Dilma viaja sim… e agora com mais 200 paus pro happy hour!, por Romulus




Por Romulus


Chora, golpista: Dilma viaja sim… e agora com mais 200 paus pro happy hour!

Tag: #VoaQuerida

Ontem o dia foi tão corrido, discutindo meus dois últimos posts com a militância (links no final do post), que, mesmo divulgando, eu mesmo não tive tempo de entrar numa vaquinha cívica que está rolando por aí…

Pois a omissão está agora reparada!

Como?

Acabo de me tornar um feliz e orgulhoso contribuinte da campanha de crowd funding para custear as viagens da Presidenta Dilma Rousseff na sua infatigável luta contra o golpe no Brasil.

– Posso chamar de “Dilma funding“??

[Sobre o quão infatigável a mulher é, leiam aquele post meu de ontem: “Fadiga na resistência ao golpe: galinha decapitada corre mas cai morta”]

Felizmente estou em condições de ajudar.

E vontade não falta!

Acabei de contribuir com R$ 200,00.

Mas faço um pedido:

– Gostaria que o dinheiro fosse usado, se possível, em um happy hour da Presidenta com seus apoiadores.

Isso depois dos compromissos oficiais, das suas muitas falas, reuniões, discursos, bateção de pé e de – com o seu exemplo de altivez inquebrantável – ter incendiado a militância local. E, por tabela, todos nós que os vemos – a eles e a ela – à distância.

A rodada de chopp fica por minha conta, Presidenta!

Aliás, alguém mais quer entrar nessa vaquinha?

To preocupado…

São tantos milhões de apoiadores, que os meus R$ 200,00 vão matar a sede e soltar a língua de uma ínfima fração.

Nas minhas contas, dependendo do tamanho do copo, daria para animar o papo entre 20 e 40 membros da resistência democrática.

Ok…

No entanto:

– Somos milhões e milhões!

Juntem-se a mim e ajudem a Presidenta a viajar e a defender os nossos direitos.



Mas…

Quem mais vai assinalar que a doação é pro happy hour?

“Mas como assim happy hour, rapaz? Bebeu leite de loba estragado?”

Ora, happy hour sim, uai!

Afinal, de ferro mesmo só a Presidenta Dilma Rousseff.

E aquele moral de aço não a impede de tomar um chopinho com a galera, né não?

Partiu “Jornada pela Democracia – Todos por Dilma”?

* * *

Nota aos organizadores – e demais participantes “estrangeiros”:

Moro na Suíça.

Preenchi o cadastro com meus dados daqui.

Houve problema com o CEP e o celular.

Exigia-se que fossem do Brasil.

Resolvi o problema usando endereço e número de familiares.

* * *

Atualização da madrugada:

O que já era bom ficou ainda melhor!

Não é que a Celeste e a Guimar, as fundadoras dessa iniciativa de “Dilma funding“, mandam atualizações por email com o que a campanha realiza com as doações??

Celeste e Guiomar…

– Tinham que ser mulheres mesmo, né?

Bravo, meninas!

Aliás, meninas bravas!

Olha aí:

* * *

Acrescento ao post também o vídeo oficial do Dilma funding

Com o depoimento das duas criadoras.

Duas guerreiras… veteranas desta e de outras lutas…

Emocionante demais!

E acrescento também a tag da campanha, lógico:

​#VoaQuerida

Voa mesmo, Presidenta!

* * *

(i) Acompanhe-me no Facebook:



Maya Vermelha, a Chihuahua socialista

(perfil da minha brava e fiel escudeirinha)

*

(ii) No Twitter:



@rommulus_

*

(iii) E, claro, aqui no GGN: Blog de Romulus

*

Outros posts recentes:

Fadiga na resistência ao golpe: galinha decapitada corre mas cai morta, por Romulus

Cameron tira faca do pescoço da UE, mas usa para haraquiri: os bastidores políticos do Brexit, por Romulus

* * *

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments

Romulus Maya

Advogado internacionalista. 10 anos exilado do Brasil. Conta na SUÍÇA, sim, mas não numerada e sem numerário! Co-apresentador do @duploexpresso e blogueiro.