Video #5 – Wellington Calasans conversa com o comentarista político chileno Victor Musa

O recente episódio, tentativa de golpe, com direito a bando de traidores fardados foi levado a sério por alguns. Seria realmente cômico se tudo isso não fosse uma tragédia construída a cada passo ridículo como este. A Venezuela tem petróleo e ouro demais para que os piratas do planeta permitam que aquele país exista como uma democracia.

Ler mais

Exclusivo! Primeiro-ministro da Guiné-Bissau no Duplo Expresso

Domingos Simões Pereira que já foi secretário-executivo da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e Primeiro-ministro da Guiné-Bissau (2014), destituído por um golpe (13 meses depois), é o atual presidente do PAIGC – Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde, vencedor das eleições legislativas realizadas no dia 10 de março deste ano. Volta ao poder pela via democrática.

Ler mais

A Sagrada Ordem Social Brasileira

Doutrinariamente definiu-se que as diferenças sociais não são provocadas por ações políticas ou fruto da luta de classes, mas um ordenamento social sagrado, onde não se deve contestar; afinal “eu nasci assim; eu cresci assim; eu sou mesmo assim; vou ser sempre assim”.

Ler mais

Lula sabia de tudo! Quem interrompeu aquele projeto?

Diante da inquestionável necessidade de trazer aquela fala para a atual situação em que está o ex-presidente, proponho aqui, através de perguntas, trocar impressões com o nosso público e tentar compreender o que houve. O ideal seria perguntar diretamente ao ex-presidente Lula, nessa época, faltando um ano para terminar seu segundo mandato, sobre o que ele já sabia nessa época em relação aos “Piratas do Pré –sal” (nome que ele supostamente dá a países que estariam interessados em nos tirar essa riqueza, ele fala em tom de brincadeira)?

Ler mais

Bolsonaro faz com mentiras a “doutrinação” que o PT evitou fazer com verdades para “controlar facilmente a boiada”

Aqueles que hoje criticam Bolsonaro por utilizar as redes sociais para a propagação de “Fake News” devem fazer uma autocrítica. Se houver honestidade na própria crítica, verão que a “doutrinação” que Bolsonaro faz hoje com mentiras, o PT deixou de fazer “com verdades”, pois apostou na alienação política das pessoas como uma ferramenta de “manutenção e controle da boiada vermelha”.

Ler mais

Bolsorão Temer Rousseff da Silva – O Frankenstein brasileiro que “toca o terror” contra o povo

Quando falamos sobre terrorismo, devemos lembrar que o PT no governo Dilma também deixou mais um presente para Jair Bolsonaro e seu governo civil-militar: apesar do Brasil já contar com instrumentos legais para punir atos terroristas, o governo Dilma sancionou em 2016 a Lei Antiterrorismo na esteira da realização das Olimpíadas no país. O objetivo original era supostamente conter os Black Blocs presentes em diversas manifestações na época.

Ler mais

Guerra híbrida no Brasil é a novidade de 1940

Como exemplos de movimentos típicos de uma guerra híbrida na América do Sul e no Brasil podemos citar: inflação, crise cambial, dívida pública, dominação dos meios de comunicação, desnacionalização dos meios que constituem condições gerais da produção de mercadorias, lobbies atuantes no Congresso Nacional e nas assembleias regionais. E muitos outros.

Ler mais

Os bancos substituem estados e municípios. É a farra da securitização!

