Odebrecht: 15 dias para provas da inocência de Lula serem destruídas

Faz 6 meses (final de 2017) que o Duplo Expresso revelou, com base em depoimento exclusivo de fonte no TI da Odebrecht, que em junho de 2018 – ou seja, já no mês que vem – as provas da inocência do Presidente Lula seriam destruídas. Vimos cobrando, desde o ano passado, parlamentares a esse respeito. Diante de uma (até ali) inexplicável inação, às vezes – exasperados – fizemos isso até mesmo publicamente. De nada adiantou.
Nesta oportunidade, num último apelo aos parlamentares (nominalmente) “lulistas”, publicamos os requerimentos que fizemos (até aqui sozinhos), Provitimas e Duplo Expresso, não só à Procuradoria Geral da República mas também ao Ministério da Justiça. Neles pedimos (i) providências quanto ao documento que prova fraude processual por parte do esquema Moro; e também (ii) a sustação imediata do processo que culminará na destruição das provas que inocentam Lula.

Ler mais

Atenção: não seja enganado! Moro e Dallagnol – e a Globo! – foram derrotados no STF

Publicado 30/6/2017 – 12:17 Atualizado 2 e 3/7/2017 – 14:35 (1) Com “CDQ” proporcionado pelas fontes da Folha (!) –

Ler mais

Parte (3) de “Atenção: não seja enganado! Moro e Dallagnol – e a Globo! – foram derrotados no STF”

Parte (3) de “Atenção: não seja enganado! Moro e Dallagnol – e a Globo! – foram derrotados no STF” (Parte

Ler mais

Parte (2) de “Atenção: não seja enganado! Moro e Dallagnol – e a Globo! – foram derrotados no STF”

Parte (2) de “Atenção: não seja enganado! Moro e Dallagnol – e a Globo! – foram derrotados no STF” (Parte

Ler mais

Atenção: não seja enganado! Moro e Dallagnol – e a Globo! – foram derrotados no STF

Publicado 30/6/2017 – 12:17 Atualizado 2 e 3/7/2017 – 14:35 (1) Com “CDQ” proporcionado pelas fontes da Folha (!) –

Ler mais

“Com Supremo com tudo”: Globo e MPF chantageiam Ministros do STF à luz do dia!

Publicado 23/6/2017 – 11:16 Atualizado (final) 13:25 “Com Supremo com tudo”: Globo/ MPF chantageiam Ministros do STF – à luz

Ler mais

“Diretas já”: é preciso restabelecer a vigência plena da Constituição, com Governo e Parlamento relegitimados pelas urnas

“Diretas já”: é preciso restabelecer a vigência plena da Constituição, com Governo e Parlamento relegitimados pelas urnas Por Giselle Mathias

Ler mais