João de Athayde – Turim nos passos de Gramsci

Como quem viaja entre o passado e o presente, mas de olho no futuro, Athayde faz também um paralelo entre o pensamento de Gramsci sobre a política e a relação de classes (retratados nos Escritos Políticos daqueles dez anos) e o contexto político brasileiro da atualidade.

Ler mais

“Direito ao ponto” #7 – Lutar por Lula Livre é lutar por Direitos Humanos

Com a necessária indignação, Maria Eduarda Freire apresenta dados estatísticos que revelam a predominância do desejo de linchamento entre os brasileiros, onde o atropelo às leis e direitos fundamentais, resguardados pela atual constituição, dão lugar ao ódio que ganha cada vez mais espaço na rotina das pessoas.

Ler mais

Força Expedicionária de Direito – FEB 2.0: a cobra está fumando!

Na aplicação 2.0, estou convocando ativistas para compor uma Força Expedicionária rumo a Brasília para libertar nossa Capital das mãos dos Nazi-Juristas. Assim como a versão original da FEB foi combater o Nazi-Fascismo na distante Itália no século passado, hoje precisamos de brasileiros dispostos a lutar contra o Nazi–Fascismo que se instalou em nosso país em razão da Ditadura da Toga. Em cinco anos de prejuízos causados pela Operação Lava Jato, que supostamente se propunha a combater a corrupção mas que na verdade debilitou nossa economia, destruiu nossas empresas e garantiu a Supremacia do Império Anglicano em solo brasileiro.

Ler mais

Duplo Expresso 17/mai/2018

Destaques:
– O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães comenta a atualidade política do Brasil e do mundo.
– O sociólogo, escritor e analista internacional Lejeune Mirhan comenta: “Nakba e a instalação da embaixada dos EUA em Jerusalém”
– A jornalista e comentarista de política Niobe Cunha fala sobre: “O golpe exposto por uma vírgula confirma: só o povo pode por um ponto final”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Duplo Expresso 16/mai/2018

Destaques:
– A arquiteta e mestra em Engenharia Civil Patrícia Vauquier comenta: “Como as elites fabricam a teoria econômica que lhes convém”
– O Procurador da República Celso Três e o advogado Samuel Gomes falam sobre: “Corporativismo e politização: como tornar o MPF republicano”
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Guerra e paz pós-eleição: Alckmin é Peru, Ciro é México. Lula será o quê?

“Grande México”? Todas as forças progressistas brasileiras admitem que não há saída fora da reindustrialização do país. A campanha de Ciro Gomes é a mais enfática neste aspecto. Mas seus economistas não falam de propostas sociais. Alguns já chegaram a dizer que a política lulista de aumento do salário mínimo era um problema! Se não queremos empurrar o custo da necessária modernização da economia sobre o povo, teremos de enfrentar a reação dos rentistas. Ciro Gomes vai comprar essa briga? Ou fará como no México, fazendo o povo pagar?

Ler mais

Duplo Expresso 15/mai/2018

Destaques:
– O especialista em Minas e Energia, PHD em Engenharia na área do petróleo, Paulo César Ribeiro Lima comenta: “A falsa necessidade de privatização da Eletrobras”
– O jurista Luiz Moreira fala sobre: “Governabilidade: depois do golpe do ‘impeachment’ sem crime, deveria o presidente poder – também – dissolver o Parlamento (como na França e em Portugal)?”
– O doutor em Economia Gustavo Galvão comenta: “Projeto para o Brasil: nem o ‘grande Peru’ do PSDB, nem o ‘grande México’ de Ciro Gomes”.
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Duplo Expresso 14/mai/2018

Destaques:
– João Vicente Goulart comenta: “‘Ditabranda’ – Quem eram os autorizados diretamente por Geisel e Figueiredo”
– O economista Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo fala sobre: “China vs. Brasil: onde foi que perdemos o bonde?”
– O arquiteto e comentarista de design e empatia Carlos Krebs comenta: “Alguns filmes para gostar de Arquitetura”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Por Lula, Provitimas e Duplo Expresso vão ao STF

