuploExpresso
Romulus Maya no Twitter: https://twitter.com/romulusmaya
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Romulus Maya no Facebook: https://www.facebook.com/romulus.maya
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Romulus Maya no Linkedin: https://www.linkedin.com/in/romulo-brillo-02b91058/
Romulus Maya no Mastodon: https://mastodon.social/@romulusmaya
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Romulus Maya no Instagram: https://www.instagram.com/romulusmaya/
Romulus Maya no VK: https://vk.com/id450682799
Duplo Expresso no Twitch: https://www.twitch.tv/duploexpresso
Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Áudios no Spotify:
https://open.spotify.com/show/5b0tFixIMV0k4hYoY1jdXi?si=xcruagWnRcKEwuf04e1i0g
Áudios na Rádio Expressa: https://t.me/radioexpressa
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/643347

 

Facebook Comments