Lula “pinta-se para guerra” com Judiciário: uma no cravo, outra na ferradura

Em nada surpreendeu o tom da carta de Lula, lida nesta tarde pela sua porta-voz, a Senadora – e Presidente do PT – Gleisi Hoffmann, na reunião da Executiva Nacional do partido, em Brasília. Nela, o ex-Presidente veio “pintado para a guerra” com o Judiciário, com especial ênfase reservada para o (com) STF (com tudo).
Com sinais contraditórios, ora prestigiando o interlocutor do Golpe no PT, Fernando Haddad, ora acenando com o enfrentamento da “farsa” (apud Lula!), o ex-Presidente empurra a decisão mais para frente. O sindicalista não fecha portas. Ainda.
De forma que, até lá, uma no cravo, outra na ferradura. Depois do sinal forte da semana passada, de ter finalmente cedido e constituído Haddad como “seu advogado”, portanto com franco acesso à carceragem, era a vez de mostrar os dentes para o Golpe. E que dentes.

Ler mais