O filme de terror nas ruas das cidades

Por Wellington Calasans, para o Duplo Expresso

Na sequência do projeto musical do Duplo Expresso – onde as letras são escritas por este editor do DE e a música é do “cara que enxerga longe”, Leonardo Lobo – tenho a honra de apresentar o nosso mais complexo trabalho até aqui: “Na manhã cinza”.

Esta letra eu escrevi em 2015 quando lia o último relatório do IPEA sobre pessoas em situação de rua no Brasil. No rádio tocava a música de Elvis Presley, In the ghetto. Comecei a esboçar uma mistura de tradução com contextualização à realidade dura do relatório e nasceu esta música.

Confesso que não gostei muito do videoclipe, pois fiz às pressas para não perder a hora de enviar o programa desta semana na TV Sueca. Leonardo Lobo dedicou 48 horas sem dormir entre o estúdio de gravação e a mixagem e me entregou faltando duas horas para o fim do meu prazo.

O resultado da música é simplesmente fantástico. Eu realmente tenho que admitir ser uma pessoa de sorte, pois ter encontrado Leonardo Lobo para este projeto foi uma das melhores coisas que poderiam ter acontecido para um “aprendiz de feiticeiro” como eu que toca “mal e porcamente” uns solos e acordes ao piano.

Nesta música (depois atualizarei o texto com a ficha técnica completa), músicos maravilhosos foram ao estúdio com Leonardo. Segundo o que me foi dito pelo próprio Leonardo Lobo, “todos adoraram a letra”.

Pessoas em situação de rua são um atestado da nossa culpa. São uma faca que roda na nossa carne para lembrarmos que somos omissos. São os frutos do nosso descaso e da nossa transferência de responsabilidades para terceiros.

Aqueles que se trancam nas suas bolhas rodeadas de muros ou cercas eletrificadas também sabem que essas pessoas existem e, de certa forma, até são uma ameaça ao “conforto da segurança privada” que nada mais é do que um presídio de luxo para quem não pensou no mundo que o cerca.

Na letra, muito bem interpretada por Leonardo, tento lembrar que são seres humanos que estão vivendo assim, como animais abandonados. São os excluídos da meritocracia lotérica. Essa meritocracia que nada mais é do que um engodo criado pelo capitalismo para fazer o bancário pensar que é banqueiro.

Saiba mais sobre pessoas em situação de rua nestes links:

https://observatorio3setor.org.br/carrossel/brasil-100-mil-pessoas-em-situacao-de-rua/

https://observatorio3setor.org.br/?s=rua

Na manhã cinza

Letra: Wellington Calasans

Música: Leonardo Lobo

Tradução: Yorkshire Tea

In the grey morning

Lyrics: Wellington Calasans

Music: Leonardo Lobo

Translation: Yorkshire Tea

Nasce o dia

É mais uma manhã cinza na cidade grande

Em algum bairro pobre, alguma mãe dá à luz

Na manhã cinza

As the day breaks

Another grey morning in the big city

In a poor neighborhood, another mother gives birth

In the grey morning

E os dois choram And both cry
A criança por ter nascido e a mãe é só desespero

É mais um filho para cuidar

The child for being born and the mother despairs

It’s another child to care for

Na manhã cinza In the grey morning
Na calçada as pessoas passam

Criança e mãe ignorados

Nem um sorriso pra confortar

Como no recém-nascido, concentrado no próprio umbigo

Passa o homem passa a mulher

São piores do que cego

Pois a pior cegueira é a de quem não quer enxergar

Preferem ignorar

People walk by on the sidewalk

Child and mother disregarded

Not a single soothing smile

Like the newly-born, focused on his own bellybutton

A man goes by, a woman, too

They are worse than the blind

The worst blind is the one who doesn’t want to see

They choose to ignore

Mas a criança insiste

Cresce sabendo que no jogo da vida não há tempo para brincar

But the child carries on

He grows up knowing there’s no time to play in the game of life

Mas a criança insiste

Cresce sabendo que no jogo da vida não há tempo para brincar

But the child carries on

He grows up knowing there’s no time to play in the game of life

Pula da cama sem saber como será mais um dia, mais um dia Wakes up without knowing how this day will be, how this day will be
Na manhã cinza In the grey morning
E a barriga ronca

A criança então decide brincar no jogo da vida

His belly growls with hunger

And the child decides to play in the game of life

E a barriga ronca

A criança então decide brincar no jogo da vida

His belly growls with hunger

And the child decides to play in the game of life

Desculpa, Tio, isso agora é meu

Não resista, você perdeu, você perdeu

Sorry, man, but this is mine now

Don’t resist. You lost, buddy, you lost

Na manhã cinza In the grey morning
Mas a fome é teimosa e insiste em voltar

A criança agora jovem já viciada em jogar,

Mas agora não é só comida é roupa é bebida,

Mas no jogo se ganha ou se perde

But the relentless hunger doesn’t abate

The child has grown up already hooked to the game,

But now it’s not just food, but clothes and also booze,

But sometimes you win, sometimes you lose

Na manhã cinza In the grey morning
O jovem por ter nascido e a mãe por ter vivido

Mais um desespero

É mais um filho para enterrar

The young man for being born, and the mother for having lived

Desperation once again

It’s another child to bury

Na manhã cinza In the grey morning
Enquanto a morte acolhe mais um jovem, na cidade grande

Em algum bairro pobre, alguma mãe dá à luz

While death takes another young one, in the big city

In a poor neighborhood, another mother gives birth

Na manhã cinza In the grey morning
Os dois choram And both cry

Assinta ao vídeo, aumente o volume e compartilhe com os seus contatos. Vamos ajudar a lembrar que essas pessoas existem.

Acha importante o nosso trabalho? Fácil - clique no botão abaixo para apoiá-lo:

Facebook Comments

Wellington Calasans

Jornalista, Radialista, Ativista Político, Sonha com um Brasil parecido com a Suécia e uma Suécia com o sol do Brasil, o sonho é livre.