Como vocês já sabem, fiz duas peças de “Amicus Curiae” em favor do Lula. Uma no TRF4 e outra no STF. De “amigo” dessa corte, a peça só tem o nome. Não tem jeito mais fácil de fazer inimigos no Judiciário do que expor a corrupção e sujeira que lá há. Mas o que eu queria com isso? Descubra lendo o texto. Mas seja rápido; o tempo não para…

Ler mais

Eu, Tu, Nós: Civilização

Há três fontes que nos impedem o alcance da tão sonhada felicidade, que são: as forças da natureza (furacões, terremotos, maremotos, etc); a fragilidade de nosso corpo (adoecemos e morremos); e, a insuficiência das normas que regem as nossas relações com os outros (família, Estado e sociedade).

Ler mais

Quando não será a Lava Jato um “valhacouto de torturadores”?

Eles andam por aí, com seus butins de caça, caçando pessoas. A dor de ter a sua dignidade inapelavelmente rasgada pelas garras do sistema de justiça é de uma violência tão excessivamente tétrica e brutal que nada é capaz de definir o que é ser ferido por tamanha dor. É a dor de ter a sua vida barbarizada por promotores e juízes sanguinários, pelos dedos apontados em riste de uma sociedade sem rosto, sedenta por um bode expiatório, e uma mídia linchadora de reputações que “mata” em vida. É um matadouro.

Ler mais

Duplo Expresso 11/mai/2018

Destaques:
– O politólogo e analista internacional argentino, Eduardo J. Vior, doutor em Ciências Sociais na Alemanha e doutor em Sociologia pela Universidade do Paraná, comenta: “A crise na Argentina”
– O antropólogo João de Athayde fala sobre: “Reflexões sobre a escravidão nos 130 anos da abolição”
– O advogado Rubens Rodrigues Francisco comenta: “É de batalhas que se vive a vida. Tente outra vez”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Você deve entender por que Kadhafi era odiado pelo Ocidente

O continente africano sempre teve seu desenvolvimento impedido pelos sucessivos danos causados pelas potências colonizadoras. O ex-líder líbio Muammar Kadhafi ousou desafiar a ordem colocada como “natural”, propondo a criação de um banco africano e uma moeda própria que valeria para os “ESTADOS UNIDOS DE ÁFRICA”.

Ler mais

“Direito ao ponto” #6 – “Foro ‘privilegiado’ e o avanço do STF”

Nesta semana, Maria Eduarda Freire trata do mais recente episódio em que o STF reescreve a Constituição, sem competência para tanto. Desta vez, para aumentar ainda mais o cerco da Juristocracia aos Poderes Políticos, representantes – eleitos – da soberania popular, restringindo o alcance da sua garantia constitucional ao foro por prerrogativa de função, erroneamente chamado (de maneira interessada) de “foro privilegiado”.

Ler mais

Duplo Expresso 10/mai/2018

Destaques:
– O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães comenta a atualidade política do Brasil e do mundo.
– O sociólogo, cientista político e arabista Lejeune Mirhan fala sobre: “Eleição no Líbano e a mudança do cenário político e estratégico do Oriente Médio”.
– A jornalista Niobe Cunha comenta: “Alô! Alô! Terezinha: eu vim para confundir, não para explicar”.
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Alô! Alô! Terezinha: Eu vim para confundir e não para explicar

Alô, Alô, Terezinha! Vocês querem bacalhau? Qual será o bordão que ajudará a entender o momento político brasileiro atual? “Quem não se comunica se trumbica”, ensinaria o Velho Guerreiro. O mesmo que disse que estava ali para confundir, não para explicar. Há falta de respostas objetivas e claras por parte da imprensa para as nossas dúvidas, mas parece que ela só comunica os interesses do diversionismo.

