B.I.G. | 79 & Park | Stockholm

Um novo projeto residencial em Stockholm. Empilhar casas para parecerem que são casas empilhadas pode ser muito mais interessante do que se supõe… Basta que na fórmula conciliem o direito ao sol, o desenvolvimento econômico e o respeito ao meio ambiente. Uma equação que conduz para uma sociedade mais plural e integrada.

Ler mais

Godzilla e o Sonho Danchi da Moradia

Godzilla arrasou e ajudou o Japão a resistir como uma terra mítica na minha memória afetiva. Será que isso proporcionou aos japoneses uma leitura mais correta do que fazer para rex-construir suas cidades? Vejamos que fizeram na Terra do Sol Nascente há mais de meio século que poderia ser transportado para o Brasil de hoje.

Ler mais

Por que a Rússia não revida quando atacada?

A enlouquecedora paciência dos russos… Em flagrante violação de acordos dos quais a Rússia e países da OTAN são signatários, a OTAN expandiu-se diretamente até a fronteira da Rússia, e recentemente converteu os pequenos estados do Báltico – Estônia, Letônia e Lituânia – numa espécie de cercadinho para bebês militares, onde se pôs a fazer manobras militares ao lado das fronteiras russas, estacionando lá milhares de soldados e pondo-se a treiná-los para… atacar a Rússia.
A Rússia protestou, mas continuou a comercializar com todos os países envolvidos. Em especial, continuou a fornecer energia elétrica aos países do Báltico e a usar os portos de lá como via de saída de seus produtos.

Ler mais

As consequências da destruição das maiores empresas de construção do Brasil

Às vezes, é preciso falar o óbvio, simplesmente porque o óbvio, às vezes, não é unanimidade… Por que a Farsa Jato atacou as empresas de construção civil e qual a importância delas para o país? Dados, números e uma análise sobre as motivações do ataque e as consequências nefastas para o Brasil.

Ler mais

A salvação está nos abrigos nucleares

Um passeio desde a “cidade sob o gelo” (abandonada há mais de 50 anos nos confins da Groenlândia) até as filas de caminhões e pessoas – parados nas estradas e caixas de supermercados do Brasil. A relação entre abrigos e nucleares e a compulsão por rolos de papel higiênico como ponto de partida para discutirmos a história que é, ao invés daquela que querem contar como seria.

Ler mais

O Memorando, os Generais e o Acobertamento de Assassinatos por parte dos EUA

Março de 1973. O recém empossado presidente Geisel recebe três generais assessores que lhe informam sobre a execução sumária de 104 pessoas no Centro de Informações do Exército – CIE durante o governo Médici. Depois, o grupo pede autorização para continuar com esses assassinatos no governo que iniciava. Geisel mostra desconforto e pede um tempo para responder. No dia seguinte, Geisel sinaliza a Figueiredo para seguir adiante, mas com duas condições: (1) Que “apenas subversivos perigosos” deveriam ser executados. (2) Que o CIE não mataria ninguém sem que o próprio Figueiredo – representando o Planalto –, aprovasse, analisando caso a caso.

Ler mais

Você deve entender por que Kadhafi era odiado pelo Ocidente

O continente africano sempre teve seu desenvolvimento impedido pelos sucessivos danos causados pelas potências colonizadoras. O ex-líder líbio Muammar Kadhafi ousou desafiar a ordem colocada como “natural”, propondo a criação de um banco africano e uma moeda própria que valeria para os “ESTADOS UNIDOS DE ÁFRICA”.

Ler mais

Alô! Alô! Terezinha: Eu vim para confundir e não para explicar

Alô, Alô, Terezinha! Vocês querem bacalhau? Qual será o bordão que ajudará a entender o momento político brasileiro atual? “Quem não se comunica se trumbica”, ensinaria o Velho Guerreiro. O mesmo que disse que estava ali para confundir, não para explicar. Há falta de respostas objetivas e claras por parte da imprensa para as nossas dúvidas, mas parece que ela só comunica os interesses do diversionismo.

Ler mais

Um ano de Emmanuel Macron: O tamanho do golpe

Emmanuel Macron era o candidato que se dizia “ao mesmo tempo, nem de direita nem de esquerda“. Ao contrário de Temer, ascendeu ao poder eleito pelo povo francês. Mas, assim como Temer, tem o Congresso em suas mãos. Qual o tamanho do golpe após o primeiro ano do novo presidente?

Ler mais

Brasil: Futuro do Presente, Futuro do Pretérito

A cada nova geração, a oferta do Brasil como país do futuro. Do presente, ou do pretérito? O descaso com as gentes, com o seu direito básico à uma moradia digna, trouxe um gosto amargo ao trabalhador brasileiro em seu 1º de maio. Ou será que ele trouxe uma mensagem muito mais forte? Uma ameaça explícita que agora ou somos nós contra eles, ou amanhã o que desaba de vez é o Brasil. E desta vez sim, com o Supremo, com tudo.

Ler mais

Se depender de traição, Nobel da Paz irá para… Temer!

São muitos os exemplos de que o Nobel da Paz é, e sempre foi, um “prêmio” usado para legitimar os interesses ocidentais. Tentar agora a dispersão da luta por Lula, implorando migalhas de uma Noruega que foi o primeiro país a roubar o nosso Pré-Sal, significa ignorar a importância da pressão nas ruas, greves e outros protestos, em terreno brasileiro, pelos brasileiros e para os brasileiros.

Ler mais

Bidimbo! – Sistemas de Escrita Africanos

Este texto é um furto. Na verdade, um assalto consentido, uma vez que o professor Spírito Santo permitiu esta transposição de seu blog para cá, no Duplo Expresso. Trata-se de um pequeno tesouro. Um baú de letras, símbolos e alfabetos alforriados. Um resgate sobre uma fração da imensa história africana que costuma chegar ao outro lado do Atlântico com muito pouco fôlego.

Ler mais