Duplo Expresso 21/ago/2018

Destaques:
– O especialista em Minas e Energia, PhD em Engenharia na área do petróleo, Paulo César Ribeiro Lima comenta: “A Petrobras, o setor petroquímico e a Braskem”
– O Doutor em Economia Gustavo Galvão fala sobre: “Turquia, Argentina, Venezuela, a era dos ataques às moedas do terceiro mundo e o uso irresponsável de reservas”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

A Petrobras, o setor petroquímico e a Braskem

Este artigo visa informar sobre fatos considerados relevantes ocorridos no setor petroquímico nacional, com destaque para a Petrobras e a Braskem.

A Petrobras Química S.A. – Petroquisa, a primeira subsidiária da Petrobras, nasceu em 1967 para articular o setor estatal e privado na implementação da indústria petroquímica brasileira. Para se ter uma ideia da importância deste momento, basta lembrar a presença dos produtos petroquímicos produzidos a partir de derivados do petróleo ou do gás natural no nosso cotidiano. É praticamente impossível existir uma atividade sem materiais como o plástico, o náilon e a borracha, produzidos a partir desses produtos. A Petroquisa marcou o início da história do setor petroquímico brasileiro.

Ler mais

Guerra econômica contra o Irã é guerra contra a integração da Eurásia

A histeria reina suprema depois que a primeira rodada de sanções dos EUA entrou em vigência novamente contra o Irã, semana passada. São vários os cenários de guerra, mas mesmo assim o aspecto chave da guerra econômica lançada pelo governo Trump tem passado despercebido: o Irã é peça central num tabuleiro de xadrez muito maior.


A ofensiva de sanções dos EUA, lançada depois da retirada unilateral de Washington do acordo nuclear iraniano, tem de ser interpretada como um gambito para avançar no Novo Grande Jogo, em cujo centro estão a Nova Rota da Seda da China – o mais importante projeto de infraestrutura, pode-se dizer, do século 21 – e a integração da Eurásia.


As manobras do governo Trump dão prova de o quanto a Nova Rota da Seda da China, ou Iniciativa Cinturão e Estrada (ICE), ameaça o establishment norte-americano.



Ler mais

Duplo Expresso de Domingo 19/ago/2018

Destaques:
– O geólogo e diretor de Exploração e Produção da Petrobras na época da descoberta do pré-sal Guilherme Estrella e o advogado e candidato a Deputado Federal pelo PDT-PR Samuel Gomes comentam: “Golpe quer entregar mapa da mina – de ouro negro – às potências invasoras”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem análise da conjuntura política.

Ler mais

Dany Robert Dufour – Na encruzilhada Filosofia / História / Economia

No Brasil sentíamos que estava ocorrendo algo diferente na sociedade e no interior de cada indivíduo.  Por um lado era visível a substituição do sentimento de solidariedade humana e familiar pelo egoísmo individualista.  Que cada um trate de sua vida e ocupe-se da sua felicidade, era e é o pensamento dominante sobretudo nas grandes cidades brasileiras.  Algo distinto de meu tempo de criança quando cada pessoa era portadora de deveres e obrigações, e ser feliz era um estado de espírito de ocorrência eventual. Momento raro e desejável, ser feliz era quase uma graça dos céus!

Ler mais

Duplo Expresso 17/ago/2018

Destaques:
– O politólogo e analista internacional Eduardo Vior fala sobre a viagem de Jim Mattis, chefe do Pentágono, ao Brasil e a Argentina.
– A Economista, doutora em Políticas Públicas e mestre em Planejamento e Desenvolvimento Econômico Ceci Juruá comenta: “2016 – Colapso institucional que abriu caminho para o golpe”– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

UE caiu na armadilha de Washington, para a guerra comercial anti-China


Embora muitos na União Europeia (UE) tenham respirado aliviados ante o aparente sucesso das recentes conversações sobre tarifas comerciais entre Juncker, presidente da Comissão da UE, e o governo Trump, na realidade parece que Washington conseguiu arrastar ardilosamente a UE, especialmente a Alemanha, a fechar a porta contra qualquer possível colaboração com a China para o desenvolvimento comercial e econômico.
Apesar de haver problemas com a política econômica da China, os recentes desenvolvimentos sugerem que se criou algum consenso na UE para dar as costas aos monumentais potenciais do espaço econômico eurasiano com centro na China, a favor de uma aliança com EUA e com o Japão – ambos países hostis ao desenvolvimento da China. É desdobramento que pode ferir gravemente o desenvolvimento da economia da UE.

