A estrela opaca e o “brilho de aluguel”

A frustração pela cassação do Lula irá refletir também nos candidatos do PT. Tem sido crescente a opinião que questiona o nível de envolvimento e dedicação à causa da defesa política de Lula por parte de muitos deles. Para piorar, essa eleição já é contestada pela ONU, na medida em que Lula segue preso e excluído, ninguém terá legitimidade aos olhos do povo.

Ler mais

Mais uma pesquisa reprova Haddad no “estágio probatório” anunciado por Lula

Falta de aviso não é! Estamos falando isso há meses. Depois não venham com a desculpa de que “a culpa foi de Lula”. Só falta isso no previsível ciclo da traições (interna e externa). Mas se alguns poucos, mas barulhentos, insistem no erro de ignorar o “fator povo”, vamos ver o que diz a pesquisa (mais uma) XP/Ipespe divulgada nesta sexta-feira (24).

Ler mais

Direito ao Ponto – “Justiça Louis Vuitton- Audiência de Custódia: ‘Ó vós que entrais, abandonai toda a esperança'”

No vídeo de hoje, Maria Eduarda Freire, escancara a realidade das audiências de custódia- garantia fundamental- que na prática é impossibilitada de cumprir o seu objetivo de assegurar a presunção de inocência e combater o encarceramento em massa provisório pela cultura jurídica autoritária e fascista que impede a efetivação dos nossos direitos fundamentais garantidos na nossa Constituição de 1988 e nos tratados internacionais de direitos humanos que o Brasil é signatário.

Ler mais

Decisão da ONU (Parte II) – A necessária reação popular e os incontáveis motivos

Precisamos resgatar a democracia. Precisamos resgatar as soberanias nacional e popular. A esquerda brasileira tem o povo ao seu lado. Quem nega o poder do povo o faz por medo, covardia ou conveniência própria. Não há como excluir o povo desta importante luta pela democracia. Líderes não nascem do marketing eleitoral e não são substituídos por imposição de partidos.

Ler mais

Decisão da ONU (Parte I) – A direita sempre foi golpista. E a esquerda?

A sofisticação deste golpe em curso está no fato de ter sido possível até sexta-feira (17) instaurar e manter o Regime Temer com ares de normalidade. A repetição do mantra “as instituições estão funcionando normalmente” era uma prática à direita e à esquerda, por via da mídia hegemônica – uma concessão estatal a serviço dos interesses internacionais – ou na “Globosfera”, segmentos apresentados como “de esquerda” para “pacificar” o militante ávido por atos que ponham um ponto final neste cenário circense de normalidade.

Ler mais

Zanin driblou a “Ditadura da Toga” brasileira e tirou com a ONU a lona do circo eleitoral

Se dentro do Brasil os resultados foram todos negativos, o advogado de Lula, Cristiano Zanin, e a sua equipe foram vacinados e deram o troco. Com um processo cirúrgico na ONU, a estratégia de jogar a questão eleitoral como um “dano irreparável” foi o xeque-mate no Regime Temer.

Ler mais

A decisão da ONU sobre Lula, a confusão Democracia x Eleições e como usar a nova arma

O certo é que a confusão que alguns políticos medíocres da esquerda permitiram ser criada foi por não terem separado a luta por democracia da campanha eleitoral. Antes a frouxidão era escondida ao não separarem a luta jurídica da luta política. Agora não têm mais como enganar o povo com live no Facebook ou papéis na mão “denunciando” o que todo o mundo já sabe. Vão ter que dizer se estão com Lula e o povo ou se querem legitimar o golpe com o famigerado “Plano B”.

Ler mais

Lula nasceu para vencer! Decisão da ONU detona inimigos internos e externos

A política é maravilhosa por isso: sempre há o imponderável! E a “bola da vez” é a “sinuca de bico” que a ONU deu no Regime Temer e os seus tentáculos: Ditadura da Toga, Globo, políticos vendidos e instituições cooptadas pela CIA e pelo mercado financeiro. Ao decretar que “Lula é preso político”, a ONU tirou a lona deste circo eleitoral que estava montado para fazer o povo de palhaço.

Ler mais

Golpe é… Golpe! – Brasil descumprirá decisão da ONU em favor de Lula. E aí?

A decisão da ONU hoje significa que, mesmo antes de se pronunciar sobre se há ou não perseguição a Lula pelo Judiciário brasileiro, o Comitê reconhece que haverá prejuízo irreparável caso o ex-Presidente seja impedido de concorrer até que o mérito seja decidido. Mal comparando, é uma espécie de decisão “liminar”.
Trata-se de uma importante vitória. Mas que é eminentemente moral, e (portanto) política, dada a ausência de mecanismo de execução. Em vista disso, é na arena da política que pode – e deve – ser explorada:
– ” O mundo reconhece que Lula é perseguido! E, para perseguir Lula, o Judiciário brasileiro, parte do Golpe, passa por cima até de decisão da ONU!”
Mais do que nunca, em consequência do pronunciamento da ONU, o PT tem a obrigação – política – de casar discurso e ação. Tratar o que, acertadamente, chama de Golpe como… Golpe. E levar às últimas consequências a (até aqui apenas…) palavra de ordem “eleição sem Lula é fraude”.
A verdade é que a decisão da ONU não afeta, muito, a linha de ação do Golpe. Apenas aumenta, um tantinho, o preço em desgaste de imagem que eles terão que pagar. E, certamente, estarão dispostos. Afinal, Golpe é… Golpe. No entanto, sobre as cabeças dos conspiradores do Plano B, ela cai como uma B’omba. Viva!

Ler mais

“Fake news” – plantada – de “Lula no Tribunal da Haia”: Golpe está passeando na Europa?

Como não acreditamos em coincidências “fortuitas” numa guerra (ainda mais híbrida), além de tudo tão precisas como no caso presente, cremos que as seguidas perguntas dos espectadores nas últimas semanas sobre uma suposta iniciativa de levar o caso Lula a um tal “tribunal na Haia” tenham tudo a ver com a casca de banana que foi jogada para que HispanTV e TeleSur escorregassem e dessem essa enorme barriga.
Quem terá plantado essa “informação”, falsa, nesses veículos, tão importantes e atuantes na desmoralização internacional do Golpe no Brasil?
Quais os seus objetivos?
O Duplo Expresso traz as hipóteses.

Ler mais

Qual o verdadeiro interesse dos EUA com a “desnuclearização” da Coreia do Norte?

Há aqui uma verdade que não pode ser escamoteada: os EUA querem ter o monopólio das armas nucleares e com isso poder dominar o mundo usando meios de persuasão com os seus aliados, nomeadamente UE, Israel e Arábia Saudita. Esses meios de persuasão têm a ver com embargos econômicos, tornando insustentável as economias dos “países alvo” de forma a pararem o desenvolvimento do programa nuclear.

Ler mais

Trump, Coreia do Norte e (mais?) “excesso” de “politicamente correto identitário”: “oriental” vs. “asiático”

Publicado 22/09/2017 – 23:12 Atualizado 23/09/2017 – 20:09 Trump, Coreia do Norte e (mais?) “excesso” de “politicamente correto identitário”: “oriental”

Ler mais