Bolsonaro e Guedes enganam caminhoneiros e tentam o desmonte sem freio com todos os brasileiros na boleia

Os caminhoneiros que tanto reclamaram (com razão) da postura pelega de sindicatos e centrais sindicais, agora são enganados pelos “representantes” (seja lá o que isso possa ser) que vendem como “excelente negociação” uma armadilha para enganar trouxa: tabela do frete vinculada ao preço do óleo diesel.

Ler mais

Geopolítica da greve dos caminhoneiros e dos alimentos

A greve dos caminhoneiros acabou ou está acabando. Não conseguiu exatamente o que queria, a fixação de um preço baixo para o diesel e a fixação de um preço mínimo para os fretes. É inegável, porém, que foi altamente vitoriosa. O preço do diesel cairá um pouco e ficará mais estável com as promessas do governo de reajustar no máximo uma vez por mês. Houve também algumas outras pequenas concessões por parte do governo. Mas a grande vitória foi a demonstração de força política dos caminhoneiros. No futuro, suas reivindicações serão ouvidas com muita atenção por qualquer governo, pois ficou demonstrado que podem colocar o país de joelhos.

Ler mais

Alerta: Carmen Lúcia é resposta do Golpe para queda de Temer

Por incrível que pareça, a queda de Temer – se caísse sozinho – seria pior para a resistência democrática do que a sua manutenção com o seu atual estado de debilidade. Dessa forma, a luta tem que ser contra o Golpe, como um todo. Com especial ênfase no seu programa econômico, financista e entreguista. Programa esse cuja aplicação levou a, entre outras coisas, a atual conflagração com os caminhoneiros.
A “fulanização” da crise na pessoa de Temer pode levar o comando transnacional do Golpe a, caso as coisas piorem ainda mais, simplesmente apertar o botão “ejetar”. E manda-lo para os ares. Mas, aí, quem de fato cairia de paraquedas seria Carmen Lúcia. E na Presidência da República! Isso significaria que o Judiciário e a Globo assumiriam o comando do país diretamente, sem sequer a mediação da ala direita da política – muitas vezes, para nosso benefício, disruptiva, com seguidos curtos-circuitos (vide “JBS” e a prisão dos “operadores” de Temer, p.e.).
Notem: essa ala direita – ao contrário do comando transnacional do Golpe – vai, ela também, precisar de votos – da “plebe” – em outubro próximo.
Em suma, é “abaixo o Golpe”/ “Brasil soberano”/ “Lula livre”. E não “Fora, (só) Temer”!

Ler mais

Urgente: Greve dos Professores!

Os professores não podem perder tempo. A greve dos motoristas deve começar a perder a força na segunda-feira, porque os motoristas precisam trabalhar para sustentar suas famílias e o Brasil precisa comer. Se os professores já se mobilizarem hoje para grandes manifestações na segunda, o Golpe não resistirá.

Ler mais

Greve quase espontânea paralisa a economia brasileira

Para grande surpresa dos meios políticos brasileiros, a primeira greve geral bem sucedida, desde os governos reacionários e tucanos dos anos 1990, é uma greve quase espontânea, por adesão e solidariedade inconsciente, porém objetiva dos trabalhadores.
Objetiva solidariedade – todos ganham muito pouco, renda não suficiente para sustentar uma família, péssimas condições de trabalho, total insegurança em matéria de assistência à saúde do trabalhador e sua família.

Ler mais

Tropas nas ruas para impedir a demissão de Moro e Parente, meros sabujos dos EUA

Para o regozijo de Moro, Parente e Globo, as petroleiras estadunidenses começaram a exportar diesel e gasolina em volumes inéditos. Enquanto Parente destruía as refinarias da PETROBRAS, os EUA mais que dobraram a exportação de derivados para o Brasil. Como no Brasil Colônia, exportamos matéria-prima (petróleo) e importamos produtos acabados (derivados).

Ler mais

Tutorial (do caminhoneiro): como fazer um ataque híbrido (contra… zumbis?!)

Nos postos, muita fila para abastecer. Em mais há gente enfiando galões de gasolina no porta-malas. O sujeito tá correndo para abastecer mesmo sabendo que está caro, mesmo tendo ouvido que vai baixar R$ 0,70. Bateu o efeito manada. Guerra híbrida é isso aí: alguma informação acaba produzindo o real, e o agenciamento que ela produziu começa a criar um monte de dissonâncias. NESSE EXATO MOMENTO, O JORNAL LOCAL DA GLOBO INFORMA QUE SÓ HÁ MAIS 2 OU 3 DIAS DE CARNE NA CIDADE. Percebem onde vai dar? Apocalipse zumbi? O pico disso é que não temos a mínima ideia de como essa coisa começou; se a greve dos caminhoneiros é um plano do Temer, da direita do Temer, anti-Temer, fora-Temer, se vai virar os “20 centavos” e a Globo vai se apropriar, se vai virar os “20 centavos” e dessa vez é a esquerda que vai se apropriar.

Ler mais