Esse esquema joga no lixo a Lei de Responsabilidade Fiscal e todas as regras de finanças públicas do país, pois envolve:

a) contratação ilegal de dívida pública;
b) comprometimento do Estado com elevadíssimas garantias públicas e até indenizações;
c) desvio de recurso público: dinheiro pago por contribuintes será desviado durante o seu percurso pela rede bancária e não chegará ao orçamento público.
É tão infame que mascara até o conceito de “Securitização de Créditos”, porque quando bancos fazem securitização, eles se livram dos créditos de difícil de cobrança e entregam para pequenas financeiras cobrarem. No caso desse projeto, a Fazenda pública é que continuará cobrando os tributos, mas entregará o valor arrecadado para investidores privilegiados.
Por isso é imprescindível contatar deputados e deputadas para REJEITAR O PLP 459/2017

Ler mais

Mais um roubo na PETROBRAS

O comentarista do Duplo Expresso, Samuel Gomes, estreia na parceria entre a nossa página e o canal no YouTube “Tatoo no toco”. Produzir conteúdos e ampliar o alcance é o único caminho para que possamos reduzir o impacto da Fake News e pós-verdade na internet. Assista e compartilhe!

Ler mais

Bolsonaro é a chance para fundarmos uma esquerda de verdade

A “Datenização” da sociedade serve apenas como reforço do engodo “civilização x barbárie”, iniciado nas eleições. Enquanto isso, milhões estão desempregados, a mortalidade infantil cresce assustadoramente e as nossas riquezas são espoliadas. É preciso romper com essa farsa que foi montada para provocar uma volta do Brasil à condição de Colônia e do brasileiro à condição de escravo.

Ler mais

Samuel Gomes: Decálogo do Brasileiro Nacionalista

Após a sua participação no programa Duplo Expresso (31/10), o advogado e assessor parlamentar, comentarista da nossa página, Samuel Gomes, elencou os “dez mandamentos” para que possamos enfrentar os anunciados “tempos difíceis”. A palavra de ordem é “nacionalismo”. O debate sobre este ou aquele espectro da política e as bandeiras identitárias ficam relegados ao segundo plano, pois a hora é de salvarmos o país e lutarmos por democracia. Confira os dez pontos sugeridos por Samuel Gomes.

Ler mais

Aberto o alistamento de nacionalistas – A chave do recomeço

A vitória de Bolsonaro é a vitória da Guerra Híbrida imposta ao Brasil e aos brasileiros. Desde o final da Guerra Fria os colapsos das democracias ocorrem não mais com as figuras dos soldados e generais, mas através de governos eleitos. O caso do Brasil é ainda mais emblemático: ao prenderem Lula sem crime, os piratas do petróleo e a banca internacional escolheram não apenas o próprio candidato (que acabou como vencedor), mas também o adversário que traiu Lula e inicia o processo de destruição do maior partido do Brasil, o PT.

Ler mais

Coiso x Coisa? O debate é sobre Pré-sal, Eletrobrás, CLT, 13° Salário, Aposentadoria, Democracia…

O novo desvio de foco é a (não)“entrevista de Lula” que os atores com toga do STF fingem ter travado. Um finge que é bonzinho e outros são os demônios. Fica cada vez mais claro que Lula queria falar o que realmente pensa e barraram as entrevistas. Por isso, a IstoÉ (via Record) inventou uma jabuticaba jornalística, onde Lula é pintado como alguém que “comanda a campanha de dentro do presídio”.

Ler mais

Sequestrados pelos “donos do Brasil”, Haddad e Bolsonaro disputam posto de melhor refém

A famosa “governabilidade” não dependerá mais do apoio de partidos ou acordos obscuros nos gabinetes. Na verdade, quanto mais as forças até recentemente antagônicas da política dialogarem, mais excluído o povo irá se sentir e a consequência disso é que o “fantasma Lula” seguirá assustando. Lula preso e o povo sem esperança são dois ingredientes mortais para qualquer governo que seja consolidado a partir da farsa eleitoral 2018.

Ler mais

As duas faces do Exército

E vendo a entrega de bens naturais insubstituíveis, que não podem ser repostos, como o petróleo, o nióbio, terras raras e outros minérios, e bens construídos com os investimentos e a competência brasileira, como a Embraer, a base de lançamento de foguetes em Alcântara (Maranhão), a tecnologia de ponta em produção marítima de petróleo, o Exército prefere se manifestar politicamente para impedir o ex-Presidente Lula de sair da prisão, de ser candidato à Presidência.

