O genocídio de uma população inteira e a “Guerra às Drogas” como pano de fundo

No vídeo de hoje, Maria Eduarda Freire, expõe o pretexto da “Guerra às Drogas” para uma política de Estado de Extermínio através da associação de determinadas drogas tornadas ilícitas a grupos sociais, os marginalizados, os inimigos dessa guerra.
Maria Eduarda fala da necessidade da legalização e consequente regulação e controle da produção, do comércio e do consumo de todas as drogas, para que se ponha fim à essa política penal que pune apenas a ponta mais frágil do tráfico e está completamente fadada ao fracasso.
Confira o vídeo!

Ler mais

Mídia e Justiça – O Gozo dos Fascistas

O promotor de Justiça, André Guilherme de Freitas, na manhã de terça feira (24) realizou uma inspeção no presidio Bangu 8, indo direito para a cela do ex-governador Sérgio Cabral. Ao ingressar na ala, determinou: “Detentos, todos de cabeça baixa e de frente para a parede”, Sérgio Cabral argumentou que a atitude do promotor era desproporcional, e esse promotor, ao ser contestado, mandou que o enviassem para uma solitária, em um exemplo claro de ilegalidade e abuso de autoridade.
Para ilustrar mais um exemplo do arbítrio midiático-judicial, o ex-senador Luiz Estevão, também foi colocado em uma solitária por dez dias no presídio da Papuda no Distrito Federal, em janeiro do ano passado, após a polícia civil encontrar uma cafeteira e chocolate na cela em que estava.

Ler mais