Ler mais

Duplo Expresso 9/mai/2018

Destaques:
– A arquiteta mestra em Engenharia Civil Patrícia Vauquier comenta: “Um ano de Emmanuel Macron: o tamanho do golpe”
– O jornalista e integrante do Diretório Nacional do PDT Osvaldo Maneschy e o advogado Samuel Gomes falam sobre: “Voto impresso: nosso único comprovante”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Um ano de Emmanuel Macron: O tamanho do golpe

Emmanuel Macron era o candidato que se dizia “ao mesmo tempo, nem de direita nem de esquerda“. Ao contrário de Temer, ascendeu ao poder eleito pelo povo francês. Mas, assim como Temer, tem o Congresso em suas mãos. Qual o tamanho do golpe após o primeiro ano do novo presidente?

Ler mais

Duplo Expresso 7/mai/2018

Destaques:
– João Vicente Goulart fala sobre: “Como organizar a luta dos trabalhadores contra o avanço ultraliberal no Brasil”
– O arquiteto e comentarista de design e empatia Carlos Krebs comenta: “Brasil: Futuro do Presente, Futuro do Pretérito”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

“Lula” é libertado: mas foi o de Resende-RJ

– Libertatis erga omnes vs. periculum libertatis.
– Sindicalista é libertado das garras do judiciário, mas… não foi Lula.
– Foi Jeremias Casemiro, o Mirim da Comissão de fábrica da Volkswagen, na cidade de Resende – RJ. Aquele que ingressou com dois Amicus Curiae em favor de Lula no TRF 4 e no STF. O Desembargador José Muinõs Piñeiros declarou-se incompetente e revogou a prisão preventiva de 16 anos, a qual se estendia há 2 anos.

Ler mais

Brasil: Futuro do Presente, Futuro do Pretérito

A cada nova geração, a oferta do Brasil como país do futuro. Do presente, ou do pretérito? O descaso com as gentes, com o seu direito básico à uma moradia digna, trouxe um gosto amargo ao trabalhador brasileiro em seu 1º de maio. Ou será que ele trouxe uma mensagem muito mais forte? Uma ameaça explícita que agora ou somos nós contra eles, ou amanhã o que desaba de vez é o Brasil. E desta vez sim, com o Supremo, com tudo.

Ler mais

O retorno à antiga Idade Moderna II – Angola: A Rainha Nzinga e a Resistência

O retorno à antiga Idade Moderna segue. Por um lado, querem empurrar o Brasil para os tempos-sem-direitos de antes da queda da Bastilha, e por outro, certos temas sobre a Idade Moderna (1453-1789) estão muito em dia. Mas a história do Brasil não tem fundo só europeu e mesmo que o atual ministério deseducativo no poder não tenha a isso nenhuma afeição, insistimos em trazer Brasil e África para o centro da discussão.
Nzinga não era abolicionista, idéia que não existia naquele momento e contexto local, parte de sua luta era efetivamente pelo controle de rotas de comércio de escravos. Ela foi uma rainha resistente contra a expansão portuguesa e contra o fato que os povos liderados por ela fossem escravizados e enviados para o Brasil.

Ler mais

Duplo Expresso 4/mai/2018

Destaques:
– O advogado Rubens Rodrigues Francisco comenta: “Advocacia surreal: ‘O Crime do Padre Amaro’ – para além da literatura realista”.
– O antropólogo João de Athayde fala sobre: ““Rainha Nzinga, Palmares e um mar de resistência”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Advocacia surreal: “O Crime do Padre Amaro” – para (muito) além da literatura ‘realista’

Infelizmente, o caso desse padre Amaro é mais trágico do que cômico. É o prenúncio do que havíamos alertado diuturnamente no Duplo Expresso: a “Escola de Direito” de Moro, de Curitiba. O Estado que prende e depois processa, criminalizando os movimentos sociais e buscando a condenação, não a justiça.
Foi impetrado um HC “Habeas Corpus”, o “tal”, aquele, igual do Lula, etc.
Mas o pobre Padre Amaro não é Lula. Não haverá multidões à porta de sua cela. E então, o que fazer?

Ler mais