Duplo Expresso de Domingo 13/jan/2019

Áudio:

*

Vídeo:


Watch live video from duploexpresso on www.twitch.tv

O Duplo Expresso está de volta!

Hoje, domingo 13/01/19, às 18 horas de Brasília, Wellington Calasans e Romulus Maya recebem duas das comentaristas da página para o primeiro programa do ano: 1) a coordenadora da Associação Auditoria Cidadã da Dívida, Maria Lúcia Fattorelli e 2) A comentarista de assuntos jurídicos, Maria Eduarda Freire.

E você já sabe, para fortalecer a nossa resistência, venha assistir, curtir as páginas e compartilhar com todos os seus contatos.

Neste primeiro Programa Duplo Expresso do ano, temos o seguinte  tema como destaque no nosso debate:

“Brasil 2019 – Desafios e Prioridades”

Você pode assistir nas redes sociais e aqui mesmo – neste post – na página principal do Duplo Expresso: duploexpresso.com

#LulaLivre
#LulaValeALuta
#ReferendoRevogatório
#ReconstruçãoNacional
#SoberaniaNacional
#DarioMesser
#CadeCunha
#MoroNaCadeia
#GloboPropineira
#FimDaMeganhagem

Programação do DE no Telegram: https://t.me/duploexpresso
Canal Duplo Expresso no YouTube: https://www.youtube.com/DuploExpresso
Áudios do programa no Soundcloud: https://soundcloud.com/duploexpresso
Link para doação pelo Patreon: https://www.patreon.com/duploexpresso
Link para doação pela Vakinha: https://www.vakinha.com.br/vaquinha/expresso-da-manha
Duplo Expresso no Twitter: https://twitter.com/duploexpresso
Duplo Expresso no Facebook: https://www.facebook.com/duploexpresso/
Grupo da Página do DE no Facebook: https://www.facebook.com/groups/1660530967346561/
Duplo Expresso no VK: https://vk.com/duploexpresso1
Duplo Expresso no Instagram: https://www.instagram.com/duploexpresso/

Enquanto o programa não começa, vá ouvindo e cantando a primeira música do projeto musical 2019 do Duplo Expresso:

Letra: Wellington Calasans

Música: Leonardo Lobo

É o que resta pela sua omissão

Será que você notou que a micareta acabou?
E as bandeiras? Ninguém ergue mais!
Notou que todos os slogans sumiram ao vento?
E agora? Para se indignar é preciso consentimento!
Será que você sente alegria
Ao perceber: perdemos a paz!
Terceirizaram a sua culpa?
Será sua indignação seletiva ou apenas fugaz?

Como é que esquece? Como é que esquece?
Tudo tão duro, mas tão real
Terra arrasada, camarada!
Sem luta de verdade, não nasce nada não!

Como é que esquece? Como é que esquece?
Tudo tão duro, mas tão real
Terra arrasada, camarada!
Sem luta de verdade, não nasce nada não!

Você está preparado pra receber tudo calado?
Este é o preço: “Quem não ouve conselho, ouve: coitado”
É o que resta pela sua omissão
Fingiu lutar, mas agiu como um perfeito alienado
Agora é jurar amor pela pátria que resta
Como se estivesse num presídio, vida dura de condenado
Vai ter liberdade de assistir Faustão
E ainda dizer que está “antenado”

Como é que esquece? Como é que esquece?
Tudo tão duro, mas tão real
Terra arrasada, camarada!
Sem luta de verdade, não nasce nada não!

Como é que esquece? Como é que esquece?
Tudo tão duro, mas tão real
Terra arrasada, camarada!
Sem luta de verdade, não nasce nada não!

Como é que esquece? Como é que esquece?
Tudo tão duro, mas tão real

A liberdade de assistir Faustão
Como é que esquece? Como é que esquece?

E ainda dizer que está “antenado”
Como é que esquece? Como é que esquece?

É o que resta pela sua omissão
Como é que esquece? Como é que esquece?

Tudo tão duro, mas tão real

(Wellington Calasans)

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments