Exclusivo! Primeiro-ministro da Guiné-Bissau no Duplo Expresso

Domingos Simões Pereira que já foi secretário-executivo da CPLP – Comunidade dos Países de Língua Portuguesa e Primeiro-ministro da Guiné-Bissau (2014), destituído por um golpe (13 meses depois), é o atual presidente do PAIGC – Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde, vencedor das eleições legislativas realizadas no dia 10 de março deste ano. Volta ao poder pela via democrática.

Ler mais

Duplo Expresso 01/abr/2019

Para assistir, curtir as páginas e compartilhar, temos no Programa Duplo Expresso desta segunda-feira, 01/04, os seguintes destaques:
– O cientista político Felipe Quintas comenta: “A Assessoria Econômica de Getúlio Vargas e a decolagem brasileira”
– A psiquiatra, professora aposentada da Universidade Federal de Pelotas Dorotea Kremer fala sobre: “Personalidades autoritárias: o solo fértil para o fascismo”
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Aspectos de uma ilha-Brasil: eis o BraZZZil que dorme…

Em mais uma oportuna reflexão, o antropólogo João de Athayde denuncia um Brazil com Muitos “zês”. Característica gráfica que revela o estado de sonolência do nosso povo, mas também como consequência de uma maneira pusilânime como tem sido desmotivado – por forças nefastas – a construir o próprio destino e a própria nação.
É um texto de leitura obrigatória para quem deseja refletir sobre os rumos que devemos tomar. Boa leitura!

Ler mais

O futuro sem dor

O projeto musical do Duplo Expresso segue com mais uma composição de Wellington Calasans musicada por Leonardo Lobo. A maneira inconsequente como os conteúdos produzidos pela Rede Globo têm sido compartilhados por tantas pessoas, inclusive aquelas que são simpáticas ao campo progressista da política, motivou esta reflexão. Desta vez um pop/rock com elementos árabes e também nordestinos fazem a base dos arranjos musicais. Aumente o volume e compartilhe.

Ler mais

A ilegalidade da distribuição de royalties do Pré-Sal

Há, no Brasil, um grande desafio a ser vencido para a democratização da distribuição das participações governamentais, pois os royalties do regime de partilha de produção, cuja alíquota teórica é de 15%, estão sendo distribuídos apenas para a União e para Estados e Municípios confrontantes e afetados, utilizando-se, sem base legal, os mesmos critérios do regime de concessão.

Ler mais

Lava Jato, Máfia, Corrupção e Judiciário – Parte II

Leonel Brizola dizia que as práticas políticas da “oposição” com os “governos militares” geraram um mar de cumplicidades.Estamos mais uma vez submersos, quase afogados, sem poder respirar, nesta globalizante pressão ideológica e financeira desde 1990.

Ler mais

Duplo Expresso 26/mar/2019

Para assistir, curtir as páginas e compartilhar, temos no Programa Duplo Expresso desta terça-feira, 26/03, os seguintes destaques:
– A socióloga Thais Moya comenta: “Bolsonaro despenca e Haddad cai em desgraça: Discurso bolsonarista não convence maioria mas Esquerda finge que sim”
– O antropólogo Piero Leirner fala sobre: “Por Que Devemos Suspeitar do Dualismo Bolsonaro-Militares”
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Lava Jato, Máfia, Corrupção e Judiciário – Parte I

A corrupção é o sinal de Estado fraco. O que é Estado fraco? Aquele que a elite que o dirige está comprometida com a manutenção do “status quo”, com o imobilismo – econômico, social, cultural -, no caso brasileiro, com manutenção da escravidão e com o modelo exportador de produtos primários, contra a industrialização.

Ler mais

O Fantasma da Marielle Franco

Para não responderem a pergunta que lhes atormenta os corações (de pedra) e as mentes (de vento), os prestidigitadores da Farsa-jato encerram a semana oferecendo a cabeça de mais um daqueles golpistas que lhes prestava reverências. Tudo incrivelmente previsível. O que seria apenas mais um “cala-boca”, pode tornar-se um grito de “bota-fora”. Cabe a nós ecoá-lo. Afinal, quem matou Marielle?

Ler mais

Reflexões sobre Transporte Espacial no Brasil

Quaisquer considerações quanto ao emprego de satélites no âmbito do governo sempre impuseram as necessárias cautelas. No que se refere a lançadores nacionais, além da indisponibilidade dos referidos equipamentos, a médio e longo prazo, são óbices rotineiros a carência de recursos e pessoal especializado.

Ler mais

Duplo Expresso 21/mar/2019

Para assistir, curtir as páginas e compartilhar, temos no Programa Duplo Expresso desta quinta-feira, 21/03, os seguintes destaques:
– O escritor, sociólogo e analista internacional Lejeune Mirhan fala sobre: “Quando as elites dividiram o mundo – Parte final: Os tratados de Versailles, San Remo, Sévres e Lausanne”
– O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães comenta a atualidade política do Brasil e do mundo.
– O politólogo e analista internacional Eduardo J. Vior fala sobre: “O que aconteceria com o Brasil se Macri não chegar à eleição de outubro?”
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Bolsonaro, OMC, OCDE e o fim do Brasil: tirem essa gente do Executivo urgente!

– Os EUA sacaram a sede por validação – principalmente em nível internacional – que acomete Bolsonaro e aproveitaram para meter uma faca – histórica!
– É o fim de uma política externa na área do comércio – referência em nível internacional – de décadas, que perpassou militares, redemocratização, FHC e Lula. Ou seja, de Estado!
– A pior elite do mundo – míope -, a “industrial” (existe?) e a agrária, talvez ainda não conheça as consequências de sair do Sistema Geral de Preferências (restrito a países em desenvolvimento) para as nossas exportações. É muito pior que “embaixada em Jerusalém”!
– “Perde-perde”: se o Brasil já pode adotar o que julgar ser conveniente na qualidade de observador da OCDE, para que dar as calças para entrar na mesma? A não ser que o objetivo seja, justamente, deixar certos orifícios já devidamente expostos… perpetuamente, no caso (“lock-in effect”).

Ler mais

Duplo Expresso 20/mar/2019

Para assistir, curtir as páginas e compartilhar, temos no Programa Duplo Expresso desta quarta-feira, 20/03, os seguintes destaques:
– A arquiteta e PhD em Administração de Empresas Patrícia Vauquier comenta: ”O governo ultraliberal do Macron e os coletes amarelos”
– O especialista em minas e energia, Phd em engenharia na área do petróleo Paulo César Ribeiro Lima fala sobre: “Acordos da Petrobras com órgãos dos EUA e com o MPF do Paraná”
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Duplo Expresso 19/mar/2019

Para assistir, curtir as páginas e compartilhar, temos no Programa Duplo Expresso desta terça-feira, 19/03, os seguintes destaques:
– O PhD em Economia e presidente do Centro de Estudos Latino Americanos Nildo Ouriques comenta: “Uruguai: uma análise crítica dos governos Mujica e seu legado”
– O antropólogo Piero Leirner comenta: “Cronologia da Guerra Híbrida no Brasil: o problema militar”
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

A Árvore Cheia da Jabutis

Vivemos, como no Império, a farsa do Poder. Uma família que vivia faustamente às custas do povo que a aplaudia. Hoje somos uma nação escrava, votando e apoiando o opressor. Com o descaramento que borda o cinismo, ouvimos que o País exige a “reforma da previdência” que nos levará, daqui a 15/20 anos, a encontrar o nirvana. Eu retruco, estatizem o sistema financeiro e, em um ano, o Brasil estará crescendo como nunca.

Ler mais

Duplo Expresso de Domingo 17/mar/2019

Destaque:
– A auditora e coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida Maria Lúcia Fattorelli e a economista do IDEC (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) Ione Amorim comentam: “A encruzilhada do endividamento: a dívida pública e a dívida privada”.
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

José Bonifácio, Construtor da Nação

A importância de José Bonifácio, Patriarca da Independência, ainda não foi devidamente medida e popularizada. Além de cientista naturalista prodigioso (sendo o mineral andradita batizado em sua homenagem), foi um político de grande habilidade, crucial para a preservação da unidade nacional num momento em que a América hispânica se balcanizava, e autor do que pode ser considerado o primeiro grande projeto nacional brasileiro, que articulava, de maneira bastante avançada, a soberania nacional, a integração física/territorial, étnica e social do Brasil, o desenvolvimento produtivo, científico e cultural e a melhoria das condições de vida de toda a população.

Ler mais

Quem vigia os vigilantes?

São cinco anos de Lava-jato. Como comemorar? A melhor coisa seria fazer como pretende Sama: sair por aí colando em cada poste deste Brasil um cartaz de “Procura-se”. Nele, a foto dos traidores lesa-pátria com carimbos de seus crimes – sim, bem sabemos que teríamos tantas carimbadas que nem daria para ver os rostos… Quanto tempo mais a sociedade do espetáculo hardcore vai levar para entender que quem está sendo punido neste teatro de horrores não são os atores no palco, mas o público que lhes paga ingresso?

Ler mais

O povo brasileiro não é pacífico, ele é pacificado

O povo brasileiro não é pacífico, ele foi é pacificado; pacificado pelo medo, amedrontou-se de bandidos, de vermelhos, de seus próprios preconceitos, dos humores do mercado, do desemprego e das nuvens despoéticas de puro gás lacrimogênio. Pacificado pela repressão policialesca e juristocrática, pacificado pelas ilusões narrativas e midiáticas. Pacificado pelo desvio de foco ocultando na fumaça as questões de poder verdadeiras, de classe e de soberania.

Ler mais

A importância das refinarias e das fábricas de fertilizantes da Petrobras para a economia nacional e para o agronegócio

Se forem criadas e privatizadas as subsidiárias detentoras dos Conjuntos Nordeste e Sul, todos os ativos, compostos por refinarias, oleodutos e terminais, serão controlados por empresas privadas, que terão o monopólio do refino e logística, respectivamente, nas regiões Nordeste e Sul. Ressalta-se que os preços praticados pela Petrobras podem ser administrados pela União, que detém o controle do capital votante da empresa. Um monopólio privado, sem regulação, poderá levar à escassez de suprimento e ao aumento do preço dos derivados.

Ler mais

Novos Alvos da Banca: Militares, Magistrados e Promotores

Vivemos a guerra híbrida do sistema financeiro internacional contra a humanidade. Os argumentos são envolvidos nas mais atraentes embalagens e se apresentam sempre a favor da banca, como abrevio este sistema demolidor.Pelas redes sociais foi divulgada a seguinte tabela de valores médios de aposentadorias, onde logo encontramos inconsistências, incoerências, além da anônima autoria. É o fake da banca em ação. Com que propósito?

Ler mais

O narcotráfico guia a política continental de Washington

“As denúncias contra os governos da Argentina, Brasil e Colômbia mostram que o crime organizado é o verdadeiro motor da estratégia estadunidense.” Com esta frase, Eduardo Jorge Vior mostra como há uma espinha dorsal erigindo o andar das intervenções imperialistas estadunidenses na América Latina. Muito além de questões políticas com ideologias distintas, o que se evidencia é a retroalimentação capital-poder baseado no modelo expansionista da política de drogadição administrada. Sem partidos, sem bandeiras, sem fim.

Ler mais

99%, UNÍ-VOS! – Lara Resende mudou? Hummm…

Helio Silveira e Rogerio Lessa retomam o alerta: os 99% precisam entender o que esconde-se no discurso austericida dos 1%. Não se deixem enganar pelo mundo limpinho e cheiroso que os liberaris prometem ao afirmarem que um Estado-Mínimo será o máximo para as vidas de vocês. Isso, na melhor das hipóteses, é um sofisma indefensável. Mas, nunca é tarde para a conversão de um pecador… Neste texto, é abordada e discutida a revisão de Lara Resende sobre o austericídio nacional do qual foi um dos mentores: o Plano Real de 1994.

Ler mais

Amadorismo, Ingenuidade ou Cumplicidade?

A mídia corporativa passou as últimas décadas demonizando a Esquerda, o PT e Lula. E com êxito completo. E de que forma Lula e Dilma reagiram aos ataques? Irrigar com recursos federais esse jornalismo que lhes apunhalavam serviu para estarmos no beco de hoje: o governo Bolsonaro. “cría cuervos y te sacaran los ojos!”

Ler mais

Os frutos da Petrobras estão sendo colhidos pelos críticos dos investimentos do Estado e de suas empresas

Os resultados operacionais da Petrobras, de 2010 a 2018, são estáveis e impressionantes. Algo na ordem de US$ 25 bilhões. Portanto, o alardeado resultado de 2018 não representa nenhuma novidade. Aliás, a manipulação dos números ao longo dos últimos anos e a forma com que foram divulgados pela mídia, fizeram com que a sociedade brasileira passasse a acreditar que a Petrobras estava passando por uma grave crise financeira. Não! Petrobras foi e continua sendo a empresa com maior lucro operacional e de maior ativo do Brasil. Esse patrimônio deve ser preservado em vez de ser privatizado.

Ler mais

As Verdadeiras Amarras de Lula e o Sequestro do Brasil

O que será capaz de manter a cabeça de Lula ainda altiva e centrada na sua preservação – mental, moral e política? Thais Moya declara que o afeto que ele carrega seria um indutor de seus atos e decisões nos últimos anos, ainda que, por esse mesmo sentimento, tenha negado todas as chantagens que lhe foram impostas.

Ler mais

Um Poema para o Anjo Arthur

Uma homenagem do escritor angolano Orlando Victor Muhongo ao menino Arthur Araújo Lula da Silva, ao maior líder brasileiro de todos os tempos – Luís Inácio Lula da Silva – e a todos que estão do seu lado. Ele afirma: “Impossível ficar indiferente diante do que estão a fazer com o Brasil. Estamos juntos nessa luta!”

Ler mais

A privatização da TAG não atende ao interesse público

A Petrobras, afrontando decisão cautelar do Ministro Ricardo Lewandowski, retomou o processo de privatização de 90% da Transportadora Associada de Gás S. A. – TAG. A decisão pelo reinício dos desinvestimentos foi tomada pela empresa após a Advocacia Geral da União – AGU avaliar que sim, A Petrobras atende a requisitos analisados pelo próprio STF para alienar subsidiárias. A visão míope de obter receitas no curto prazo pela venda ilegal da TAG também não se justifica nem financeiramente (o lucro anual oscila em torno de R$4 milhões), tampouco estrategicamente. Enquanto a palavra de ordem na indústria do petróleo é “diversificação”, a Petrobras encolhe-se e afirma o desejo de concentrar-se em exploração e produção.

Ler mais