Ensinamentos da ONU para dissuasão de estupros #EstuproNuncaMais

Estupro tem menos a ver com o erótico e mais com poder, vítima não pode ser responsabilizada por apelo sexual

Do twitter de @rommulus_

#EstuproNuncaMais

Anos atrás, quando viajei pela primeira vez em missão pela ONU, tive que passar por um treinamento de segurança. Nele, aprendi muitas coisas interessantes.

Uma delas é esse conjunto de medidas que as vítimas devem tomar, tentando manter a maior calma possível.

A chave é compreender que o estupro tem menos a ver com o erótico e mais com poder, dominação, submissão e humilhação. Por isso, dizia o material de treinamento que em situações de conflito são comuns estupros de meninas de 9 a senhoras de 90 anos, homens, meninos…

Dessa forma, ninguém está imune por considerar não ter apelo sexual para os agressores.

Não tem a ver com isso.

Vejam a mensagem que mandei para os meus contatos no whatsapp, em vista da campanha #EstuproNuncaMais:

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments

Romulus Maya

Advogado internacionalista. 10 anos exilado do Brasil. Conta na SUÍÇA, sim, mas não numerada e sem numerário! Co-apresentador do @duploexpresso e blogueiro.