Força Expedicionária de Direito – FEB 2.0: a cobra está fumando!

Na aplicação 2.0, estou convocando ativistas para compor uma Força Expedicionária rumo a Brasília para libertar nossa Capital das mãos dos Nazi-Juristas. Assim como a versão original da FEB foi combater o Nazi-Fascismo na distante Itália no século passado, hoje precisamos de brasileiros dispostos a lutar contra o Nazi–Fascismo que se instalou em nosso país em razão da Ditadura da Toga. Em cinco anos de prejuízos causados pela Operação Lava Jato, que supostamente se propunha a combater a corrupção mas que na verdade debilitou nossa economia, destruiu nossas empresas e garantiu a Supremacia do Império Anglicano em solo brasileiro.

Ler mais

Por Lula, Provitimas e Duplo Expresso vão ao STF

Como vocês já sabem, fiz duas peças de “Amicus Curiae” em favor do Lula. Uma no TRF4 e outra no STF. De “amigo” dessa corte, a peça só tem o nome. Não tem jeito mais fácil de fazer inimigos no Judiciário do que expor a corrupção e sujeira que lá há. Mas o que eu queria com isso? Descubra lendo o texto. Mas seja rápido; o tempo não para…

Ler mais

“Lula” é libertado: mas foi o de Resende-RJ

– Libertatis erga omnes vs. periculum libertatis.
– Sindicalista é libertado das garras do judiciário, mas… não foi Lula.
– Foi Jeremias Casemiro, o Mirim da Comissão de fábrica da Volkswagen, na cidade de Resende – RJ. Aquele que ingressou com dois Amicus Curiae em favor de Lula no TRF 4 e no STF. O Desembargador José Muinõs Piñeiros declarou-se incompetente e revogou a prisão preventiva de 16 anos, a qual se estendia há 2 anos.

Ler mais

Advocacia surreal: “O Crime do Padre Amaro” – para (muito) além da literatura ‘realista’

Infelizmente, o caso desse padre Amaro é mais trágico do que cômico. É o prenúncio do que havíamos alertado diuturnamente no Duplo Expresso: a “Escola de Direito” de Moro, de Curitiba. O Estado que prende e depois processa, criminalizando os movimentos sociais e buscando a condenação, não a justiça.
Foi impetrado um HC “Habeas Corpus”, o “tal”, aquele, igual do Lula, etc.
Mas o pobre Padre Amaro não é Lula. Não haverá multidões à porta de sua cela. E então, o que fazer?

Ler mais

“Quo Wadihs” – mais um engodo mirando Gleisi Hoffmann

Comentários sobre a tentativa de afastar Lula de lideranças, amigos e correligionários passa por mais um consenso fabricado. Desta vez, isso ocorre contra o exercício da livre advocacia.
Atenção: não há que se confundir eventual “vedação” (sic) à Senadora Gleisi Hoffmann utilizar a procuração outorgada por Lula para defendê-lo na ação penal do triplex – “vedação” grafada deliberadamente entre aspas, posto que no mínimo “controversa” – com a bizarra (aqui, sim, sem aspas) PROIBIÇÃO INAUDITA ALTERA PARTE EX OFFICIO* de a Senadora ser constituída advogada do Presidente Lula para qualquer (outro!) fim. É sofisma atrás de sofisma.
– Senadora Gleisi Hoffmann, não se deixe enganar por “interpretações” (sic) veiculadas na mídia engajada. Ou, no caso, até mesmo por conselheiros “jurídicos” (?) “de casa” (?). Aliás, seriam esses os mesmos “bons conselheiros” que afirmaram, no Sindicado em São Bernardo, que “em prisão preventiva não cabe habeas corpus por 81 dias”?! Hmmm… de fato “bons conselheiros”… mas para quem?

Ler mais