Recordar para Entender (Parte I) – Dilma na Globo como “garota propaganda” da Lava Jato e as sementes do mal

Dilma não apenas acreditou como afirmou que “investigações da Lava Jato podem mudar o país para sempre”. Numa coisa a ex-presidente tinha razão, a Lava Jato realmente mudou o pais para sempre, mas foi para pior! Fomos assaltados por uma quadrilha jeca de Curitiba, que, é sempre bom lembrar, promoveu o desmonte da indústria nacional, solapando a nossa economia, destruiu empregos e empresas estratégicas, amargaremos muitos anos essas perdas. Além disso, a Lava Jato foi transformada em uma indústria de delação e venda de sentenças.

Ler mais

Sobre a confusão em torno da liberdade de Lula

Os Tribunais no Brasil funcionam em determinadas ocasiões em regime de plantão (finais de semana, feriados etc.). Para que sejam evitados casuísmos e direcionamentos, isto é, seja recepcionado o princípio do juiz natural, há escala de plantonistas, na qual os desembargadores e ministros se revezam no serviço e, nessas ocasiões, decidem as questões pelo respectivo Tribunal.
Foi o que ocorreu com o Desembargador Rogério Favreto, decidindo Habeas Corpus que lhe foi regularmente distribuído pelo TRF 4ª Região. Logo, o Desembargador Rogério Favreto é o juiz natural do TRF 4. Região durante o plantão, sendo assim, são inquestionáveis sua competência e sua jurisdição em todas as ações criminais que lhes forem confiadas, como é o caso do Habeas Corpus do Presidente Lula.

Ler mais

Situação atual de Lula: sequestrado pela Globo e o seu juiz de plantão, Moro

O desembargador de plantão, Rogério Favreto, do TRF-4, concedeu há pouco um Habeas Corpus para Lula.
Lula será solto hoje? Perguntam milhares de seguidores do Duplo Expresso. A resposta seria “sim” se o Brasil fosse um país sério.
Ocorre que o juizeco, bandido e corrupto, Sérgio Moro, recebeu ordens dos irmãos Marinho da Globo para impedir o cumprimento desta ordem judicial. É um puteiro este Brasil!
O bandido Moro teve a ousadia de afirmar, via Globo, que o desembargador não tem competência para tomar esta decisão. A notícia pegou de surpresa até os comentaristas da própria Globo.

Ler mais

O que “até um cego vê” no Brasil da hipocrisia que “funciona normalmente”

Criar limonada do limão, fazer espinhos florescerem… Não é para qualquer um. Quem poderia falar um pouco disso é mais novo comentarista do Duplo Expresso, Leonardo Lobo. Notem bem: foi ele próprio, que não enxerga, quem escolheu para nome do seu comentário semanal (coisas que) “até um cego vê”.
Sim, um “cego”. E não um “deficiente visual”. Ou, mais eufemisticamente ainda (para quem?), uma “pessoa portadora de necessidades especiais”. Demorou, mas finalmente saímos do excesso do politicamente correto discursivo dos anos 1980 e 90 que, com tais floreios, preocupava-se mais em não ferir suscetibilidades das pessoas “normais” (sic) do que propriamente a daqueles que tal excesso visava a “descrever” (mas não tanto assim que chocasse, não é mesmo?).

Ler mais

“Brazil (vira-lata) conference” Vol. 2: platitudes e mistificações numéricas grosseiras. Tudo “para inglês (?) ver”

“BraZil (vira-lata) conference” Vol. 2: platitudes e mistificações numéricas grosseiras. Tudo “para inglês (?) ver” Por Romulus “Reportagem” – mais

Ler mais