O “neoliberalismo” para o grande capital

Os Estados Unidos, sufocados pelos gastos na Guerra do Vietnam, acabaram com os acordos de Bretton Woods em 1971 e, do dia para a noite, abandonaram a conversibilidade do dólar para o padrão ouro. A crise mundial do petróleo, de 1974, colocou em xeque as políticas keynesianas. O neoliberalismo, que tinha sido uma corrente econômica ultra minoritária até a década de 1970, foi catapultado ao primeiro plano da política econômica, em cima dos fartos recursos de Wall Street e da City de Londres.
Leia e compartilhe.

Ler mais

Deep State avança contra Trump: qual o lugar de Bolsonaro? – D.E. 25/set/2019

Destaques:
(i) Romulus Maya faz a análise da conjuntura política.
(ii) Alejandro Acosta, editor do Jornal Gazeta Revolucionária, explica por que os sindicatos de estatais no caminho da privatização e as centrais sindicais não convocam greve.
(iii) O geólogo Geraldo Lino detona a canastrice de Greta Thunberg na ONU.

Ler mais