Ler mais

Lula é o vermífugo contra os parasitas sociais

No Brasil do Regime Temer os cidadãos mais simples têm uma convicção que se mantém intacta e crescente: a vida econômica atual é resultado do parasitismo social de uma elite que degradou a política e provocou a desordem estrutural, responsável direta pela volta à mortalidade infantil, desemprego, fome, miséria e escravatura.

Ler mais

A Reorganização do Estado Brasileiro (Parte VI – Final)

O Estado Nacional Brasileiro não pode ser cópia. Não pode reproduzir qualquer ideologia colonizante. Deve surgir de nossas necessidades, de nossos entendimentos, de nossa capacidade de enfrentar desafios e da nossa compreensão do que seja um Estado Nacional.

Ler mais

A roleta russa da justiça brasileira – Lula entra na fase “matar ou morrer”

O que ainda nos causa perplexidade é ver que depois de todos essas violações de direitos e garantias fundamentais perpetradas contra o ex-presidente Lula, depois do sequestro do 8 de Julho, ainda tem pessoas que acreditam que deixarão Lula ser candidato sem que haja uma reação popular. Estamos diante de um grande e sofisticado golpe, que instrumentaliza o judiciário para dar uma impressão de legalidade.

Ler mais

A Reorganização do Estado Brasileiro (Parte IV)

Em conhecida e respeitada obra: “Cidadania, Classe Social e Status” (Zahar) o sociólogo britânico Thomas H. Marshall (1893-1981) divide cidadania pelos “direitos conquistados”: os civis – a liberdade em face do Estado, no século XVIII –, os políticos – a participação na formação e decisão do Estado, no século XIX, com o voto – e os sociais – que chegam com as reivindicações do século XX, principalmente após a vitória comunista em 1918. Mas peca pela ausência da compreensão sistêmica. A soma de direitos conquistados não forma o todo do direito cidadão.

Ler mais

A quem interessa a ignorância política do militante “de esquerda”?

O certo é que a visão da sociedade com o que é ser “de esquerda” deve ser comparada à “treva” a ser desvelada e iluminada. É preciso que seja resgatado – ainda que com a necessária modernização – a identidade do cidadão/eleitor consciente e crítico, pois – a despeito dos 13 anos que o “campo progressista” esteve no poder – a maioria dessas pessoas foi destituída da capacidade de conhecer a própria realidade.

Ler mais

Lula lá – Preso, incomunicável e proibido de se candidatar

A cada dia que passa tentarão isolar mais e mais Lula e falarão muito mais sobre Haddad. Como numa eleição para qualquer coisa, menos para quem quer ocupar o cargo de Presidente da República, há quem prefira exaltar virtudes supérfluas e que há pouco tempo foram usadas para mostrar que Lula, sem nada daquilo, ainda era o presidente que mais trabalhou para o Brasil e os brasileiros.

Ler mais

A esquerda brasileira é uma concessão da Globo

Tudo indica que, nos próximos dias ou horas, Haddad será indicado vice de Lula e será o candidato a presidente no lugar do ex-presidente. É a derrota do povo que foi impedido de votar. É a antecipação das eleições com candidatos que representam os bancos com roupas vermelhas ou azuis. Uma farsa que foi construída pela corrupta Globo, braço dos invasores norte-americanos no Brasil.

Ler mais

Vamos às praças com as nossas “Rádios-Falantes e Rebeldes” para Lula livre e Presidente!

Che Guevara, quando fundou a “Radio Rebelde”, foi quem primeiro teve essa ideia, mas usando um equipamento de rádio-amador e do alto da Sierra Maestra. Diga que foi ele então o autor da ideia: Ernesto Guevara de La Serna. Foi ele o autor intelectual dessa ideia.