Ler mais

Duplo Expresso 16/ago/2018

Destaques:
– O sociólogo, escritor e analista internacional Lejeune Mirhan comenta: “O significado do Iraque na geopolítica do Oriente Médio”
– O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães comenta a atualidade política do Brasil e do mundo.– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

O papel do Egito na geopolítica do Oriente Médio

O Egito é o maior país árabe – arabizado na verdade – de todo o Oriente Médio. Jogou grande papel nas décadas de 1950 e 1960, quando sob o comando do lendário Gamal Abdel Nasser, considerado o maior líder dos povos árabes. Foi do Egito a única – e breve – experiência de unificação de países árabes, quando da existência da República Árabe Unida. Pretende-se com este artigo abordar a história recente desse grande país, de seu canal estratégico do Suez. O artigo abordará uma das mais importantes guerras movidas por Israel contra um país árabe, que foi a Guerra dos Seis Dias de 1967. Por fim, serão tratados temas da política do Egito pós-2011, quando a ditadura Mubarak foi posta abaixo. Para onde vai o Egito na atualidade? É o que se pretende tratar na sua conclusão.

Ler mais

Terremoto na Turquia pode mudar o mundo?

A aproximação recente da Turquia em relação à Rússia é a verdadeira causa do fim do guarda chuva de proteção financeira que protegeu a Turquia por décadas de ataques cambiais e em especial Erdogan. Erdogan prometeu não recuar, e, ao contrário, fortalecer os laços com a Rússia, China e Irã.
Quem vencerá essa queda de braço?

Ler mais

Duplo Expresso 15/ago/2018

Destaques:
– O advogado e pré-candidato a Deputado Federal pelo PDT-PR Samuel Gomes comenta: “A invasão da justiça na política – Como resgatar a soberania popular”
– A arquiteta, mestra em Engenharia Civil e doutoranda em Administração de Empresas Patrícia Vauquier fala sobre: “Lições da eleição de Macron para o Brasil de 2018”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Colapso da lira turca atravessará o Mediterrâneo

No instante em que Erdogan deu-se conta de que entrara como bode expiatório na narrativa do fracasso de EUA e Israel na Síria, pôs-se a procurar rota de fuga. Na procura, acabou chegando ao lado errado da política exterior dos EUA.


A Turquia é a joia da coroa da OTAN. É a segunda maior força em solo da OTAN. Controla o acesso ao Mar Negro e à Terra do Meio do mundo. 


E Erdogan quer unir-se aos (B)RICS. Comprar petróleo iraniano, gás russo, poder nuclear e defesas antimísseis.


Tudo isso é não-não-e-não.


Por isso os EUA estão empurrando a Turquia para a hiperinflação.



Ler mais

Duplo Expresso 14/ago/2018

Destaques:
– O especialista em Minas e Energia, PhD em Engenharia na área do petróleo, Paulo César Ribeiro Lima comenta: “Pré-sal: Regime Temer também erra. Ainda podemos reverter”
– O doutor em Economia Gustavo Galvão fala sobre: “Crise econômica da Turquia”
– Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Eleições no Brasil de 1945 a 2018: o comportamento do eleitorado

Pretendo apresentar informações e dados eleitorais relativos às 11 eleições presidenciais ocorridas no Brasil desde 1945 (esta será a 12ª eleição), tais como: eleitores inscritos (aptos a votar), abstenções, votos dados em branco ou anulados, votos válidos e a votação nominal dos vencedores nesses pleitos. Voltarei a abordar um conceito que venho chamado de “índice ABN” (abstenções, brancos e nulos), que são os votos “jogados fora”, ou desperdiçados ou, como dizem alguns autores “votos de alienação eleitoral”. Por fim, introduzo um conceito novo no Brasil, mas muito falado em outros países, que é a chamada representatividade do(a) eleito(a), ou seja, uma comparação de sua votação direta com o total de inscritos. E as conclusões com relação à representatividade dos e das eleitas são estarrecedoras.

Ler mais

O genocídio de uma população inteira e a “Guerra às Drogas” como pano de fundo

No vídeo de hoje, Maria Eduarda Freire, expõe o pretexto da “Guerra às Drogas” para uma política de Estado de Extermínio através da associação de determinadas drogas tornadas ilícitas a grupos sociais, os marginalizados, os inimigos dessa guerra.
Maria Eduarda fala da necessidade da legalização e consequente regulação e controle da produção, do comércio e do consumo de todas as drogas, para que se ponha fim à essa política penal que pune apenas a ponta mais frágil do tráfico e está completamente fadada ao fracasso.
Confira o vídeo!

Ler mais

Regime Temer perde a lanterna nas profundezas do pré-sal, mas a luz ainda existe

A Lei nº 12.276/2010 autorizou a União a ceder onerosamente à Petrobras o exercício das atividades de pesquisa e lavra de petróleo e gás natural em áreas não concedidas localizadas no Pré-sal. A estatal tem a titularidade dos volumes de petróleo e gás cedidos pela União, sendo o exercício das atividades de pesquisa e lavra realizado apenas pela Petrobras, por sua exclusiva conta e risco, nos termos do Contrato de Cessão Onerosa.
O Projeto de Lei – PL nº 8.939, de 2017, de autoria do Deputado José Carlos Aleluia, que deu origem ao PLC nº 78, de 2018, em tramitação no Senado Federal, modifica a Lei nº 12.276/2010 e permite que a Petrobras negocie e transfira a titularidade desse Contrato, desde que seja preservada uma participação de, no mínimo, 30%.

