Alckmin, refém de Moro, oferece mar de sangue por silêncio de Paulo Preto

A prisão do “operador” do PSDB “Paulo Preto” é a faca do esquema Moro no pescoço de Geraldo Alckmin. Em resumo, o sangue de inocentes, derramado por outro inocente, estará nas mãos de dois criminosos: Alckmin e Moro. E há hienas salivando bem próximas da (futura) carcaça. Pergunta: ainda “olhando e matutando”?

Ler mais