López Obrador, a retomada do nacionalismo popular no México e a esquerda latino-americana

A vitória de López Obrador (popularmente AMLO) no México significa o retorno de um governo de matiz nacional-popular após mais de três décadas. Essa vitória assume grande importância para a América Latina pois é um contraponto à onda de direita no continente.
Coincidência ou não (em política e ainda mais internacional é muito difícil haver coincidências), a “frente progressista internacional” abertamente anti-nacionalista do senador democrata estadunidense Bernie Sanders, ocorrendo paralela à posse de AMLO, ofuscou esse momento importante, centralizando a atenção de parte da esquerda brasileira mais em Nova Iorque, sede da espoliação imperialista, do que na Cidade do México, onde está uma parceria bem mais interessante aos nossos propósitos. Estará a esquerda brasileira pronta para retomar a construção nacional do seu país em bases soberanas, a partir de uma visão realista da geopolítica e da posição periférica do Brasil no mundo?

Ler mais

Populismo (“sujo e pardo”) vs. social-democracia (“cheirosa e europeia”): o vira-latismo na análise política

Segue, abaixo, o resumo escrito do comentário desta semana do cientista político Felipe Quintas no Programa Duplo Expresso, com o tema “Populismo e social-democracia: o que esses rótulos escondem?”. O início da fala de Quintas já está marcado na janela de vídeo abaixo, bastando clicar play para inicia-la.

Ler mais

IV Congresso do PSUV ocorre em meio a conjuntura decisiva para Revolução Bolivariana

Depois de uma semana marcada por datas bastante simbólicas para o povo venezuelano e latinoamericano, tais como os aniversários de Simon Bolívar (24) e Hugo Chávez (28) e as comemorações do Dia Nacional da Rebeldia Cubana (26), teve início o IV Congresso do PSUV, realizado entre os dias 28 e 30 de julho.
O congresso se desenvolveu numa conjuntura bastante difícil e decisiva para o PSUV. Mesmo concentrando praticamente todo o poder político do país, seja através da presidência da república, da hegemonia na Assembleia Nacional Constituinte, da concentração da maioria das prefeituras e governos estaduais do país, o governo ainda não foi capaz de diminuir os impactos da guerra econômica e resolver as dificuldades produtivas do país.

Ler mais

NA FRANÇA, EX-PRESIDENTE DO EQUADOR DISSECA GOLPES MIDIÁTICO-JUDICIAIS NA AMÉRICA LATINA – TUDO À SOMBRA DA ASA DA “ÁGUIA” AO NORTE

Publicado 29/08/2017 – 9:22 Atualizado 29 e 30/8/2017 – 11:52 Com: – Mais repercussão do “boilivarianismo” na França. – Vídeos

Ler mais