Ler mais

A Reorganização do Estado Brasileiro (Parte II)

Coerente com a democracia, apenas serão poderes do Estado aqueles advindos da vontade popular, da expressa manifestação do voto do povo. Teremos então estes  dois poderes: o executivo e o legislativo, ambos com todos seus membros escolhidos, cada um, sem exceção, pelo voto do cidadão. Presidentes, prefeitos, vices, coordenadores, senadores e suplentes, todos só atingirão este poder pelo voto direto dado a cada um, individualmente.

Ler mais

O “Dia do volto” – Lula melhora a história do Brasil

O “Dia do Volto” é a nova história do Brasil. Uma história contada, pela primeira vez, pelo próprio povo. Ao vaticinar o seu regresso, Lula – mais do que um desejo pessoal – estimula toda a militância à vigília e à resistência. Lula sabe que é o único político do Brasil com forte apelo popular e não há inimigo pior para ditaduras, como a atual do Regime Temer, do que a necessidade de falar sobre eleições e ao mesmo tempo ter que incluir a vontade do povo no processo eleitoral. A volta de Lula será a mais consagradora conquista do povo brasileiro em toda a história. É a resistência silenciosa de um povo pacífico, mas que não quer mais ser confundido com “passivo”.

Ler mais

Viva! Há nacionalistas nas Forças Armadas!

Entre outras coisas, leia: Levando em conta o imperativo de preservar e ampliar a autonomia tecnológica da indústria militar, a única solução possível seria exigir da Boeing que mantenha no Brasil todas as atividades de P&D e manutenção da sua futura filial. E o principal: exigir que as tecnologias duais sejam patenteadas no Brasil sob propriedade da Embraer Defesa & Segurança. O Memorando acena com a concessão “licenças recíprocas de propriedade intelectual”, mas esta é uma garantia muito frágil, visto que tais contratos estariam sujeitos à ingerência do ‘Bureau of Political-Military Affairs’ do Departamento de Estado dos EUA.

Ler mais

Gol de Lewandowski mantém Brasil vivo na disputa contra o “Resto do Mundo”

Este golaço de Lewandowski é de uma ousadia que somente um “Ricardão” pode ter. Enquanto o Regime Temer estava escancarado para ser penetrado pelo “vice-Deus” Mike Pense, Lewandowski escondeu o viagra e deixou o recado na porta: “pode até dar, mas tem antes que pedir a mão ao papai Congresso”.
Em outras palavras, a venda de ações de empresas públicas, sociedades de economia mista ou de suas subsidiárias ou controladas exige prévia autorização legislativa, sempre que se cuide de alienar o controle acionário. “Ricardão” fechou o puteiro!

Ler mais

Liberdade de Lula não é uma moda; é uma luta por justiça e pelo resgate da política

De nada vai adiantar a estratégia de “jogar perfume em peixe podre”, como tem sido feito desde o famigerado “mensalão”. É preciso denunciar os abusos, o estupro à democracia e às leis. É preciso dar nome aos bois, incomodar e tirar a paz de cada um e de todos que usam as instituições para a prática de crimes.

Ler mais

A hora de evitar o caos e a falência completa das instituições

Sob ordens dos invasores estrangeiros, o cenário real é de um presidente ladrão, Câmara e Congresso ocupados por uma maioria corrupta e vendilhona, um poder judiciário parcial e que rasga a Constituição todos os dias. Como receber ordens desses poderes quando todos sabem se não é ao Brasil e aos brasileiros que estão a servir? Se na Ditadura de 1964 houve o uso excessivo da força, no atual regime o papel dos militares poderá ser reduzido ao de um porteiro de prostíbulo.

Ler mais

Luiz Moreira e a receita para o resgate da política

Devemos resgatar a política e a soberania popular. A política não pode ser substituída pela justiça, pois cidadão não vota em juizes e desembargadores. A soberania popular jamais poderá ser negligenciada em um estado que se pretenda democrático. O que temos assistido é uma adaptação das leis para que a política seja esvaziada e dê lugar ao perigoso regime da toga.

Ler mais