Ler mais

Uma visão cirúrgica sobre Haddad

Leonardo Lobo levanta mais um interessante debate no seu quadro “Até um cego vê!”. Neste vídeo o apresentador faz uma análise sobre a presença de Haddad como o vice de Lula, mas que é visível a tentativa de se firmar na “titularidade” da chapa.

Lobo, com olhos bem abertos e visão cirúrgica, denuncia a situação de Lula: um preso político. Além disso, destaca a total diferença entre Haddad e Lula neste forçado objetivo de impor a candidatura do autointitulado intelectual.

Confira o vídeo e amplie o debate em torno deste importante tema.

Ler mais

Maria Eduarda Freire denuncia o Estado de Exceção que vivemos no Brasil

Maria Eduarda Freire em seu comentário denuncia o Estado de Exceção que vivemos no Brasil relativamente ao sistema carcerário que funciona como instituição de exclusão dos grupos humanos em situação de vulnerabilidade social, os jovens pobres negros moradores das favelas.
Ela denuncia o maior crime contra a humanidade que é o genocídio dessa população inteira pelo Estado aplaudido por uma sociedade punitivista que tem a mídia como mentora de incitamento do ódio contra os marginalizados.

Ler mais

Avaliação do primeiro debate da Band

Fiquei impressionado com a pobreza do debate. Isso só fez destoar a ausência forçada e ilegal do ex-presidente Lula. A lei eleitoral obriga que haja igualdade entre os candidatos na cobertura da imprensa e nos debates que ela promove.
Não podemos nem culpar os candidatos pela miséria do debate, porque essa pobreza é culpa da limitação do modelo escolhido pela Band. Um minuto e pouco para responder e 45 segundos para réplica e tréplica é tempo insuficiente para desenvolver qualquer ideia, por mais simples que seja.
O máximo que se consegue fazer é obrigar os candidatos a repetir frases decoradas e preparadas pelos seus marqueteiros para caber em uma janela de poucos segundos.

Ler mais

Duplo Expresso 10/ago/2018

destaques:
– A graduanda em Direito e apresentadora do Direito ao Ponto Maria Eduarda Freire comenta: “O Estado de Exceção que estamos vivendo no Brasil”
– O Embaixador Samuel Pinheiro Guimarães comenta atualidade política do Brasil e do mundo.
– O politólogo e analista internacional Eduardo Vior fala sobre: “Filhote da Lava Jato chega а Argentina e abre caminhos para empresas dos EUA”
– A Economista, doutora em Políticas Públicas e mestre em Planejamento e Desenvolvimento Econômico Ceci Juruá comenta: “2016 – Colapso institucional que abriu caminho para o golpe”
– Wellington Calasans, Romulus Maya e Carlos Krebs fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais

Plano B: “(PT) sem Lula é fraude”

Condensado do Duplo Expresso de 9/ago/2018.
Bem sabemos que, na militância de redes sociais, troca-se de hashtag com a mesma frequência com que se muda a playlist de músicas no Spotify ou no Itunes. Contudo, a luta política no mundo real que se proponha a transformar a realidade não pode ser tão volúvel e inconstante. Por isso, por mais que o grupo que tomou as rédeas no PT após a rasteira – externa e interna – em Lula tente, ao menos o Duplo Expresso não abandonará o slogan e a hashtag #EleiçãoSemLulaÉfraude. Na verdade, propomos a reformulação que bem resume o Plano B: “(PT) sem Lula é fraude”.
Se preciso for, seremos mais realistas que o rei, mais papistas que o Papa e mais lulistas que o próprio Lula! Mais lulistas que Haddad et caterva certamente já somos.

Ler mais

Método Lava Jato: (alegada) “indicação” de Haddad por Lula é tão espontânea quanto delação premiada

O programa de hoje ficou longo. Há, como sabemos, muito a denunciar no Brasil atual. Dada a gravidade da hora, e o dever de atingirmos quantas pessoas pudermos, preparamos um condensado de uma hora e meia com o que você precisa saber sobre a farsa do “Plano B”.

Ler mais

Duplo Expresso 8/ago/2018

Destaques:
– O advogado e candidato a Deputado Federal pelo PDT/PR Samuel Gomes fala sobre a resistência contra a entrega do Pré-sal.
– O jurista Luiz Moreira comenta: “Uma agenda jurídica de desenvolvimento para o Brasil”
– A arquiteta e mestra em Engenharia Civil Patrícia Vauquier fala sobre: “O Brasil que dava certo e o golpe matou”
– Wellington Calasans e Romulus Maya fazem a análise da conjuntura política.

Ler mais